Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Estilo de vida

Cresce 25% o número de mortos da Itália e passa de 1.800

Cresce 25% o número de mortos da Itália e passa de 1.800

País registrou 368 novas mortes neste domingo (15). O número de casos positivos aumentou para 24.747

A Itália registrou 368 novas mortes relacionadas com o novo coronavírus em 24 horas, o que eleva o número de vítimas fatais a 1.809 no país, o mais afetado da Europa, segundo um balanço divulgado neste domingo (15) pela Proteção Civil.

Como no sábado (14), o número de infectados também aumentou, com 3.590 novos casos em 24 horas, quase 100 a mais que o aumento do dia anterior, elevando o total a quase 25.000.

A região de Milão, na Lombardia (norte), continua sendo a mais afetada, com 1.218 mortos e 13.272 casos.

O chefe do instituto nacional de saúde da Itália, Silvio Brusaferro, disse que não se sabe se a Itália está atingindo seu pico e pode começar a ver o número de novos casos diminuir.

F

Siga o Italianismo no Instagram

Deixa o seu comentário:

Destaques do editor

Cotidiano

CNH brasileira volta a valer na Itália: novo acordo facilita vida de milhares pessoas

Variedades

Iniciativa quer combater despovoamento de áreas montanhosas.

Variedades

Cidade foi devastada pela erupção do Vesúvio, assim como Pompeia.

Arte & Cultura

Lançado no fim de outubro e exibido em preto e branco, foi o filme que mais faturou com bilheteria na Itália em 2023

Notícias

Grupo de 8 companhias participa de feira de fundição em SP.

Cotidiano

Imperia ocupa 1ª posição de ranking elaborado pelo iLMeteo.it

Turismo

Alta temporada no país vai de junho a setembro.

Arte & Cultura

Exposição 'Life as a Scientist' será aberta no dia 21 de junho.

Cultura

Mostra 'Oltreoceano' ocorre no Salão Negro do Congresso Nacional.

Esporte

O ítalo-brasileiro assumiu o cargo de técnico da Juventus, firmando um contrato de três temporadas, válido até meados de 2027.

Notícias

Atualmente, 15% da pesquisa colaborativa é realizada por cientistas paulistas e italianos.

Cotidiano

Brasileiros residentes no país europeu há menos de seis anos podem solicitar habilitação italiana sem necessidade de novos exames