Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Herança italiana

Galzerano: família italiana virou referência em produtos para bebês

O imigrante italiano Giovanni Galzerano fundou em 1960 uma das principais marcas de carrinhos para bebês do país

galzerano
Giovanni Galzerano chegou ao Barsil em 1948 | Ilustração / André Mecatti / Ciesp

A família Galzerano chegou da Itália em 1948 e foi para o interior de São Paulo. Hoje esse nome é referência no mercado de carrinhos de bebê.

Os Galzerano foram mais uma dentre as milhares de famílias italianas que deixaram a Europa com destino a América do Sul em busca de oportunidades de trabalho, entre o final do século 19 até a primeira metade do século 20.

Naquela grande onda de imigração, estava a família de Giovanni Galzerano, que nasceu em 19 de fevereiro de 1934 na pequena cidade de Campora, na província de Salerno, região da Campânia, na Itália.

Faça um tour virtual pelas ruas de Campora:

Galzerano chega ao Brasil

Sua família chegou ao Brasil no ano de 1948 e o caçula Giovanni, com apenas 14 anos, trazia na mala muitos sonhos que pretendia realizar em seu novo lar. Sempre acreditando em dias melhores, não tinha medo do trabalho como meio para cumprir suas metas.

Mesmo muito novo, arregaçou as mangas e começou a trabalhar em diversas empresas no município de Limeira, interior de São Paulo, onde sua família se instalou no Brasil.

Giovanni Galzerano começou em um sítio de apicultura fazendo caixotes que eram utilizados para a coleta do mel das abelhas. Em seguida, começou em funções nas indústrias que estavam nascendo no município.

Galzerano: família italiana virou referência em produtos para bebês
Os produtos Galzerano são conhecidos em todo o país

Empregos diversos

O jovem italiano passou pela empresa de Vitório Lucato, um empresário ítalo-brasileiro que fundou a Lucato, Indústria e Comércio de Máquinas Ltda. Depois trabalhou em diferentes funções na oficina do empresário Newton Emelino Masutti, que nasceu em Cordeirópolis e foi para Limeira, onde fundou a Empresa Eletromecânica Newton.

Durante esse processo de aprendizado, o jovem italiano também trabalhou na Machina São Paulo, a indústria mais importante na história de Limeira. Fundada em 1914 pelo engenheiro Trajano de Barros Camargo, a Machina São Paulo produzia máquinas para beneficiamento de café e outras máquinas para o setor cafeeiro e chegou a ter 2.000 operários, que recebiam assistência médica gratuita, seguro de vida e casa para morar.

Muitos desses operários especializados passaram a se estabelecer por conta própria, em fábricas pequenas nos fundos dos quintais e em barracões, que posteriormente se tornaram enormes estabelecimentos industriais.

Galzerano: família italiana virou referência em produtos para bebês
A fábrica em Limeira tem mais de 120 mil metros quadrados

Galzerano monta marcenaria

Como ainda era muito jovem, Giovanni Galzerano saiu dessas experiências e acabou passando ainda por um período como comerciante ambulante. Mais tarde, com a ajuda de um amigo, montou uma marcenaria com o objetivo de fabricar portas e janelas, mas o negócio acabou não prosperando.

Em 1952, conseguiu finalmente montar sua própria marcenaria, com a ajuda de pedreiros que trabalhavam aos sábados e domingos. Era um barracão acanhado, que batizou de Marcenaria Santo Antônio, santo pelo qual mantinha devoção.

No início, a Marcenaria Santo Antônio construía criados-mudos, jogos de cozinha, camas-beliches e muitos berços para bebês. Em 1956, Giovanni formou sociedade com um colega para fazer carrinhos de bonecas, mas pouco depois os sócios se separaram e ele foi levando os negócios adiante com os móveis e os carrinhos de bonecas.

Galzerano: família italiana virou referência em produtos para bebês
Os carrinhos para bebês são o carro-chefe da empresa

Nasce indústria Galzerano

Aproveitando sua experiência na indústria, Giovanni foi aos poucos substituindo os produtos de madeira por criações de metal e começou a produzir tábuas de passar roupa e escadas. Dali em diante, foi questão de tempo até que os carrinhos de bonecas fossem substituídos pelos carrinhos para bebês.

Os produtos foram bem aceitos e, com a crescente demanda pelos carrinhos, nasceu em 1960 a Galzerano Indústria de Carrinhos e Berços Ltda. Nos anos seguintes, o imigrante italiano seguiu por esse caminho, agregando tecnologias cada vez mais avançadas à construção dos carrinhos para bebês, que foram fazendo a empresa crescer, com respeito ao trabalho e aos seus funcionários.

Na segunda metade da década de 1980, Giovanni Galzerano viajou até a Itália para conferir de perto as novas tendências no segmento de produtos para bebês, que poderiam servir de inspiração para projetos de sua empresa.

Galzerano: família italiana virou referência em produtos para bebês
Estande da Galzerano na Pueri Expo Fit 2019, em São Paulo

Tecnologia de ponta

A partir dessa viagem, o empresário trouxe ao Brasil conceitos e investimentos em tecnologia de ponta. A empresa passou a investir em novas linhas de produtos e inclusive na mesma década se mudou para um novo endereço, com mais espaço e instalações amplas e modernas.

O complexo industrial da Galzerano em Limeira envolve uma área total de mais de 122 mil metros quadrados, onde trabalham mais de 400 colaboradores especializados.

Hoje a empresa possui uma linha de produtos que inclui carrinhos, dispositivo de retenção para crianças, banheiras, cadeiras altas de alimentação, berços, cercados, andadores e assentos de atividades, além de carrinhos e cadeiras para pets.

Todos os produtos são desenvolvidos e fabricados atendendo aos requisitos de segurança do INMETRO, sendo que a Galzerano foi a primeira empresa a obter a certificação para carrinhos.

Galzerano: família italiana virou referência em produtos para bebês
A Galzerano mantém parceria com os Doutores da Alegria há muitos anos

Acreditar em sonhos

A empresa possui parcerias com diversos projetos sociais, como Cirurgiões da Alegria, Instituto Ayrton Senna, Casa da Criança, Doutores da Alegria, Hospital de Amor e Banco de Leite da Santa Casa de Limeira.

Giovanni Galzerano morreu aos 79 anos, no dia 27 de maio de 2013, deixando a esposa Nair Helena Lucatto Galzerano e os filhos Luiz Antônio, Maria Clara, Maria Cristina e Maria Aparecida.

Deixou uma empresa conhecida em todo o Brasil, mas acima de tudo, uma herança de trabalho e amor. E o exemplo de que é possível construir não somente uma vida melhor, mas um país mais positivo quando acreditamos em nossos sonhos.

Por Roberto Schiavon/Italianismo

200

Deixa o seu comentário:

Publicidade

Série

Rádio e TV italiana

Siga o Italianismo

Destaques do editor

Herança italiana

O imigrante italiano Zeffiro Orsi transformou um pequeno pastifício em uma das marcas mais conhecidas do Brasil

Herança italiana

O casal Domenico e Giuseppina veio da Itália e se estabeleceu em Belo Horizonte para fundar uma indústria milionária de massas

Herança italiana

Família Nigro veio da Itália para o interior de São Paulo e revolucionou a fabricação de utensílios de cozinha no país

Herança italiana

O italiano Luigino Burigotto fundou no Brasil uma fábrica de carrinhos para bebês que se tornou referência no mercado nacional

Herança italiana

Massimo Leonardo Define chegou jovem ao Brasil e marcou época como grande esportista e revolucionário na indústria agropecuária

Herança italiana

Filho de italianos, João Carlos Di Genio fundou o Colégio Objetivo e a Unip e se tornou um dos maiores empresários brasileiros

Herança italiana

Pietro Morganti veio da Itália no século 19 e estabeleceu no Brasil a Usina Tamoio, a maior indústria sucroalcooleira da América do Sul

Herança italiana

A família de imigrantes italianos construiu no Brasil uma empresa que se tornou referência na indústria do agronegócio

Herança italiana

O imigrante italiano Giuseppe Todeschini fundou a fábrica de massas e biscoitos que conquistou milhares de brasileiros

Herança italiana

O empresário Alberto Bonfiglioli se uniu a outras famílias italianas e criou uma das marcas mais queridas dos brasileiros

Herança italiana

O siciliano Angelo Del Vecchio veio para o Brasil e passou a fabricar violões amados por várias gerações de músicos

Herança italiana

A família Bambozzi chegou ao Brasil no final do século 19 e se estabeleceu em Matão, onde criou tecnologias e construiu um império