Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Cidadania Italiana

Cidadania Italiana: guia completo com informações atualizadas

Descubra como obter a cidadania italiana de forma segura e eficiente!

cidadania italiana
O reconhecimento da cidadania italiana é através do princípio do direito de sangue

Sonha em ter acesso aos benefícios da cidadania italiana, como o livre trânsito pela União Europeia, o direito de trabalhar e estudar em qualquer país membro e a possibilidade de morar na Itália?

Então, você está no lugar certo! Este guia completo te dará todas as informações necessárias para iniciar o processo de obtenção da cidadania italiana de forma segura, eficiente e com as chances de sucesso maximizadas.

1. Cidadania italiana: quem tem direito

A cidadania italiana é transmitida por direito de sangue (iure sanguinis), ou seja, filhos e netos de italianos nascidos na Itália podem solicitar a cidadania italiana.

Exceções:

  • Filhos de mulheres italianas nascidas antes de 1948:
    • Podem obter a cidadania italiana por via judicial.
  • Cidadãos italianos que adquiriram outra cidadania:
    • Em alguns casos, podem perder a cidadania italiana.

2. Possibilidades de requerer a cidadania italiana:

Existem diversas formas de solicitar a cidadania italiana, cada uma com suas vantagens e desvantagens:

  • Administrativa (consulado italiano ou na Itália):
    • Vantagem: Processo mais barato.
    • Desvantagem: Fila de espera longa (pode chegar a 15 anos).
  • Judicial (tribunal italiano):
    • Vantagem: Menor tempo de espera (cerca de 2 a 3 anos).
    • Desvantagem: Processo mais complexo e custoso.
  • Por casamento:
    • Aplica-se a cônjuges de cidadãos italianos que se casaram após 27 de abril de 1983.
    • O cônjuge estrangeiro precisa cumprir requisitos específicos, como demonstração de conhecimento da língua italiana.

3. Documentos necessários:

A lista completa de documentos necessários para o processo de cidadania italiana varia conforme a via de solicitação (administrativa ou judicial) e a situação individual do requerente.

Cidadania italiana administrativa ou judicial

  • Certidão italiana de nascimento do antepassado emigrado no Brasil (documento emitido pelo comune (município) de nascimento na Itália — se na época do nascimento dele ainda não existia registro civil, o documento será o certificado de batismo emitido pela paróquia).
  • Certidões brasileiras de nascimento de toda a linha de descendência (se na época do nascimento dele ainda não existia registro civil, o documento será a certidão de batismo emitida pela paróquia).
  • Certificado de casamento de toda a linha de descendência (fique atento: caso seu dante causa (o italiano) tenha se casado na Itália, você precisará pedir esse documento lá).
  • Certidões de óbito (apenas a do antepassado italiano).
  • CNN — Certidão Negativa de Naturalização do seu antepassado italiano, que deve ser emitida através do site do Ministério da Justiça.
  • Todas as certidões brasileiras precisam ser traduzidas por profissional juramentado, e apostiladas.

Cidadania italiana por casamento (naturalização)

  • Certidão de Nascimento;
  • Certidão de Antecedentes Criminais da Polícia Federal brasileira;
  • Documento de identidade ou cópia do passaporte válido (páginas com os dados pessoais, foto, data de emissão e data de vencimento);
  • O candidato à naturalização precisa apresentar diploma de conhecimento da língua italiana, no mínimo, o nível B1 — o que equivale ao intermediário.

Recomendação: Consulte o site do consulado italiano ou um profissional especializado em cidadania italiana para obter a lista completa e atualizada de documentos.

4. Segurança do processo:

A segurança do processo depende de diversos fatores, como a escolha de um profissional qualificado, a correta apuração da documentação e o cumprimento dos prazos legais.

Recomendação: É importante buscar assessoria especializada para garantir a segurança e o sucesso do processo.

5. Outros pontos importantes:

  • O processo de cidadania italiana pode ser complexo e demorado. É fundamental buscar orientação profissional especializada para evitar erros e aumentar as chances de sucesso.
  • Os prazos e requisitos para a obtenção da cidadania italiana podem variar de acordo com a situação individual do requerente e o Consulado Italiano responsável pelo processo.
  • É importante manter-se atualizado sobre as mudanças nas leis e procedimentos relacionados à cidadania italiana.

