Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Economia

Surto de peste suína na Itália ameaça produtos típicos

Peste ameaça exportação de salame, linguiça e presunto italiano. Prejuízo pode chegar a 1,7 bilhão de euros

peste suina Itália
Surto de peste suína na Itália ameaça produtos típicos

O primeiro bloqueio nas exportações de embutidos e suínos produzidos na Itália já chegou. Por precaução, o cancelamento de compras de produtos da Itália foram anunciadoas depois da descoberta de novos casos de peste suína africana.

Ação Contra as filasAção Contra as filas

Suíça, China, Japão, Taiwan e Kuwait anunciaram as primeiras restrições.

A peste suína africana (PSA) é uma doença altamente contagiosa que, no entanto, não é transmitida ao homem, mas apenas entre porcos e javalis, causando danos consideráveis ​​para a cadeia de abastecimento. 

Em risco está a produção de produtos típicos, como salames, linguiças e presuntos crus italianos, como o de Parma, por exemplo.

E o fato de a China estar entre os primeiros países a adotar medidas restritivas é amplamente justificado pelo fato de que nos últimos meses Pequim teve que combater uma gravíssima epidemia de peste suína africana, que levou ao abate de dezenas de milhões de animais, criando uma lacuna de oferta na Ásia.

A associação de agricultores italianos Coldiretti disse que alertou repetidamente sobre a ameaça da multiplicação de javalis, que agora totalizam 2,3 milhões no país.

A doença é altamente contagiosa e muitas vezes letal para os porcos, e é endêmica na ilha da Sardenha desde a década de 1970, segundo a AFP.

A estirpe encontrada em Itália corresponde a uma que circula na Europa desde 2007, disse a Organização Mundial de Saúde Animal.

“No ano passado, as exportações do setor de suínos movimentaram mais de 1,5 bilhão de euros, dos quais 500 milhões de euros foram destinados a mercados não comunitários”, comentou o presidente da Confagricoltura, Massimiliano Giansanti.

200

Deixa o seu comentário:

Publicidade

Série

Rádio e TV italiana

Siga o Italianismo

Destaques do editor

Comer e beber

Quitute é fabricado por uma queijaria do Vallo di Diano, no sul do país. Ele pesa 1,5 kg e custa mais de R$ 150

Economia

Exportações agroalimentares italianas alcançam 50 bilhões de euros em 2021

Comer e beber

Dos 9 milhões de presuntos produzidos por ano, 7,5 milhões são consumidos na Itália Deixa o seu comentário:

Itália no Brasil

Evento contará com o tradicional Tombo da Polenta e feira de produtos artesanais Deixa o seu comentário:

Comer e beber

Tremores não atingiram apenas o coração geográfico, mas também seu coração gastronômico. Deixa o seu comentário: