Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Sobrenome italiano

Celso Portiolli: comunicador bem brasileiro, mas com sangue italiano

O apresentador do Domingo Legal é filho de pai italiano e apaixonado pela terra de seus ascendentes.

PORTIOLLI
Celso Portiolli: comunicador bem brasileiro, mas com sangue italiano | Divulgação

Celso Portiolli, 55 anos, apresentador do programa Domingo Legal do SBT e um dos grandes nomes da televisão brasileira, é mais um ítalo-brasileiro de destaque em nosso país.

Filho do imigrante italiano Hercílio Portiolli e de Dibe Said Yunes Portiolli, Celso é o caçula de 12 irmãos e nasceu no dia 1º de junho de 1967 na cidade de Maringá, no Paraná.

Celso Portiolli em ação no rádio, aos 17 anos | Arquivo Pessoal

Rádio e política

Os primeiros passos na carreira foram dados ainda na adolescência, em 1984, quando começou a trabalhar em emissoras de rádio do Paraná, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e São Paulo.

Em Ponta Porã, cidade do Mato Grosso do Sul, tornou-se líder de audiência e diretor de uma rádio local. Sua popularidade era tão grande na cidade, que em 1992, aos 24 anos, foi eleito vereador pelo Partido Democrático Trabalhista (PDT).

Portiolli foi vereador aos 24 anos | Reprodução

O sonho da televisão

Fazendo grande sucesso no rádio, Celso Portiolli nunca deixou de lado seu sonho de trabalhar na televisão. Para realizar esse objetivo, em 1993 enviou uma fita para Silvio Santos com sugestões de quadros para o programa Topa Tudo Por Dinheiro, como as câmeras escondidas, por exemplo.

Ele enviou 11 ideias e sete foram aprovadas pela produção, o que levou a equipe do programa a convidá-lo para ser um dos redatores da atração.

Ao lado do “patrão” Silvio Santos, seu padrinho na televisão | Reprodução

Celso Portiolli na telinha

Em 1996, surgiu a oportunidade de comandar o Passa ou Repassa, programa que ficou no ar até 1998 e retornou à grade do SBT um ano depois, quando ficou até o ano 2000.

Em 1997, Celso apresentou outro programa, chamado Tempo de Alegria e, no ano seguinte, comandou sua terceira atração na emissora, batizada de Xaveco.

Celso Portiolli lançou em 1998 o CD “É Tempo de Alegria” pela gravadora Polydor/PolyGram, produzido por Michael Sullivan.

A primeira na frente das câmeras chegou em 1996 | Reprodução

Fantasia e Curtindo Uma Viagem

A partir de janeiro do ano 2000, Celso se tornou um dos apresentadores da terceira fase do programa Fantasia, ao lado de Márcia Goldschmidt, Christina Rocha, Otávio Mesquita e Lu Barsotti. A atração ia ao ar ao vivo todos os sábados, das 14h15 às 19h20.

Em julho de 2001, estreou o programa Curtindo uma Viagem na programação de domingo. O programa ficou no ar aos domingos à tarde nos primeiros meses, depois passou para os sábados, e retornou para os domingos até sair do ar, em 2002.

O apresentador comandou diversas atrações no SBT | Reprodução

Domingo Legal com Celso Portiolli

A partir de 2004, Celso Portiolli esteve à frente de outras atrações do SBT, como o programa Sessão Premiada, em que interagia com telespectadores por telefone e dava prêmios em dinheiro, e o Código Fama, show de calouros com cantores mirins.

Outros programas comandados pelo apresentador foram Charme, Curtindo com Reais, Namoro na TV e Ver Para Crer, este último ao lado do jornalista César Filho.

Em 2009, ele retornou ao rádio na Pool Web Radio com um programa de Flash Back chamado Interferência, que ainda está no ar. Nesse mesmo ano, Celso Portiolli assumiu o Domingo Legal, programa que comanda até hoje.

Celso Portiolli apresenta o Domingo Legal desde 2009 | Reprodução

Homenagem ao pai

Celso Portiolli é conhecido por dividir seus momentos em família e memórias nas redes sociais, como aconteceu em 2020, quando publicou uma foto de seu pai, Hercílio Portiolli, com uma legenda em sua homenagem.

