Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Cotidiano

Como a Itália escolhe seus Ministros do Supremo, a Corte Constitucional

Quinze membros compõem a Corte Constitucional da Itália.

Itália Ministros Supremo Corte
A lei é igual para todos. Como a Itália escolhe seus ministros da Corte Constitucional | Foto: Arquivo

Enquanto no Brasil o debate se concentra nas indicações dos chamados “amigos do rei” para o Supremo Tribunal Federal (STF), na Itália, os membros da Corte Constitucional são selecionados por meio de um processo rigorosamente regulamentado que inclui a participação do Parlamento, do Presidente da República e das cortes superiores do país.

O Parlamento italiano indica três membros da Corte, representando cada uma das três principais forças políticas na Câmara dos Deputados e no Senado. O Presidente da República contribui com outros três indicados, enquanto as cortes superiores nomeiam os últimos cinco.

Os requisitos para ser indicado são claros: ser cidadão italiano, ter no mínimo 40 anos e contar com, pelo menos, 25 anos de experiência profissional em direito. Uma vez escolhidos, os membros da Corte Constitucional desfrutam de um mandato de nove anos, sem chance de recondução.

Esse intricado processo é regido pela Lei Fundamental da República Italiana, datada de 1948. Resumindo, a escolha dos membros da Corte Constitucional da Itália se desdobra da seguinte maneira:

  • Parlamento italiano: indica três membros, um por cada uma das três principais forças políticas representadas na Câmara dos Deputados e no Senado.
  • Presidente da República: indica três membros.
  • Cortes superiores do país: indicam cinco membros.

Requisitos para ser indicado para a Corte Constitucional da Itália:

  • Ser cidadão italiano.
  • Ter pelo menos 40 anos de idade.
  • Ter pelo menos 25 anos de experiência profissional em direito.

Mandato:

  • Nove anos, sem possibilidade de recondução.

Como é em Portugal

O Tribunal Constitucional de Portugal é formado por 13 juízes, sendo dez eleitos pela Assembleia da República (Parlamento português) e três escolhidos pelo próprio Tribunal, para um mandato de nove anos, vedada a recondução.

Dos 13 membros, pelo menos seis têm que ser escolhidos dentre juízes de outros tribunais portugueses. O restante, juristas.

Não há limites mínimos e máximos de idade ou aposentadoria compulsória.

Siga o Italianismo no Instagram

Deixa o seu comentário:

Destaques do editor

Itália no Brasil

Programa percorre cidades brasileiras para mostrar a influência e o legado do povo italiano no país.

Cidadania Italiana

Projeto de Lei no Senado Italiano gera debate sobre possíveis mudanças na cidadania italiana.

Cidadania Italiana

Val di Zoldo: Desafios administrativos, protestos e o embate com a cidadania ítalo-brasileira.

Cotidiano

Facilite sua vida na Itália em 2024 com esses 16 aplicativos essenciais.

Cotidiano

Itália desafia limites: Quer a construção da ponte suspensa mais longa do mundo.

Cidadania Italiana

Subsecretário italiano afirma que a Lei 91 de 92, que rege a cidadania no país, está adequada e não deve ser alterada.

Arte & Cultura

Russell Crowe revela orgulho por suas raízes italianas durante o Festival de Sanremo.

Destinos

Preparando o terreno: estratégias inteligentes para economizar nas reservas de voos para a Itália.

Cidadania Italiana

A italianidade que corre nas veias: por que limitar o direito à cidadania?

Estilo de vida

Descubra as razões por trás da diferença entre o Dia dos Namorados no Brasil e na Itália.

Cotidiano

Deputado Fabio Porta insta governo italiano a agir com urgência no acordo de conversão de CNH com o Brasil.

Itália no Brasil

Estação 'Nova Vicenza', símbolo intocado da imigração italiana, ganha destaque nas páginas do Il Giornale di Vicenza