6. Escolher uma consultoria para te ajudar

A Bendita Cidadania é uma empresa no Brasil e na Itália que ajuda a reconhecer a cidadania italiana. É especializada nos seguintes serviços:

  • Apostilamento — Convenção de Haia
  • Tradução ou versão juramentada
  • Análise de documentos para o processo de cidadania italiana
  • Retificações administrativas e judiciais
  • Pesquisa e busca de certidões no Brasil e na Itália
  • Naturalização por casamento
  • Atualização de A.I.R.E.
  • Assessoria para reconhecimento da cidadania italiana por via judicial (contra as filas)
  • Cidadania italiana materna por via judicial

Em qualquer das situações acima a Bendita Cidadania poderá te auxiliar.

O Italianismo recomenda a Bendita Cidadania para realizar o seu sonho da cidadania italiana. É uma empresa comprometida com a segurança jurídica do seu processo, conforme as normas e leis vigentes.

Bendita Cidadania
Av. Rouxinol, 1041 – Conjuntos 508 e 509
São Paulo – SP – Tel.: (11) 5096-7829
https://benditacidadania.com.br
WhatsApp (11) 97785-5000

Com as informações corretas e o apoio de um profissional especializado, você estará no caminho certo para conquistar o seu sonho da cidadania italiana!

PERGUNTAS FREQUENTES

Todas as respostas em um só lugar.

A cidadania italiana pode ser reconhecida ou concedida a diversos grupos de pessoas, mas as principais categorias são:

1. Por descendência (Jure Sanguinis):

  • Filhos de pai ou mãe italianos, sem limite de gerações, desde que nenhum ascendente tenha renunciado à cidadania.
  • Filhos nascidos após 1º de janeiro de 1948, de mãe italiana e pai estrangeiro (anteriormente, a transmissão por via materna era restrita).

2. Por casamento:

  • Cônjuge de cidadão(ã) italiano(a) após 3 anos de casamento (ou 1 ano e meio se o casal tiver filhos).
  • É necessário comprovar renda mínima, conhecimento da língua italiana (nível B1) e integração à sociedade italiana.

3. Por residência:

  • Estrangeiros que residem legalmente na Itália por pelo menos 10 anos (5 anos para cônjuges de italianos e para refugiados políticos).
  • É necessário demonstrar bom comportamento, conhecimento da língua italiana (nível A2) e integração à sociedade italiana.

4. Outras formas:

  • Adoção por cidadãos italianos.
  • Apatridia (ausência de nacionalidade).
  • Serviços relevantes à Itália.

O primeiro passo para tirar a cidadania italiana depende da forma de aquisição que você pretende seguir. As principais são:

1. Cidadania por descendência (Jure Sanguinis):

  • Verifique se você tem direito à cidadania:
    • Identifique seu ancestral italiano (pode ser bisavô, tataravô, etc.).
    • Reúna as certidões de nascimento, casamento e óbito de todos os seus ancestrais na linhagem italiana (emitidas em inteiro teor).
    • Verifique se nenhum ascendente na linhagem renunciou à cidadania italiana.
  • Consulte um profissional especializado em cidadania italiana:
    • Ele poderá avaliar seu caso em detalhes e orientá-lo sobre o processo de solicitação.
    • A consultoria profissional pode te auxiliar na busca de documentos, tradução e apostilamento, e aumentar as chances de sucesso no processo. O italianismo recomenda a Bendita Cidadania: [ confira aqui ]

Conseguir a cidadania italiana de forma totalmente gratuita não é possível.

O processo de solicitação da cidadania italiana, independentemente da forma de aquisição, sempre envolve alguns custos, como:

  • Taxas consulares: cobradas pelo Consulado Geral da Itália para a análise do pedido e emissão do Certificado de Cidadania.
  • Custos com tradução e apostilamento: dos documentos originais para o italiano, de acordo com as normas da Convenção de Haia.
  • Emissão de certidões: de nascimento, casamento e obituário (se for o caso) em inteiro teor e tradução para o italiano.
  • Exame de proficiência em italiano: caso seja necessário para a forma de aquisição escolhida (por exemplo, cidadania por casamento).
  • Assessoria profissional: caso você opte por contratar um profissional especializado em cidadania italiana para te auxiliar no processo.

