Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Economia

Ilha no sul da Itália vende casas por apenas 1 euro

Taranto vende casas por 1 euro no centro histórico. Mas com uma condição | Foto: Divulgação

Taranto vende casas por 1 euro no centro histórico. Mas com uma condição

Motivo de gozação em grupos de ítalo-brasileiros, as casas por apenas 1 euro estão de volta.

Desta vez, o apelo publicitário vem de Taranto, na região da estonteante Puglia (no salto da bota).

A prefeitura lançou um projeto para vender casas do centro histórico, na parte da ilha, por apenas um euro – cerca de R$ 6,40 – como forma de repovoamento da região italiana.

De acordo com o documento, todos os interessados, como empresas, agências ou cidadãos, têm até 20 de novembro para apresentarem suas propostas.

“Um euro é uma contribuição simbólica para um objetivo histórico: repovoar a Cidade Velha, nossa Isola Madre depois de décadas”, disse o prefeito de Taranto, Rinaldi Melucci.

Localizada no sul da Itália, a Isola Madre remonta a um antigo povoado construído entre dois mares, fundado em 706 a.C. A região chegou a ser destruída mais de um milênio depois, mas foi reconstruída em 927 pelo imperador bizantino Niceforo II Focas, com a ajuda de arquitetos gregos.
   
Com sua ruelas estreitas, “o encanto de Taranto e a sua história já se revelaram um poderoso atrativo”, acrescentou Melucci, destacando o interesse “de todo o mundo”.

De acordo com a prefeitura, investidores de Estados Unidos, Rússia, China e Austrália manifestaram interesse em investir na cidade.

O município fará uma lista com as propostas e, posteriormente, avaliará todas as candidatas seguindo três parâmetros principais: eco sustentabilidade; destinação do projeto; e contrato de patrocínio.

As condições

Para comprar um imóvel no centro histórico de Taranto por 1 euro, o interessado precisa transferir a sua residência para lá ou transformar o imóvel em casa de férias

O trabalho de restauração deve começar dentro de 1 ano após a compra, e as casas adquiridas não podem ser revendidas.

E elas existem de verdade

Apesar de parecer apenas uma jogada de marketing, as casas existem de fato e dispertam o interesse de milhares de pessoas.

No inicio de 2019, a cidade de Sambuca di Sicilia, no sul da Itália, recebeu mais de 40 mil emails com pedidos de informação sobre sua oferta para vender casas pelo valor simbólico de um euro.

Ficou interessado? Acesso o link: www.comune.taranto.it

LEIA TAMBÉM:

Interesse por cidadania italiana via judicial dispara, indica Google

Conheça os 1000 sobrenomes italianos mais comuns

Quais documentos vou precisar para tirar a cidadania italiana

Siga o Italianismo no Instagram

Deixa o seu comentário:

Destaques do editor

Estilo de vida

Por que não adotar o sobrenome do seu marido na Itália: Entenda os motivos.

Cotidiano

Pontremoli lança programa “Residentes do Futuro” para estimular novos moradores.

Cidadania Italiana

Congresso terá presença de figuras relevantes do judiciário italiano, do Ministério do Interior e da Procuradoria Geral do Estado

Comer e beber

Verdade ou mito: Os italianos realmente comem pasta todos os dias?

Cidadania Italiana

Da Itália à Espanha: A jornada de Riccardo Consoli em busca de um futuro mais acolhedor.

Cidadania Italiana

Brasil destaca-se como o 4º país com mais cidadãos adquirindo nacionalidade italiana.

Turismo

Iniciativa conta com 28 municípios divididos em 10 regiões

Cidadania Italiana

O ius soli é um problema falso, não é necessário: os números desconstroem a narrativa da esquerda, segundo jornalista.

Arte & Cultura

Russell Crowe se apresentará no anfiteatro de Pompeia.

Cotidiano

Enel mancha a reputação italiana no Brasil devido a constantes falhas no fornecimento de energia em São Paulo

Cotidiano

Porta critica atuação governamental na demora e ineficácia das negociações do Acordo de Conversão de CNH entre o Brasil e a Itália

Variedades

A idade média em que os italianos se tornam pais tem aumentado ao longo dos anos.