Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Economia

Petrolífera italiana cede às exigências de Putin e negocia em rublos

Itália cede às exigências de Moscou e contorna embargo europeu

Petrolífera italiana
Petrolífera italiana cede às exigências de Putin e negocia em rublos

A empresa petrolífera ENI abriu uma conta em rublos e outra em euros no Gazprombank para comprar energia russa.

Ação Contra as filasAção Contra as filas

A abertura de conta em rublos não viola as sanções da União Europeia à Moscou, garante a empresa, mas a Comissão Europeia entende o contrário. 

30% do capital da ENI pertence ao governo italiano.

Na semana passada, o primeiro-ministro Mario Draghi tinha afirmado que seria possível que as empresas europeias pudessem comprar produtos e energéticos russo sem que isso configurasse o descumprimento da proibição de importações anunciada pela Comissão Europeia no início de maio.

De acordo com um comunicado da própria empresa, a ENI já deu início ao processo de abertura de duas contas correntes no Gazprombank, o braço financeiro da petrolífera estatal russa Gazprom, uma em rublos e outra em euros, “como precaução”, explica a empresa, que acrescenta que o prazo para o cumprimento das obrigações contratuais estão se aproximando do prazo limite.

A ENI salienta que a abertura das contas sucede depois de a Gazprom ter pedido unilateralmente “para emendar os contratos existentes entre as partes, de acordo com o novo procedimento de pagamento de gás estabelecido pela Federação Russa”. A empresa diz que se opõe às alterações feitas pela Gazprom, mas que iria abrir as contas a título temporário, “sem prejuízo dos seus direitos contratuais, que continuam a prever o pagamento em euros”.

Segundo a Bloomberg, cerca de 20 empresas europeias estão nessas condições, ou seja, abrindo contas em rublos para acomodar as exigências de pagamento implementadas pelo governo de Vladimir Putin para a compra de petróleo e gás natural liquefeito.

200

Deixa o seu comentário:

Publicidade

Série

Rádio e TV italiana

Siga o Italianismo

Destaques do editor

Cotidiano

Inflação é puxada pelos preços de energia, que apresentaram crescimento por causa da invasão da Ucrânia pela Rússia

Cotidiano

Os trinta diplomatas russos expulsos da Itália são "pessoas indesejáveis". Moscou: nós responderemos

Cotidiano

Durante o diálogo, o premiê cobrou a instituição de um cessar-fogo “o quanto antes”

Cotidiano

EUA alertaram que 'ataque' pode começar a qualquer momento

Cotidiano

Preço do combustível na Itália cai 31% após isolamento

Vida & Estilo

Italianos já doaram 525 mi de euros para enfrentar coronavírus. Berlusconi doou € 10 milhões. Outros grandes benfeitores preferiram o anonimato