No entanto, existem algumas maneiras de reduzir os custos:

  • Planejar e organizar o processo com antecedência: isso pode te ajudar a evitar custos extras com prazos apertados ou erros na documentação.
  • Buscar orçamentos de diferentes tradutores e serviços de apostilamento: para encontrar os preços mais competitivos.
  • Realizar o exame de proficiência em italiano por conta própria: existem diversas opções de cursos e materiais preparatórios disponíveis online e em escolas de idiomas.
  • Solicitar a cidadania italiana na Itália: se você já reside no país, pode solicitar a cidadania diretamente ao Comune (prefeitura) da sua cidade, o que pode reduzir alguns custos consulares.

A pergunta mais comum quando pensamos em ter o passaporte italiano é: quanto custa o processo de cidadania italiana?

Basicamente, o valor varia de acordo com a quantidade de documentos durante o processo.

O meio escolhido para a solicitação também irá interferir no valor. Ou seja, se o processo é feito através dos consulados italianos, pelo comune (município) na Itália, ou através do tribunal italiano

Custo do pedido de cidadania italiana no Brasil

A solicitação da cidadania italiana no Brasil é a mais em conta. Porém, o tempo de espera pode ser de 10 até 15 anos. Pois há um grande número de solicitações.

Levando em consideração os gastos com a documentação, assim como a taxa de 300 euros cobrada pelos consulados, o valor final é de aproximadamente R$ 5 mil.

Fazer o processo da cidadania italiana no comune

Também é possível solicitar a sua cidadania residindo na Itália. Certamente, essa opção é muito mais rápida do que ficar na fila de espera dos consulados.

Porém, para saber quanto custa o processo de cidadania italiana via comune considere que:

  • Você terá que pagar as passagens aéreas para a Itália;
  • Todos os custos para emitir a documentação e, se preciso, retificar os documentos;

Além disso, você terá gastos com moradia, alimentação e transporte. Já que precisará residir no país por um tempo determinado.

Dessa forma, o custo total do processo pode chegar a R$ 30 mil. Vale lembrar que seus custos na Itália serão em euros.

Tirar cidadania através da justiça

Se você deseja solicitar a cidadania através da justiça, contra as filas dos consulados, o valor é outro. Em média o requerente irá gastar R$ 23 mil.

Mas esse valor pode reduzir bastante se o processo é feito com vários familiares e parentes no mesmo processo, diz Reginaldo Maia, da Bendita Cidadania, empresa especializada em ações judiciais no tribunal italiano.

“Se a ação é feita em grupo, com requerentes do mesmo núcleo familiar, o custo pode cair para menos de R$ 4 mil para cada um. E o valor é parcelado em até 10 vezes. Além de ser um processo seguro, é vantajoso”, diz ele.

Ter um passaporte italiano não garante automaticamente o direito de morar nos Estados Unidos.

Embora a cidadania italiana ofereça algumas vantagens para quem deseja viver nos EUA, como a facilidade de obter determinados tipos de visto, ainda é necessário obter a autorização legal para residir no país.

Opções de Visto para Cidadãos Italianos:

  • Programa de Isenção de Visto (Estadia de até 90 dias): Cidadãos italianos podem entrar nos EUA sem a necessidade de visto de turismo para estadias de até 90 dias.
  • Visto E-2 (Visto de Investidor): Permite que cidadãos italianos invistam em um negócio nos EUA e obtenham residência enquanto gerenciam o empreendimento.
  • Visto EB-5 (Green Card): Concede residência permanente para investidores que contribuem com quantias significativas para a economia americana.
  • Visto H1-B (Visto de Trabalho Especializado): Destinado a profissionais com habilidades específicas e alta qualificação, contratados por empresas americanas.
  • Visto EB-1, EB-2, EB-3 e EB-4 (Green Cards por Emprego): Destinados a trabalhadores com habilidades excepcionais, professores e pesquisadores, entre outros.
  • Outros Vistos: Vistos de estudante, de noivo(a), de intercambio, etc.

Importante:

  • Cada tipo de visto possui requisitos e processos específicos.
  • É fundamental pesquisar e se preparar com antecedência para solicitar o visto adequado à sua situação.
  • Recomenda-se consultar um profissional especializado em imigração para obter orientação personalizada e aumentar as chances de sucesso na solicitação do visto.

Recursos Úteis:

Para a cidadania italiana por descendência (Jure Sanguinis) não há a obrigatoriedade de falar italiano.

No entanto, para a cidadania por casamento (naturalização), o conhecimento da língua italiana é sim um requisito.

Não há um limite de gerações para solicitar a cidadania italiana por ascendência!

Se o seu bisavô, trisavô, ou qualquer outro antepassado italiano direto tenha nascido na Itália (ou morrido no Reino da Itália após 1861), a cidadania italiana pode ser transmitida indefinidamente, independentemente da data de nascimento.

A obtenção da cidadania italiana não implica, necessariamente, em obrigações fiscais adicionais. Não precisa se preocupar se não tem conta bancária, emprego, empresa ou investimentos na Itália.

Tanto a lei brasileira quanto a lei italiana permitem que os cidadãos tenham mais de uma nacionalidade, então é totalmente possível ser cidadão italiano e brasileiro ao mesmo tempo.

Conforme a Lei italiana, os Consulados têm um prazo máximo de 730 dias para analisar os pedidos de reconhecimento de cidadania. Esse período de dois anos abrange desde o primeiro contato com o Consulado até a obtenção da documentação italiana.

A Itália tem cerca de 350 mil sobrenomes, aproximadamente. A melhor maneira de confirmar se o seu sobrenome é italiano é consultando a árvore genealógica. Nesse caso, é preciso juntar as certidões para confirmar a origem.

Não é obrigatório ter um sobrenome italiano para ter direito à cidadania italiana, mas pode ser interessante investigar seus antepassados e descobrir sua origem através desse ponto de partida.

Aqui estão algumas dicas para te auxiliar:

Inicie conversando com familiares mais velhos, como avós, tios e primos, para obter dados sobre seus antepassados italianos.

Busque por documentos antigos da sua família, como certidões de nascimento, casamento e óbito, passaportes, cartas, fotos e álbuns de família.

Se precisar de ajuda para a sua pesquisa, a Bendita Cidadania tem um time competente de genealogia e posso te ajudar.

Se algum familiar, que tenha o mesmo sangue, for reconhecido diretamente na Itália, e recentemente, a pasta poderá ser usada. Neste caso, é necessário que o oficial permita a reutilização e o dono da pasta autoriza.

Vale salientar que as certidões emitidas no Brasil têm uma validade de 6 meses para serem usadas no processo de cidadania italiana.

Se o seu parente conseguiu obter a cidadania italiana, isso mostra que você também pode ser elegível seguindo a mesma linhagem familiar.

No entanto, não significa que o seu processo será mais rápido.

Uma vantagem é que você pode usar a documentação e informações reunidas durante o processo do seu parente como referência para o seu próprio processo.

O processo administrativo na Itália tem um limite de 180 dias, segundo a lei. Em termos práticos, esse tempo pode variar.

Por meio da via judicial, o processo demora (em média) de 8 a 12 meses. Em alguns tribunais, esse período pode ser menor ou maior.

A fila de espera pode chegar a 12 anos nos consulados.

Felizmente, não! Desde 1º de janeiro de 2005, o serviço militar na Itália se tornou voluntário. Isso significa que, mesmo que você obtenha a cidadania italiana, seu filho não será obrigado a servir no Exército Italiano.

A lei que suspendeu a obrigatoriedade do serviço militar e instituiu o serviço militar profissional foi a Lei 226 de 2004.

 

A cidadania italiana não é impedida se o filho não foi concebido dentro do casamento. Se o nome do genitor não constar como declarante na certidão de nascimento, é possível fazer isso por meio de uma escritura pública ou até mesmo por meio de uma sentença judicial.

A cidadania italiana para trentinos é um assunto complexo. Antes de 1920, eles eram cidadãos austríacos, mas com o Tratado de Saint-Germain-en-Laye, alguns se tornaram cidadãos italianos.

No entanto, nem todos os trentinos receberam automaticamente a cidadania italiana. Em 2000, foi aberto um prazo para solicitar a cidadania italiana, mas ele já encerrou em 2010. Infelizmente, não há previsão de revisão dessa situação pelo governo italiano.

CIDADES ITALIANAS QUE FIZERAM PARTE DO IMPÉRIO AUSTRO-HÚNGARO

https://benditacidadania.com.br/cidades-italianas-que-fizeram-parte-do-imperio-austro-hungaro/

É possível pedir a cidadania italiana se seu antepassado italiano foi adotado. Se ele foi adotado de forma legal, conforme as leis do país em que ocorreu, não terá problemas.

A cidadania italiana é emitida da mesma forma para divorciados que para pessoas casadas ou solteiras. Mas, uma quantidade maior de documentos é solicitada.

Se o divórcio foi feito pela via judicial, é necessário apresentar a cópia autenticada dos seguintes documentos (traduzidos e apostilados):

  1. Petição inicial;
  2. Ata da audiência de julgamento;
  3. Sentença do juiz;
  4. Certidão de objeto e pé.

Sim, é possível transmitir a cidadania italiana a um filho adotado. Para filhos adotados menores de 18 anos, é necessário obter o reconhecimento da adoção na Itália por meio de um processo judicial.

A legislação italiana garante a cidadania aos filhos adotados antes dos 18 anos, desde que o processo esteja finalizado.

Para filhos adotados maiores de 18 anos, é necessário passar pelo processo de naturalização, residindo legalmente na Itália por pelo menos cinco anos. É importante que os pais adotivos já possuam a cidadania italiana.

A cidadania por eleição é reconhecida quando um filho de cidadão italiano é reconhecido ou adotado por esse genitor após atingir a maioridade. Diferente da cidadania jure sanguinis, que é adquirida automaticamente, a cidadania por eleição requer uma escolha voluntária

A regra é:

1- Os pais não eram casados no momento do seu nascimento e não se casaram enquanto você era menor de idade.

2 - A pessoa que transmite a cidadania não foi a mesma pessoa que declarou o seu nascimento no cartório.

Se o divórcio ou óbito ocorreram após 27 de abril de 1983, a cidadania italiana não é perdida. Além disso, não há distinção de gênero: tanto homens quanto mulheres podem solicitar a naturalização por casamento, inclusive em relacionamentos homoafetivos, e não perderão a cidadania após separação ou divórcio. Essas são proteções garantidas pela lei italiana.

Se o óbito aconteceu após 27 de abril de 1983 é possível solicitar a cidadania.

O uso da certidão de nascimento baseada no autoregistro, ou autodeclaração, é mais seguro no processo judicial. Isso ocorre devido às amplas prerrogativas e funções atribuídas ao juiz, que são mais abrangentes do que as do oficial de comune ou do consulado.

Não podemos garantir, como em qualquer caso, que depende da decisão de um juiz, mas há diversas sentenças positivas no Tribunal de Roma.

O auto-registro ou autodeclaração de nascimento só é válido para o juiz, pois o juiz tem mais liberdade na avaliação das provas do que um oficial do comune ou do consulado.

O registro realizado conforme a legislação brasileira pode ser considerado como prova, desde que haja outros documentos que comprovem a filiação alegada.

Sim, você pode fazer a ação de reconhecimento da cidadania italiana por meio da sua avó italiana, desde que na certidão de nascimento do esposo conste que ele é brasileiro. Nesse caso, você estaria buscando o reconhecimento da cidadania italiana pela linha de descendência materna.

Quando você apresenta um documento (original ou cópia autenticada) emitido por um país da União Europeia para as autoridades de outro país da UE, elas têm que aceitá-lo sem precisar da apostila para provar que é autêntico.

Infelizmente, não dá para morar na Itália enquanto espera a decisão do processo de cidadania judicial. A permissão de residência aguardando cidadania, chamada "permesso di soggiorno in attesa della cittadinanza", só é válida para processos de cidadania por via administrativa.

