Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo
italianos exterior
Nova lei orçamentária prevê benefícios para italianos no exterior

Cotidiano

Nova lei orçamentária prevê benefícios para italianos no exterior

Várias medidas de interesse para os italianos no exterior. Redução de impostos, fundos para língua, cultura e Made in Italy

O parlamento da Itália aprovou a Lei Orçamentária 2021, e são várias as medidas de interesse para os italianos no exterior.

Fomentar as relações culturais e econômicas entre a Itália e os italianos no exterior. Essa é a premissa básica para os recursos que serão investidos ao longo desse ano.

Imposto menor para italianos no exterior

A primeira medida diz respeito à redução de 50% do IMU (Imposto Único Municipal, pago pelos proprietários de áreas edificadas e terrenos) e 1/3 do TARI (imposto relativo ao serviço de coleta de lixo e destinação de resíduo), para os italianos que têm casa na Itália, mas vivem no Exterior.

Além disso, proprietários de imóveis na Itália que residam no exterior poderão se candidatar para receber bônus para reformas de casas.

Mais dinheiro para o Comites

Nove milhões de euros serão destinados para a restruturação dos órgãos representativos da comunidade italiana, Comites, e do CGIE (Conselho Geral dos Italianos no Exterior), que prevê implantação experimental do voto eletrônico.

Incentivo para profissionais altamente qualificados

Há incentivos fiscais – de 5 + 5 anos – para profissionais altamente qualificados, não inscritos no AIRE, que desejam retornar para a Itália. A proposta para o “retorno do cérebro” prevê condições especias de renda e imóveis.

Promoção da língua italiana no exterior

A nova lei orçamentária prevê ainda quase 135 milhões de euros para os próximos três anos para a promoção da língua e cultura italiana no estrangeiro.

Incentivo para o turismo de retorno

A criação de um fundo para incentivar o “turismo de retorno” também recebeu destaque na lei orçamentária.

Com cerca de 80 milhões de residentes no exterior e seus descendentes, esse tipo de turismo é pensado como um grande recurso para a Itália.

Há ainda apoio ao Made in Italy e à internacionalização de empresas através das Câmaras de Comércio italianas no exterior, ICE e ENIT.

Setor de restaurantes com a marca italiana no mundo também devem receber incentivos – um milhão de euros por ano, para os próximos três anos.

Por fim, notícia ruim para as escolas italianas no estrangeiro com menos de 300 alunos: elas vão perder autonomia, e incentivos financeiros.

Leia também

* * * * *

Gostou do artigo? Então comente ou compartilhe nas suas redes sociais.

Deixa o seu comentário:

Destaques do editor

Cotidiano

Provocativa ordem foi assinada pela prefeita de Ferriere, no norte da Itália

Cidadania Italiana

Cidadania italiana no Exterior é capital importante para fortalecer o Made in Italy no mundo

Cidadania Italiana

O roteiro para reconhecimento da cidadania italiana no Consulado Geral da Itália no Rio de Janeiro foi modificado. Deixa o seu comentário:

Cidadania Italiana

Reforma do processo civil promete prazos rápidos e menos burocracia

Cotidiano

Relatório Anual sobre os Italianos no Exterior foi divulgado nesta terça-feira

Cotidiano

Prefeito quer incentivar o investimento de italianos no município, que foi berço da colonização italiana do Sul de SC

Cotidiano

Projeto de lei é apresentado depois cidades italianas lançarem iniciativas para vender casas por 1 euro

Itália no Brasil

"Quanto mais informados os usuários estiverem, mais rapidamente podemos emitir os serviços", diz cônsul.

Cotidiano

O projeto de lei introduz o abono universal para crianças e jovens

Turismo

Mais da metade dos italianos está planejando suas férias de verão. Aqui estão as tendências deste ano

Cotidiano

Até 2025, será ainda possível fumar em locais isolados.

Vida & Estilo

Ranking Eurostat revela que é em Trento, no norte da Itália, que os homens vivem mais tempo. Deixa o seu comentário: