Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Cotidiano

Brasileiras disputam compra de casa na Itália por 1 euro

Campo-grandenses disputam edital para comprar casa na Puglia por 1 euro
Campo-grandenses disputam edital para comprar casa na Puglia por 1 euro | Arquivo Pessoal

Campo-grandenses disputam edital para comprar casa na Puglia por 1 euro

Casa na Itália por 1 euro existe sim. Quem garante são as irmãs campo-grandenses Paula Magalhães e Bruna Bortone, que se mudaram para o país há pouco mais de um ano e hoje vivem uma grande expectativa. 

As duas disputam a compra de uma casa na Itália por 1 euro. O imóvel está localizado em Taranto, na maravilhosa região da Puglia, sul da Itália.

Se forem aprovadas no edital do município, elas terão um casarão de 1900.

Nesta semana, elas divulgaram o projeto nas redes sociais para contar com o apoio dos amigos e, quem sabe, conquistar parcerias para realização do projeto, segundo o site Campo Grande News.

Como está a casa em disputa e como poderá ficar, segundo projeto de Bruna e Paula | Foto: Arquivo Pessoal

“Nós fomos corajosas e escolhemos a maior casa do edital. São 300 metros quadrados, distribuídos em três pavimentos de 100 metros quadrados cada”, disse Paula. “Escolhemos essa pois o que queremos fazer ali dentro precisa de espaço. A casa fica aproximadamente a uma quadra do mar. Então teremos uma quase vista da praia”, completou.

Por que a Itália tem casa por 1 euro

Projetos de casa por 1 euro na Itália tem se tornado muito comum. E a explicação é simples.

Vilarejos despovoados tentam a todo custo a sua revitalização, atraindo novos residentes.

De preferência que tenham muito dinheiro para investir na cidade.

Pelo menos 30 vilarejos italianos estão com casas à venda pelo valor simbólico de um euro.

A proposta chama atenção não só pelo preço irrisório como também pela localização dos imóveis, que ficam em regiões famosas como a Toscana, a Sicília, a Sardenha, a Puglia, o Piemonte e a Lombardia.

Para se candidatar ao projeto, o futuros moradores devem seguir várias exigências, como um investimento mínimo na reestruturação do imóvel, terminar a obra dentro de um certo prazo e arcar com todas as despesas relacionadas à documentação.

Caso o novo proprietário não cumpra com o combinado, ele deverá pagar uma multa e o imóvel será devolvido ao município.

No caso de Paula e Bruna, se aprovadas, elas terão de executar a obra no prazo máximo de 1 ano.

As reformas não são exatamente fáceis. Além de algumas casas estarem bastante degradadas por décadas de abandono, é preciso respeitar normas rígidas caso o imóvel seja considerado um bem arquitetônico ou cultural.

LEIA TAMBÉM

Siga o Italianismo no Instagram

Deixa o seu comentário:

Destaques do editor

Destaque do Editor

O ranking mostra o posicionamento, o número de famílias e o número de municípios em que os sobrenomes italianos estão espalhados.

Destaque do Editor

Descubra como obter a cidadania italiana de forma segura e eficiente!

Estilo de vida

A Festa della Mamma foi introduzida no calendário na década de 1950

Cidadania Italiana

Ao contratar um advogado para processo de cidadania italiana, opte por um que mantenha representante no Brasil.

Cidadania Italiana

Senador Roberto Menia reforça críticas sobre reconhecimento da cidadania italiana no Brasil.

Cidadania Italiana

Cidadania negada: Quando a sobriedade é muito mais que uma questão de etiqueta.

Itália no Brasil

Consulado Geral da Itália em São Paulo: Uma pequena itália na maior metrópole brasileira.

Economia

Consultoria fez estudo sobre taxa de sobrevivência de companhias.

Esporte

Eventos em memória do brasileiro vão durar até o início de junho.

Cidadania Italiana

Passaporte em todo lugar: A partir de julho, correios italianos facilitam renovação e emissão

Cidadania Italiana

Caixa de pandora sul-americana: reconhecimento de cidadanias italianas sob suspeita.

Política

Premiê da Itália divulgou mensagem pelo Dia da Libertação.