Sim, após conseguir sua cidadania italiana e se mudar para a Itália, sua família pode pedir o "permesso di soggiorno per motivi familiari" (permissão de residência por motivos familiares). Com esse documento, eles podem se juntar a você no país por mais tempo do que o permitido pelo visto de turista (Acordo de Schengen).

O permesso di soggiorno é válido por 2 anos e pode ser renovado.

Segundo a lei italiana, todos têm direito ao atendimento público italiano em até 30 dias, podendo ser prorrogado por mais 60 dias com aviso prévio. Durante esse período, o Consulado não dá início ao processo de reconhecimento de cidadania nem emite um protocolo. Assim, 90 dias na fila já são suficientes para comprovar a ilegalidade do Consulado.

Os honorários variam de empresa para empresa e de advogado para advogado. No nosso caso, oferecemos um preço mais acessível para o requerente adulto, porém cobramos uma taxa adicional caso o pai queira incluir o filho menor de idade na ação. É importante ressaltar que essa inclusão não é obrigatória. O pai tem a opção de incluir o filho diretamente na transcrição das certidões, após a conclusão do processo, ou fazê-lo no próprio consulado.

Sim, desde que ele fosse um cidadão italiano reconhecido. É importante destacar que o marido já deve ter a cidadania italiana para que a esposa possa adquiri-la automaticamente.

(Artigo 10, parágrafo 2, da Lei número 555, de 13/06/1912)

Não. A cidadania italiana é transmitida por meio do princípio do jus sanguinis, que significa "direito de sangue".

A cidadania italiana não é impedida se o filho não foi concebido dentro do casamento. Se o nome do genitor não constar como declarante na certidão de nascimento, é possível fazer isso por meio de uma escritura pública ou até mesmo por meio de uma sentença judicial.

Antigamente, filhos nascidos de pais não casados eram chamados como filhos ilegítimos. Hoje, essa palavra não é mais utilizada. A principal diferença em relação aos filhos legítimos é que o nome do pai é registrado na certidão de nascimento. Ter a expressão “filho ilegítimo” não é problema para o processo de cidadania italiana.

Não, para atualizar o AIRE (Anagrafe dos Italianos Residentes no Exterior), não basta ter apenas a sentença e o trânsito em julgado. Para atualizar o AIRE, você precisará de um documento italiano, e o primeiro passo será a transcrição das suas certidões, devidamente registradas no registro civil italiano.

As despesas com profissionais da área jurídica na Itália não são consideradas despesas dedutíveis na declaração do Imposto de Renda. Ou seja, excluir esses gastos não terá impacto no valor do imposto a ser restituído. Mas ainda há o risco de tributação se os pagamentos não foram corretamente tributados à época.

O prazo para o Ministério se manifestar é de 30 dias a partir da comunicação, caso estivesse presente na Audiência. No entanto, se o Ministério não estava presente na Audiência, o prazo começa a contar a partir da notificação. Ou seja, mais 30 dias.

Os atos de decisão do juiz no sistema jurídico italiano são, respectivamente, a "sentenza" e a "ordinanza". O que difere as duas é o conteúdo da decisão, e não necessariamente o seu nome.

Uma vez que a decisão/sentença foi finalizada, significa que não há mais possibilidade de recurso, tornando-se definitiva. O trânsito em julgado é formalizado pelo tribunal e encaminhado ao Comune, que tem a competência administrativa para transcrever os atos, nesse caso as certidões.

No final das contas, a “ordinanza” é a que tem mais peso no processo.

A maioria das vezes aparece como "Deposito atto non codificato", mas nem sempre o funcionário do Tribunal atualiza o aplicativo em tempo real.

Para quem já reconheceu a cidadania italiana e não mora na Itália, o cadastro atualizado no AIRE é uma obrigação.

A sigla significa Registro dos Italianos Residentes no Exterior (em tradução livre) e é um cadastro que deve ser feito nos consulados italianos.

A Certidão Negativa de Naturalização, também conhecida como CNN, é um importante documento que atesta que o italiano não se naturalizou brasileiro.

Ela é emitida pelo Ministério da Justiça, do Brasil: emita aqui

A tessera sanitaria, ou cartão de saúde, é um documento fundamental na Itália, equivalente ao cartão do SUS no Brasil. Ele permite que os cidadãos residentes legalmente no país tenham acesso ao Servizio Sanitario Nazionale (SSN), o sistema de saúde italiano.

Sim, ao solicitar o codice fiscale, geralmente é necessário indicar o motivo pelo qual você precisa dele, uma vez que ele tem validade apenas na Itália.

Leia mais aqui: O que é codice fiscale?

O documento NR - Non Rinuncia, também conhecido como "Attestazione di non rinuncia" em italiano, desempenha um papel importante ao comprovar que nenhum dos seus antepassados renunciou à cidadania italiana.

Agora, surge a pergunta: Como é possível renunciar à cidadania italiana se você ainda não a possui?

É importante ressaltar que se seus antepassados não fossem italianos, você não teria direito à cidadania italiana! Portanto, é certo que todos aqueles que vieram antes de você eram, de fato, cidadãos italianos. O reconhecimento da cidadania é simplesmente uma formalização do status que é inerente à pessoa. Além disso, é possível, sim, renunciar à cidadania italiana, mesmo que você ainda não a tenha formalmente reconhecida.

Conheça 10 vantagens da cidadania italiana:

Sonha em conquistar o mundo? A cidadania italiana pode ser o seu passaporte para uma vida sem fronteiras! Descubra vantagens incríveis da cidadania italiana que vão te deixar com água na boca e te mostrar como ter acesso a elas.

1. Explore o mundo com o passaporte mais poderoso do planeta

Em 2024, o passaporte italiano foi eleito o número 1 no ranking Henley Passport Index, dando entrada livre em 188 países sem precisar de visto. Diga adeus às filas e desfrute de viagens VIP!

Em 2024, o passaporte italiano foi eleito o número 1 no ranking Henley Passport Index, dando entrada livre em 188 países sem precisar de visto. Diga adeus às filas e desfrute de viagens VIP!
Consulados italianos no Brasil emitiram 416 mil passaportes italianos nos últimos dez anos

2. Domine a Europa

Com a cidadania italiana, você pode trabalhar legalmente em qualquer país da União Europeia. Imagine as oportunidades em países como Espanha, França, Alemanha… E o melhor: seus filhos também terão essa liberdade!

3. Estudar na Europa

Você, seus filhos ou netos podem estudar nas melhores universidades e escolas da Europa. A maioria delas tem tabelas de preços diferenciados para cidadãos europeus e estrangeiros.

Você, seus filhos ou netos podem estudar nas melhores universidades e escolas da Europa. A maioria delas tem tabelas de preços diferenciados para cidadãos europeus e estrangeiros.
Você pode estudar nas melhores universidades e escolas da Europa

4. Saúde de primeira classe à sua disposição

O sistema de saúde italiano, ranqueado entre os 10 melhores do mundo, agora é seu! Imagine ter acesso a médicos renomados e tratamentos de ponta sem se preocupar com custos exorbitantes.

5. Aposentadoria dos sonhos? É Possível!

Acumule tempo de contribuição no Brasil e na Itália para garantir uma aposentadoria tranquila na terra da pizza e do romance. Sol, boa comida e qualidade de vida te esperam!

Fontes que confirmam a existência do acordo:

6. Legado para as próximas gerações

Facilite a vida dos seus descendentes! Com a cidadania italiana, eles terão acesso a benefícios e oportunidades incríveis, sem complicações burocráticas. Um presente que dura para sempre!

7. Viva em qualquer canto da União Europeia

Escolha seu novo lar: Paris, Cascais, Berlim, Madrid… A Europa é o seu limite! Desfrute da cultura vibrante, gastronomia deliciosa e paisagens deslumbrantes sem se preocupar com vistos.

Escolha seu novo lar: Paris, Cascais, Berlim, Madrid... A Europa é o seu limite! Desfrute da cultura vibrante, gastronomia deliciosa e paisagens deslumbrantes sem se preocupar com vistos.
Madrid, Espanha

8. Explore a Oceania com facilidade

Abra as portas para a Austrália e Nova Zelândia com o Working Holiday Visa. Combine trabalho e lazer em terras paradisíacas, aprimore seu inglês e viva experiências inesquecíveis.

