Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Economia

Vinho, massas e azeite: a Itália exporta como nunca

Exportações agroalimentares italianas alcançam 50 bilhões de euros em 2021

italia exporta
Vinho, massas e azeite: a Itália exporta como nunca | Image Bank

“Mais comida italiana nas mesas de todo o mundo. O efeito da pandemia, nos dois anos entre 2020 e 2021, permitiu que o produto agroalimentar fabricado na Itália aumentasse sua presença melhor do que muitos concorrentes comerciais fizeram”. É o que diz uma reportagem da Gambero Rosso.

A revista calcula que o mundo elegeu duante a pandemia o made in Italy como um produto de qualidade. 

Com vendas na casa dos 7 bilhões de euros, o vinho foi o carro-chefe dessas compras, mas as massas, os queijos, salames e o azeite extravirgem de oliva apresentaram resultados muito expressivos também no exterior.

Segundo, Denis Pantini, gerente agroalimentar da Nomisma, empresa italiana de pesquisa econômica e consultoria, 2021 será lembrado como “um ano extraordinário para as exportações italianas”.

“O crescimento envolveu vários produtos que não são commodities, trazendo ganhos parra a Itália em muitos mercados mundiais”, afirmou.

Os números publicados dão conta de que em 2015 as exportações agroalimentares faturavam pouco mais de 30 bilhões de euros.

Esse número saltou para mais de 50 bilhões de euros em 2021, com um crescimento de 11 % em relação a 2020 e 15% em relação a 2019, ano pré-pandemia.

Os vinhos italianos ocupam lugar de destaque, nesses números, sendo a força motriz das exportações, com participação de 14% em volume e aumento de 12,7% em valor em relação a 2020.

Reflexos da guerra entre a Ucrânia e Rússia

As autoridades, no entanto, estão apreensivas com o ano de 2022 por conta do aumento de custos de produção (energia, insumos etc.) que afetará a competitividade de preços e também com a guerra entre a Ucrânia e a Rússia.

O eurodeputado Paolo de Castro, que preside o Comitê Científico da Nomisma declarou ao Gambero Rosso: “As sanções ao setor agroalimentar da Rússia gerarão dificuldades diretas (como a exportação) e indiretas, pois vários países que não conseguiram entrar mais na Rússia, irão mirar a União Europeia”.

De qualquer forma, agora com a guerra na Ucrânia são esperadas consequências devastadoras para todos, especialmente porque o conflito ocorre após dois anos de uma pandemia global, que já testou a resiliência e as economias de todos os países.

200

Deixa o seu comentário:

Publicidade

Série

Rádio e TV italiana

Siga o Italianismo

Destaques do editor

Comer e beber

Quitute é fabricado por uma queijaria do Vallo di Diano, no sul do país. Ele pesa 1,5 kg e custa mais de R$ 150

Economia

Peste ameaça exportação de salame, linguiça e presunto italiano. Prejuízo pode chegar a 1,7 bilhão de euros

Comer e beber

A garrafa de vinho mais preciosa do mundo foi feita na Itália: é um Amarone della Valpolicella, enfeitado com diamantes e rubis

Comer e beber

Apesar da queda de produção de 9% (44,5 milhões de hectolitros), a Itália continua como maior produtora mundial do setor

Comer e beber

O novo Guia Bibenda 2022 elegeu os dez melhores vinhos da Itália: aqui estão as excelências

Cotidiano

Robô submarino tira fotos do navio e da carga de ânforas que datam do século II a.C.

Comer e beber

Descubra como uma taça de vinho pode trazer uma boa dose de saúde e bem-estar para o seu dia a dia.

Comer e beber

Beber um bom vinho durante as refeições ou no fim do dia é o capricho de muita gente, sem contar as pessoas que acham...

Comer e beber

Consórcio para a proteção de um dos produtos mais famosos do mundo presta auxílio aos necessitados

Comer e beber

O New York Times selecionou os melhores vinhos baratos do mundo abaixo de 20 euros: na lista estão cinco rótulos italianos

Itália no Brasil

O Brasil importou da Itália em 2020 cerca de US$ 231 milhões em vinhos, massas e outros produtos do Made in Italy. Um aumento...

Cotidiano

As exportações de massas da Itália para a Alemanha aumentaram 20% com relação ao ano anterior em 2020