Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Cotidiano

Veneza se prepara para celebrar aniversário de 1600 anos

veneza 1600 anos
Veneza se prepara para celebrar aniversário de 1600 anos

A cidade de Veneza, joia turística e cultural da Itália, iniciará na próxima quinta-feira (25) um calendário de eventos para comemorar os 1600 anos de sua fundação.

Ação Contra as filasAção Contra as filas

A data, segundo a tradição, remete à colocação da primeira pedra da Igreja de San Giacomo di Rialto, que teria ocorrido em 25 de março de 421, embora os historiadores divirjam a respeito de uma data exata.

O que se sabe é que, naquela época, começaram a surgir os primeiros assentamentos nas ilhotas daquela que viria a ser conhecida como Lagoa de Veneza, um corpo de água doce às margens do Mar Adriático, por parte de moradores do Vêneto que fugiam das invasões bárbaras.

O primeiro evento em celebração pelo aniversário de Veneza será no dia 25 de março, às 11h (horário local), com uma missa na Basílica de San Marco, que hoje fica no “coração” do centro histórico da cidade. Para evitar aglomerações, a homilia terá transmissão ao vivo pela TV e internet.

Já às 16h, todas as igrejas venezianos tocarão seus sinos simultaneamente. Os eventos de aniversário devem prosseguir até 2022, e a Prefeitura espera que o calendário seja um sinal de renascimento de Veneza após a pandemia do novo coronavírus, que deixou a cidade sem turistas durante boa parte do último ano.

Após 1600 anos de história, Veneza se tornou uma das cidades mais icônicas do mundo e é capital da região do Vêneto, no nordeste da Itália. O município também avança para terra firme, cujos distritos abrigam 70% de sua população de 256 mil habitantes.

No entanto, Veneza convive com o aumento do nível da água devido ao assoreamento do solo lagunar e ao aquecimento global e com o esvaziamento populacional de seu centro histórico, que viu seu número de habitantes passar de 174,8 mil em 1951 para 52,1 mil no fim de 2019.

Isso se deve à pressão do turismo de massa, que eleva os preços dos aluguéis no centro histórico e força antigos moradores a buscarem moradias em terra firme, onde o custo de vida é mais barato. Por Ansa

200

Deixa o seu comentário:

Publicidade

Série

Rádio e TV italiana

Siga o Italianismo

Destaques do editor

Destinos

Há anos Veneza discute o que fazer com a quantidade cada vez maior de turistas que vão à cidade de maneira simultânea

Cotidiano

Soave tem sua paisagem marcada por vinhedos emoldurados pelas muralhas de um castelo que data do século 10

Comer e beber

Conheça receitas típicas de Páscoa na Itália, de norte a sul.

Cotidiano

Edifício domina a Praça de São Marcos desde 1538 e foi adquirido pela companhia de seguros Generali

Celebridades

Miss Itália 2021, Zeudi Di Palma vence na frente das finalistas Gabriella Bagnasco e Lorena Tonacci

Arte & Cultura

Para o presidente do Conselho Regional de Veneto, "La Sposa" é ofensiva para a região

Destinos

O histórico Hotel Danieli em Veneza foi comprado pela marca Four Seasons de Bill Gates: ele reabrirá suas portas em 2024

Cotidiano

As duas empresas unem forças para apoiar a mobilidade do hidrogênio como uma das soluções para descarbonizar o segmento de transporte

Arte & Cultura

Lancia Fulvia é uma das atrações da cidade italiana de Conegliano; modelo foi removido e será restaurado antes de ser exposto

Comer e beber

O tiramisù se tornou um ícone da culinária italiana desde que foi desenvolvido no restaurante de Ado Campbell

Cotidiano

Na Itália, Bolsonaro participa do G20 e recebe título em Anguillara Veneta

Destinos

Objetivo é tornar o turismo mais sustentável. Cidade recebe cerca de 25 milhões de turistas por ano