Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Sobrenome italiano

Jerry Adriani: cantor era apaixonado por sua origem italiana

Símbolo da Jovem Guarda, Jerry Adriani interpretou diversas canções italianas ao longo de sua carreira

sobrenome italiano adriani
Jerry Adriani: cantor era apaixonado por sua origem italiana

O cantor Jerry Adriani foi um dos artistas que mais honrou a origem de sua família vinda da Itália. Nascido no bairro do Brás, em São Paulo, gravou músicas em italiano, passou pelo rock e fez parte da Jovem Guarda, consagrando-se como um dos grandes nomes da música brasileira.

Jair Alves de Sousa nasceu em 29 de janeiro de 1947 na capital paulista, onde viveu uma típica vida das famílias ítalo-brasileiras nas grandes cidades.

Apaixonado pela música desde cedo, aprendeu a cantar em italiano com sua avó e debutou na carreira fonográfica gravando canções de compositores italianos.

Jerry Adriani lançou o primeiro disco em 1964 | Reprodução

Jerry Adriani, Italianíssimo

Em 1964, depois de um tempo cantando no grupo de rock Os Rebeldes, lançou o disco Italianíssimo, que trazia músicas como O Mio Signore e Um Bacio Piccolissimo.

Naquela época ele já havia adotado o nome artístico Jerry Adriani, em homenagem a dois artistas estrangeiros: o ator norte-americano Jerry Lewis e o cantor italiano Adriano Celentano.

Ainda em 1964, ele gravou seu segundo disco, batizado de Credi a Mi, também trazendo canções italianas, como Ho Chiusco Le Finestre e 24 Ore Al Giorno.

No ano seguinte veio o primeiro disco em português, Um Grande Amor. Na época, passou a apresentar o programa Excelsior a Go Go, na antiga TV Excelsior de São Paulo, ao lado do comunicador Luís Aguiar. Entre os convidados habituais estavam artistas como Os Vips, Os Incríveis, Trini Lopez e Cidinha Campos, entre outros.

O cantor, ator e apresentador era amado pelos fãs | Reprodução

Sucesso na TV Tupi

Entre 1967 e 1968, passou a apresentar A Grande Parada, programa da TV Tupi de São Paulo, ao lado de artistas como Neyde Aparecida, Zélia Hoffmann, Betty Faria e Marília Pera. Era um musical ao vivo com apresentações de grandes nomes da música popular brasileira.

Ele também acumulava participações em filmes como ator e cantor, incluindo as produções Essa Gatinha é Minha (1966), Jerry, A Grande Parada (1967) e Jerry em busca do tesouro (1967).

Nos primeiros discos, Jerry Adriani gravou apenas músicas italianas | Reprodução

O descobridor de Raul Seixas

Jerry Adriani foi o responsável pela ida do cantor baiano Raul Seixas para o Rio de Janeiro. Os dois eram amigos desde a época em que Raul tinha a banda Raulzito e os Panteras, em Salvador, que chegou a ser banda de apoio de Jerry por três anos.

Entre as músicas do repertório estavam Tudo Que É Bom Dura Pouco, Tarde Demais e Doce, Doce Amor, que foram compostas por Raul e eram interpretadas por Jerry Adriani. Entre 1969 e 1971, Raul Seixas foi seu produtor, até iniciar a carreira solo.

Na década de 1970, Jerry Adriani realizou shows em países como Venezuela, Peru, Estados Unidos, México e Canadá. Em 1975, participou de um musical no Hotel Nacional, Brazilian Follies, dirigido por Caribe Rocha, que ficou um ano e meio em cartaz. Nesse período, embarcou na soul music, gravando canções de Hyldon, Paulo César Barros e Robson Jorge.

Em 1981, Jerry Adriani fez um show no parque de exposição de Governador Valadares, em Minas Gerais, para mais de 30 mil pessoas.

Raul Seixas e Jerry Adriani: amizade e influência artística | Reprodução

Rock e mais música italiana

No começo da década de 1990, o cantor gravou um disco que trazia de volta suas origens do rock and roll, chamado Elvis Vive, um tributo a Elvis Presley.

Em 1994, a convite do ator e diretor Cecil Thiré, participou da novela 74.5: Uma Onda no Ar, produzida pela TV PLUS e exibida pela Rede Manchete e veiculada também em Portugal, com grande sucesso.

Em 1999, Jerry Adriani lançou o álbum Forza Sempre, com músicas da banda Legião Urbana em italiano. Foi um dos maiores sucessos de sua carreira pós-Jovem Guarda, atingindo a marca de 200 mil cópias vendidas. A canção Santa Luccia Luntana foi incluída na trilha sonora da novela Terra Nostra.

Em 2001, lançou o CD Tudo me lembra você, título da faixa que fez parte da trilha sonora da novela Roda da Vida, exibida pela TV Record. O disco trazia Amor que eu lhe trouxe, de Zeca Baleiro, Fonte Cristalina, de Peninha e Cavaleiro das estrelas, que compôs em homenagem a Raul Seixas.

Em 2002, lançou o CD O som do barzinho 11, no qual interpretrava clássicos da canção italiana, como Canzone per te, Io che amo solo te, Per amore e Cose della vita.

A influência da música italiana percorreu toda a trajetória do cantor | Reprodução

Jerry Adriani e os amigos da Jovem Guarda

Em 2005, participou do projeto Festa de arromba – 40 anos da Jovem Guarda, apresentado durante todo o mês de agosto, no Teatro II do Centro Cultural do Banco do Brasil, no Rio de Janeiro. O show passou também por Brasília e São Paulo e teve participações de artistas como Waldirene, Erasmo Carlos e Wanderléa.

Em 2007, gravou o DVD, Jerry Adriani Acústico Ao Vivo, no Canecão, Rio de Janeiro, também lançado em CD, com releituras de sucessos que se tornaram clássicos de sua carreira e algumas canções inéditas.

Nos últimos anos de carreira, Jerry Adriani homenageou heróis e amigos | Reprodução

O intérprete Jerry Adriani

Em seus shows de divulgação do CD, o cantor incluiu sucessos da música pop nacional e internacional, como Monte Castelo (Legião Urbana) e As tears go by (Rolling Stones).

Em 2011, lançou o CD Pop, Jerry & Rock, com homenagens a Raul Seixas e Tim Maia. No ano seguinte, apresentou o show Jerry toca Raul & Elvis, no Teatro Rival, no Rio de Janeiro.

Em 2014, em comemoração aos 50 anos de carreira, realizou excursão pelo Brasil. Em 2016, gravou o CD e DVD ao vivo Outro Jerry Adriani. A apresentação foi filmada em preto e branco e incluiu sucessos de Ivan Lins (Lembra de mim), Lenine (A medida da paixão) e Nana Caymmi (Resposta ao tempo).

O artista morreu em 2017 e deixou um enorme legado para a música brasileira | Reprodução

Morte

Jerry Adriani morreu aos 70 anos, em 23 de abril de 2017, vítima de um câncer de pâncreas. A doença evoluiu rapidamente, depois de duas semanas de internação no Hospital Vitória na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro.

O cantor já vinha tratando uma trombose venosa na perna, mas continuou a fazer shows até pouco antes de ser internado. Seu corpo foi sepultado no Cemitério de São Francisco Xavier, no Caju. Jerry tinha três filhos e um neto.

Brasão da família Adriani

Sobrenome

Segundo o site Cognomix, o sobrenome italiano Adriani é toponímico, com origem no nome de uma localidade. Ele deriva do latim Hadrianus, forma como era chamado o cidadão oriundo da cidade de Hadria, atualmente Ádria, ao sul de Veneza, que originou a denominação Mar Adriático.

Esse sobrenome tem várias linhagens, em áreas como Vicenza, Florença, Ilha de Elba, Livorno, Perugia, Abruzzo, Teatine, Teramo, L ‘Aquila, Rieti, Frosinone, Roma e Bari.

Existem aproximadamente 644 famílias Adriani na Itália, com maior predominância no Lázio (242), Umbria (67) e Abruzzo (67).

O sobrenome Adriani é 893° em popularidade na região da Úmbria, o 345º na província de Rieti e o 11º mais popular na cidade de Marciana Marina (Livorno).

Siga o Italianismo no Instagram

Deixa o seu comentário:

Destaques do editor

Destaque do Editor

Descubra como obter a cidadania italiana de forma segura e eficiente!

Estilo de vida

A Festa della Mamma foi introduzida no calendário na década de 1950

Cidadania Italiana

A cidadania italiana de Giovanna Ewbank: uma narrativa de rápido sucesso ou marketing disfarçado?

Cidadania Italiana

Senador Roberto Menia reforça críticas sobre reconhecimento da cidadania italiana no Brasil.

Cidadania Italiana

Cidadania negada: Quando a sobriedade é muito mais que uma questão de etiqueta.

Itália no Brasil

Consulado Geral da Itália em São Paulo: Uma pequena itália na maior metrópole brasileira.

História

Roma: a cidade imponente, erguida sobre os alicerces da história, celebra seu aniversário em 21 de abril

Economia

Consultoria fez estudo sobre taxa de sobrevivência de companhias.

Cultura

Ranking foi divulgado pela versão espanhola da revista People

Turismo

Viajantes vão desfrutar de 266 milhões de pernoites.

Variedades

Mario Parlato afirmou que ficou feliz com a aquisição.

Cultura

Exposição curada por brasileiro Adriano Pedrosa começa em 20/4