Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

História

Nome de Cristóvão Colombo é associado à escravidão e brutalidade

Onda de protesto contra o genovês reacende debate sobre papel do conquistador

Onda de protesto contra o italiano de Gênova reacende debate sobre papel do conquistador

A ideia de que eventos supostamente heróicos da história podem ser vistos de uma perspectiva diferente, ou seja, do lado do oprimido, não é nova.

Há opiniões divergentes particularmente em relação à figura de Cristóvão Colombo, especialmente nas regiões de língua espanhola em ambos os lados do Atlântico e também nos Estados Unidos.

Seu nome está associado à escravidão e à brutalidade.

A onda de indignação, que se arrasta na última década, ganhou força nos últimos dias nos Estados Unidos.

Desde 25 de maio, quando começaram os protestos pela morte do ex-segurança negro George Floyd, asfixiado por um policial branco em Minneapolis, os vândalos derrubaram várias estátuas de personagens vinculados à história colonial ou às discriminação.

Em Saint Paul, no Minnesota, uma estátua de Colombo foi derrubada. Dias depois, um monumento erguido em 1927 foi vandalizado em Richmond, na Virgínia, tendo sido posteriormente atirado para um lago. Em Boston, uma estátua do explorador tinha sido decapitada.

Neste sábado, 04 de julho, marcado pela independência dos Estados Unidos, manifestantes antirracismo, demoliram mais uma estátua ligada à história colonial. 

A imagem de Cristóvão Colombo, na cidade de Baltimore, na costa leste do país, foi derrubada.

Na noite do dia anterior, Donald Trump fez um discurso tenso contra os manifestantes, classificados por ele como uma “multidão raivosa” que quer “apagar a história dos Estados Unidos”.

“Vamos lutar juntos pelo sonho americano e defenderemos, protegeremos e preservaremos o estilo de vida americano que começou em 1492 quando Cristóvão Colombo descobriu a América”, declarou Trump, após atacar manifestantes que denunciam a discriminação racial no país.

“Estamos derrotando a esquerda radical, os marxistas, os anarquistas e os agitadores e saqueadores. Nunca permitiremos que uma multidão enfurecida destrua nossas estátuas, apague nossa história e doutrine nossos filhos”, afirmou.

Nascido em Gênova, em 1451, o navegador italiano foi o primeiro europeu a chegar nas terras do continente americano, chamado de Novo Mundo, em 1492.

Curiosidades

  • O nome Colombo inspirou o nome de um país, Colômbia e duas regiões da América do Norte: Colúmbia Britânica, no Canadá, e o Distrito de Colúmbia, nos Estados Unidos.
  • Cristóvão Colombo foi o primeiro homem a comprovar que o mundo era realmente redondo.
  • Oito anos depois da descoberta de Colombo, Pedro Álvares Cabral avistou as terras pertencentes ao Brasil.

Siga o Italianismo no Instagram

Deixa o seu comentário:

Destaques do editor

Estilo de vida

Por que não adotar o sobrenome do seu marido na Itália: Entenda os motivos.

Cotidiano

Pontremoli lança programa “Residentes do Futuro” para estimular novos moradores.

Cidadania Italiana

Congresso terá presença de figuras relevantes do judiciário italiano, do Ministério do Interior e da Procuradoria Geral do Estado

Comer e beber

Verdade ou mito: Os italianos realmente comem pasta todos os dias?

Cidadania Italiana

Da Itália à Espanha: A jornada de Riccardo Consoli em busca de um futuro mais acolhedor.

Cidadania Italiana

Os brasileiros estão entre as dez nacionalidades que mais obtiveram uma cidadania da União Europeia em 2022.

Turismo

Iniciativa conta com 28 municípios divididos em 10 regiões

Cidadania Italiana

Brasil destaca-se como o 4º país com mais cidadãos adquirindo nacionalidade italiana.

Cidadania Italiana

O ius soli é um problema falso, não é necessário: os números desconstroem a narrativa da esquerda, segundo jornalista.

Arte & Cultura

Russell Crowe se apresentará no anfiteatro de Pompeia.

Cinema italiano

Massimiliano Narciso trabalhou como designer de ‘War is Over’ no curta-metragem de animação inspirado na música de John e Yoko.

Cotidiano

Enel mancha a reputação italiana no Brasil devido a constantes falhas no fornecimento de energia em São Paulo