Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

Italianismo

História

Nome de Cristóvão Colombo é associado à escravidão e brutalidade

Onda de protesto contra o genovês reacende debate sobre papel do conquistador

Onda de protesto contra o italiano de Gênova reacende debate sobre papel do conquistador

A ideia de que eventos supostamente heróicos da história podem ser vistos de uma perspectiva diferente, ou seja, do lado do oprimido, não é nova.

Há opiniões divergentes particularmente em relação à figura de Cristóvão Colombo, especialmente nas regiões de língua espanhola em ambos os lados do Atlântico e também nos Estados Unidos.

Seu nome está associado à escravidão e à brutalidade.

A onda de indignação, que se arrasta na última década, ganhou força nos últimos dias nos Estados Unidos.

Desde 25 de maio, quando começaram os protestos pela morte do ex-segurança negro George Floyd, asfixiado por um policial branco em Minneapolis, os vândalos derrubaram várias estátuas de personagens vinculados à história colonial ou às discriminação.

Em Saint Paul, no Minnesota, uma estátua de Colombo foi derrubada. Dias depois, um monumento erguido em 1927 foi vandalizado em Richmond, na Virgínia, tendo sido posteriormente atirado para um lago. Em Boston, uma estátua do explorador tinha sido decapitada.

Neste sábado, 04 de julho, marcado pela independência dos Estados Unidos, manifestantes antirracismo, demoliram mais uma estátua ligada à história colonial. 

A imagem de Cristóvão Colombo, na cidade de Baltimore, na costa leste do país, foi derrubada.

Na noite do dia anterior, Donald Trump fez um discurso tenso contra os manifestantes, classificados por ele como uma “multidão raivosa” que quer “apagar a história dos Estados Unidos”.

“Vamos lutar juntos pelo sonho americano e defenderemos, protegeremos e preservaremos o estilo de vida americano que começou em 1492 quando Cristóvão Colombo descobriu a América”, declarou Trump, após atacar manifestantes que denunciam a discriminação racial no país.

“Estamos derrotando a esquerda radical, os marxistas, os anarquistas e os agitadores e saqueadores. Nunca permitiremos que uma multidão enfurecida destrua nossas estátuas, apague nossa história e doutrine nossos filhos”, afirmou.

Nascido em Gênova, em 1451, o navegador italiano foi o primeiro europeu a chegar nas terras do continente americano, chamado de Novo Mundo, em 1492.

Curiosidades

  • O nome Colombo inspirou o nome de um país, Colômbia e duas regiões da América do Norte: Colúmbia Britânica, no Canadá, e o Distrito de Colúmbia, nos Estados Unidos.
  • Cristóvão Colombo foi o primeiro homem a comprovar que o mundo era realmente redondo.
  • Oito anos depois da descoberta de Colombo, Pedro Álvares Cabral avistou as terras pertencentes ao Brasil.

Deixa o seu comentário:

Mais de Italianismo

História

Cristóvão Colombo era genovês, português ou espanhol? O DNA dos ossos vai tentar resolver o enigma.

Itália no Brasil

21 DE FEVEREIRO: DIA DE CELEBRAR A IMIGRAÇÃO ITALIANA NO BRASIL

História

Em Gênova, na Itália, nasce o Museu Nacional da Emigração Italiana

Cotidiano

"Lavei seu carro, mas tem um probleminha: acabei com ele"

Receitas

O mais famoso e amado em todo o mundo é o pesto genovês. Veja como fazer Deixa o seu comentário:

Cotidiano

Lei regional já autoriza sepultamento de bichos de estimação com seus donos Deixa o seu comentário:

Cidadania Italiana

Imigrantes não sabiam qual seria o seu destino

Comer e beber

'Nonnas' italianas explicam como fazer o melhor molho para massas

2016-2021 – Permitida a reprodução de qualquer conteúdo desde que citado, obrigatoriamente, o Italianismo.