Na legenda, ele lembra de uma conversa em que o pai disse que criou e educou 12 filhos, quebrou e se levantou algumas vezes, e que pretendia aproveitar um pouco a vida, pois já tinha trabalhado demais.

“Não deu tempo, pouco tempo depois foi embora para o céu. Foi o cara mais honesto que conheci, tinha palavra, era sincero, justo, generoso e com os próximos muito brincalhão. Me ensinou muito. Às vezes lembro do jeitão dele e penso: daria um excelente animador. Não me viu na TV, mas sempre respeitou o meu amor pela comunicação. Seu Hercílio, baita Pai!”, declarou Celso.

Em 2022, o apresentador disse em uma entrevista que o pai estava bem de vida antes de morrer e quis dividir parte de sua fortuna com Celso Portiolli, que se recusou a receber o dinheiro, por não querer gastar o que não ajudou a construir.

Celso no colo do pai, Hercílio, com o irmão Mário em primeiro plano | Arquivo Pessoal

Momentos com a mãe

Outro destaque das redes sociais de Celso Portiolli são os momentos de convívio com a mãe, a dona Dibe, de 96 anos. Em junho de 2022, ele publicou a reação da mãe ao entrar na casa de luxo que recebeu de presente do animador. “Muito chique, tô fora”, comentou dona Dibe, divertindo o filho e seus fãs.

Celso Portiolli e a mãe, dona Dibe | Arquivo Pessoal

Família e cidadania italiana

Celso Portiolli é casado com a designer de interiores Suzana Marchi desde 1998 e o casal tem três filhos: Pedro Henrique, Luana e Laura.

Em 2020, ele postou no Instagram fotos de uma viagem com a família pela Itália e disse que estava realizando o sonho de apresentar o país europeu à esposa e filhos.

No final de 2021, ele publicou uma foto de toda a família segurando seus passaportes italianos, comemorando a conquista da dupla cidadania.

Também no final de 2021, o apresentador revelou que havia descoberto um pequeno tumor na bexiga, mas como o câncer estava em estado inicial, foi possível ser retirado em uma cirurgia.

Família exibe passaportes italianos | Arquivo Pessoal

Sobrenome italiano

Segundo o site Cognomix, o sobrenome Portioli (a segunda letra L foi acrescentada no Brasil) tem origem na região do Vêneto e hoje existem 369 famílias com esse nome de família na Itália.

As regiões com maior prevalência desse sobrenome são Lombardia (210), Emília-Romanha (82) e o Vêneto (32).

Com a família na Itália: realização de um sonho | Arquivo Pessoal

Siga o Italianismo no Instagram

Deixa o seu comentário:

Destaques do editor

Destaque do Editor

O ranking mostra o posicionamento, o número de famílias e o número de municípios em que os sobrenomes italianos estão espalhados.

Destaque do Editor

A transmissão da cidadania italiana jure sanguinis pode ser comprovada por qualquer meio, diz a Corte de Cassação da Itália

Cotidiano

Prefeito perde batalha contra ítalo-brasileiros: A lei falou mais alto. Parece que o jogo virou, não é mesmo, senhor prefeito?

Cidadania Italiana

Ao contratar um advogado para processo de cidadania italiana, opte por um que mantenha representante no Brasil.

Cidadania Italiana

Cidadania italiana irregular: 92 cidades da província de Nápoles entram em investigação.

Cidadania Italiana

Silmara Fabotti, líder de esquema de cidadania italiana falsa, planejava fugir da Itália, relata juiz.

Cidadania Italiana

Descaso com o Codice Fiscale: Conselheiro do CGIE denuncia "Gaming the System" nos consulados.

Cidadania Italiana

Passaporte em todo lugar: A partir de julho, correios italianos facilitam renovação e emissão

Cidadania Italiana

A crescente diáspora italiana: Migração em massa em busca de melhores oportunidades e realização pessoal.

Itália no Brasil

Um voo histórico de solidariedade: A ajuda humanitária da Itália ao Rio Grande do Sul.

Itália no Brasil

Aviso por correio convoca os eleitores para participarem das eleições do Parlamento Europeu de 2024.

Cidadania Italiana

Investigação revela esquema de corrupção envolvendo falsos certificados de residência em troca de dinheiro e favores sexuais.