9. Invista nos EUA com menos dinheiro

Enquanto brasileiros precisam de 500 mil dólares para investir nos EUA, cidadãos italianos desembolsam apenas 100 mil. Realize seus sonhos com menos burocracia e mais economia!

Para cidadãos brasileiros:

  • Investimento mínimo: USD 500.000 em uma área de negócios “diretamente” geradora de pelo menos 10 empregos permanentes.
  • Investimento em área rural ou infraestrutura: USD 900.000.

Para cidadãos italianos (e outros países da União Europeia):

  • Investimento mínimo: USD 100.000 em uma área de negócios “diretamente” geradora de pelo menos 10 empregos permanentes.
  • Investimento em área rural ou infraestrutura: USD 150.000.

Fontes que confirmam a informação:

10. Estados Unidos e Canadá sem visto

Viaje para os EUA e Canadá como turista por até 90 dias sem precisar de visto. Basta ter o passaporte italiano eletrônico e fazer o ESTA ou eTA Canada online. Fácil e prático!

Viaje para os EUA e Canadá como turista por até 90 dias sem precisar de visto. Basta ter o passaporte italiano eletrônico e fazer o ESTA ou eTA Canada online. Fácil e prático!

11. Bônus: Viva com mais segurança e liberdade:

Cidadãos italianos geralmente têm acesso a serviços públicos de qualidade, educação de excelência e um sistema jurídico confiável. Viva com mais tranquilidade e autonomia!

Conclusão:

A cidadania italiana é a chave para um futuro cheio de oportunidades, viagens incríveis e uma vida sem fronteiras. Invista no seu futuro e conquiste o mundo!

Ficou interessado em ter o passaporte italiano e ter todas as vantagens incríveis da cidadania italiana?

Fale com a Bendita Cidadania agora mesmo.

Veja os principais canais:

Whats App: (11) 97785-5000
Telefone: (11) 5096-7829
Email: c[email protected]
Facebook: facebook.com/benditacidadania

Leia também:

Quais as vantagens de morar na Itália? Estrangeiros explicam

Quantas pessoas obtêm cidadania italiana a cada ano?

Conheça todos os bônus sociais para cidadãos na Itália

Como montar a árvore genealógica para cidadania italiana

Conheça os 1000 sobrenomes italianos mais comuns

Sabia que existem mais de 350 mil sobrenomes italianos?

Quais os documentos para cidadania italiana

Dupla cidadania: conheça os países que proíbem a prática

O que é cadastro A.I.R.E. e como fazer?

Administrativo ou judicial: a forma legal para ter a cidadania italiana

Teste de italiano para processos de naturalização

Siga o Italianismo no Instagram

Deixa o seu comentário:

Destaques do editor

Destaque do Editor

O ranking mostra o posicionamento, o número de famílias e o número de municípios em que os sobrenomes italianos estão espalhados.

Estilo de vida

A Festa della Mamma foi introduzida no calendário na década de 1950

Cidadania Italiana

Ao contratar um advogado para processo de cidadania italiana, opte por um que mantenha representante no Brasil.

Cidadania Italiana

Senador Roberto Menia reforça críticas sobre reconhecimento da cidadania italiana no Brasil.

Itália no Brasil

Consulado Geral da Itália em São Paulo: Uma pequena itália na maior metrópole brasileira.

Economia

Consultoria fez estudo sobre taxa de sobrevivência de companhias.

Cidadania Italiana

Descaso com o Codice Fiscale: Conselheiro do CGIE denuncia "Gaming the System" nos consulados.

Cidadania Italiana

Passaporte em todo lugar: A partir de julho, correios italianos facilitam renovação e emissão

Esporte

Eventos em memória do brasileiro vão durar até o início de junho.

Cidadania Italiana

Caixa de pandora sul-americana: reconhecimento de cidadanias italianas sob suspeita.

Cidadania Italiana

Escândalo no reconhecimento da Cidadania Italiana na América do Sul. Nicola Occhipinti é chamado às pressas.

Itália no Brasil

Tenor comemora 30 anos de carreira em 2024 e chega ao Brasil em maio para cinco shows.