Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Cotidiano

Europa estuda restringir viagens entre Estados-membros

Comissão Europeia vai avançar com nova recomendação sobre viagens entre os Estados-membros

Europa restringir viagens
Europa estuda restringir viagens entre Estados-membros

Stella Kyriakides, comissária europeia da Saúde, afirmou esta segunda-feira, no Parlamento Europeu, que a nova onda da pandemia que assola a Europa é provocada, sobretudo, pelos não vacinados.

A Comissão Europeia vai propor uma nova recomendação sobre viagens entre Estados-membros e deverá ter em conta a dose de reforço da vacina.

O aumento covid-19 na Europa é “rápido” e “preocupante”, considera a comissária da Saúde.

Stella Kyriakides relembra que a vacinação funciona e continua a ser a “ferramenta mais eficaz no combate ao novo coronavírus”.

Perante o rápido aumento de casos na Europa, está sendo preparada uma atualização da recomendação do Conselho sobre a livre circulação dentro da União Europeia.

Depois de seis semanas de ascensão nos números de casos e de mortes, países do continente voltam ampliar restrições.

Holanda e Áustria, por exemplo, retomaram medidas severas de lockdown. Portugal vê o aumento de casos, mas sem impacto nas mortes, já que é o país mais vacinado da Europa.

Mas o governo retomou a obrigatoriedade do uso de máscaras, além da política de rastreio ativo de contágios.

Itália discute mudanças no uso do passe sanitário anti-Covid

A Itália iniciou nesta segunda-feira (22) uma discussão para alterar as regras para uso do certificado sanitário anti-Covid em todo o país e criar o chamado “super passe verde”, à medida que os números da pandemia voltaram a aumentar.

Na primeira reunião, os líderes regionais pediram um modelo “para premiar os que se vacinam”, com menos restrições para todos que já estão imunizados, “o mais rápido possível”.

Além disso, alguns governadores enfatizaram a necessidade de determinar o uso obrigatório do “super passe verde” para vacinados e curados até mesmo nas regiões classificadas como “zona branca”, a menos restritiva.

“As novas medidas não seriam um castigo contra os antivacinas, mas sim a consequência da sua escolha livre e irresponsável”, afirmou o governador da Calábria, Roberto Occhiuto.

No momento, toda a Itália permanece na zona branca, com poucas medidas de saúde em vigor. No entanto, várias regiões estão se aproximando de limitar algumas iniciativas para tentar conter a quarta onda da emergência sanitária.

Durante a semana, será tomada também uma decisão sobre a obrigatoriedade da terceira dose.

E aí, gostou do artigo? Então compartilhe nas suas redes sociais e traga seus amigos, colegas e seguidores para a discussão. Em caso de dúvidas a respeito do assunto, não hesite em deixar seu comentário.

Deixa o seu comentário:

Publicidade

Série

Rádio e TV italiana

Siga o Italianismo

Mais de Italianismo

Cotidiano

Organização afirmou que alta nos casos gera 'preocupações'

Cotidiano

Poderão entrar no país europeu os turistas que receberam os imunizantes da Janssen, AstraZeneca, Moderna e Pfizer.

Cotidiano

Europa se divide mais uma vez na ajuda a refugiados. Alguns países fecharam as fronteiras ao sofrimento afegão

Cotidiano

98,8% das mortes desde fevereiro não haviam concluído o ciclo de vacinação

Cotidiano

Itália tem menor número de mortes por Covid em quase 11 meses

Cotidiano

Os dados foram contabilizados até 7 de junho, quando 38.178.684 doses haviam sido administradas no país.

Cotidiano

A partir desta quinta-feira (3), todos os italianos elegíveis poderão fazer o agendamento da vacinação anti-Covid. Deixa o seu comentário:

Cotidiano

O verão na Itália, Espanha e Portugal será mais quente do que o habitual. Beirando os 40º

Cotidiano

Itália prorroga medidas restritivas para viajantes do Brasil devido à covid.

Cotidiano

Serão liberados viajantes da UE, do Reino Unido e de Israel

Cotidiano

Futuro do turismo dependerá do reconhecimento dos imunizantes de China e Rússia por destinos mais populares.

Destinos

Capital da Emília-Romanha foi eleita pelos leitores da Condé Nast Traveller uma das mais receptivas da Europa