Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Arte & Cultura

Ucrânia vence a Eurovision em Turim

Ucrânia dispara com voto do público e vence o Eurovision 2022

Ucrânia eurovision
Ucrânia vence a Eurovision em Turim | Youtube

A Ucrânia venceu, neste sábado (14), a 66º edição da Eurovision com a música ‘Stefania’, da banda Kalush Orchestra. O país obteve 631 pontos, dos quais 439 foram da votação do público. Já a Itália ficou no sexto lugar, com 268 pontos. 

Ação Contra as filasAção Contra as filas

A música ‘Stefania’, um rap que mistura ritmos do folclore local, foi composta pouco antes da invasão da Ucrânia pela Rússia.

Veja a apresentação da Banda Kalush Orchestra na grande final:

https://youtu.be/F1fl60ypdLs

Mas a letra, apresentada como uma mensagem enviada a uma mãe, ganhou força com o contexto atual.

Com frases como “Eu sempre encontrarei o meu caminho de volta para casa, mesmo se todas as estradas estiverem destruídas”, a canção parece falar aos milhões de ucranianos que tiveram que fugir do país.

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, parabenizou o grupo pela vitória em postagem nas redes sociais.

“Nossa coragem impressiona o mundo, nossa música conquista a Europa”. Zelensky ainda lembrou que, em 2023, o país sediará a decisão do festival e pediu pela paz em território ucraniano.

No discurso da vitória, um dos membros da banda, Oleh Psiuk, reforçou os pedidos de ajuda à Ucrânia e pela cidade de Mariupol, uma das mais devastadas pela invasão russa.

No pódio do festival, ficou o Reino Unido em segundo lugar, com 466 pontos, e a Espanha na terceira posição com 459 pontos. 

Veja aqui a pontuação final dos 25 finalistas da eurovision 2022, em Turim: 

1º Ucrânia — 631

2º Reino Unido — 466

3º Espanha — 459

4º Suécia — 438

5.º Sérvia — 312

6º Itália — 268

7º Moldávia — 253

8º Grécia — 215

9º Portugal — 207

10º Noruega — 182

11º Países Baixos — 171

12º Polônia — 151

13.º Estônia — 141

14º Lituânia — 128

15º Austrália — 125

16º Azerbaijão — 106

17º Suíça — 78

18º Romênia — 65

19º Bélgica — 64

20º Armênia — 61

21º Finlândia — 38

22º República Checa — 38

23º Islândia — 20

24º França — 17

25º Alemanha — 6

Criado em 1956, a Eurovision conta com a participação de praticamente todos os países do velho continente, além de algumas nações convidadas especiais – como a Austrália ou o Marrocos. A grande final é sempre transmitida ao vivo pela televisão em toda a Europa e tem uma audiência de quase 200 milhões de pessoas.

O Eurovision ficou conhecido por ter revelado grandes nomes da música internacional, como o espanhol Julio Iglesias, grupo sueco Abba nos anos 70. A cantora canadense Celine Dion e a atriz britânica Olivia Newton-John também já participaram.

200

Deixa o seu comentário:

Publicidade

Série

Rádio e TV italiana

Siga o Italianismo

Destaques do editor

Arte & Cultura

Eurovision começa com a promessa de levar à Itália um grande espetáculo musical

Una buona notizia!

42 menores se mudaram para a pequena Fosciandora, na Toscana

Cotidiano

Durante o diálogo, o premiê cobrou a instituição de um cessar-fogo “o quanto antes”

Comer e beber

Além de armas, Itália enviou milhares de pacotes ultracompactos para apoiar os combatentes contra a Rússia

Destinos

O Carnaval tem uma variedade de celebrações ao redor do mundo, mas há uma festa inusitada que "pinta" uma cidade italiana

Cotidiano

Confisco de iates e contas bancárias feito pelo ministério da Economia e das Finanças italiano já chegou aos 140 milhões de euros

Cotidiano

Morto há 141 anos, o escritor Fiódor Dostoiévski (1821-1881) virou alvo na Itália por causa da invasão da Ucrânia pela Rússia. Deixa o seu...

Cotidiano

Senador sempre criticou as sanções econômicas da União Europeia contra a Rússia

Cotidiano

Crise ucraniana: mil refugiados já estão na Itália, mas pelo menos 900 mil podem chegar. Aqui está o plano de acolhimento

Cotidiano

O primeiro-ministro da Itália, Mario Draghi, disse que ataque russo é virada decisiva na história europeia.

Cotidiano

Salvini se opôs, após o anúncio da União Europeia, sobre o envio de ajuda militar à Ucrânia

Cotidiano

Monumentos da Itália foram iluminados em solidariedade ao povo ucraniano