Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Cotidiano

Estudo italiano mostra impacto da vacinação nas mortes por Covid

98,8% das mortes desde fevereiro não haviam concluído o ciclo de vacinação

Estudo italiano covid
Estudo italiano mostra impacto da vacinação nas mortes por Covid

Um estudo divulgado nesta terça-feira (27) pelo Instituto Superior de Saúde (ISS), órgão ligado ao governo da Itália, mostrou que quase 99% das mortes por Covid-19 no país desde fevereiro eram de pessoas que não haviam se vacinado ou completado o ciclo vacinal.   

Os dados começaram a ser analisados a partir do dia 1º de fevereiro porque essa era a data que correspondia às cinco semanas necessárias para a conclusão do ciclo vacinal a partir do início da campanha nacional de imunização.   

No período de análise, até o dia 21 de julho, foram 35.776 mortes confirmadas por Covid-19. Dessas 98,8% eram de pessoas que não tinham se vacinado ou não completado o ciclo de imunização – duas doses das fórmulas da Pfizer/BioNTech, Moderna e Oxford/AstraZeneca ou uma da Janssen.   

Do 1,2% de vítimas que tinham completado o ciclo (423 pessoas), o ISS destaca que a média etária era bastante elevada, em 88,6 anos, e eram pessoas com outros tipos de doença, que podem ter ajudado a impedir o desenvolvimento de anticorpos contra o coronavírus Sars-CoV-2 de maneira satisfatória.   

“Os resultados aqui apresentados podem ter duas possibilidades de explicação. A primeira, é que os pacientes muito idosos e com várias patologias podem ter uma redução na resposta imunológica e, por isso, serem suscetíveis à infecção do Sars-CoV-2 e suas complicações mesmo vacinados. O segundo é que esse resultado pode ser explicado pelo fato que foi dada prioridade na vacinação para pessoas mais velhas e vulneráveis e que ainda representa a população com a maior prevalência de vacinação com o ciclo completo quando o estudo foi feito”, finaliza o documento. (ANSA).   

Leia também

E aí, gostou do artigo? Então compartilhe nas suas redes sociais e traga seus amigos, colegas e seguidores para a discussão. Em caso de dúvidas a respeito do assunto, não hesite em deixar seu comentário.

Deixa o seu comentário:

Mais de Italianismo

Cotidiano

Poderão entrar no país europeu os turistas que receberam os imunizantes da Janssen, AstraZeneca, Moderna e Pfizer.

Cotidiano

Medida pode beneficiar milhares de cidadãos italianos residentes no Brasil, e que receberam a Coronavac

Cotidiano

Autoridades buscam alternativas para estimular o público. Principalmente os Antivax

Cotidiano

Lazio ficou sem acesso ao portal de saúde e à rede de vacinação local; autoridades dizem que ataque pode atrasar imunização

Cotidiano

Itália criou um "Passe verde" para locais fechados, que entra em vigor a partir de 6 de agosto

Cotidiano

Matteo Salvini, tomou um imunizante contra a Covid-19 nesta sexta-feira (23), em Milão

Cotidiano

Itália tem menor número de mortes por Covid em quase 11 meses

Cotidiano

Vacina italiana contra a covid-19 em desenvolvimento cria anticorpos em 93% dos casos com uma dose

Cotidiano

A declaração se deu durante coletiva de imprensa em Bruxelas, na Bélgica, depois de dois dias de reuniões entre os líderes da União Europeia

Cotidiano

País vacinou ao menos parcialmente mais da metade da população e quase 30% das pessoas já concluíram ciclo de imunização

Cotidiano

Os dados foram contabilizados até 7 de junho, quando 38.178.684 doses haviam sido administradas no país.

Cotidiano

A partir desta quinta-feira (3), todos os italianos elegíveis poderão fazer o agendamento da vacinação anti-Covid. Deixa o seu comentário: