Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Cotidiano

Veneza se prepara para celebrar aniversário de 1600 anos

veneza 1600 anos
Veneza se prepara para celebrar aniversário de 1600 anos

A cidade de Veneza, joia turística e cultural da Itália, iniciará na próxima quinta-feira (25) um calendário de eventos para comemorar os 1600 anos de sua fundação.

A data, segundo a tradição, remete à colocação da primeira pedra da Igreja de San Giacomo di Rialto, que teria ocorrido em 25 de março de 421, embora os historiadores divirjam a respeito de uma data exata.

O que se sabe é que, naquela época, começaram a surgir os primeiros assentamentos nas ilhotas daquela que viria a ser conhecida como Lagoa de Veneza, um corpo de água doce às margens do Mar Adriático, por parte de moradores do Vêneto que fugiam das invasões bárbaras.

O primeiro evento em celebração pelo aniversário de Veneza será no dia 25 de março, às 11h (horário local), com uma missa na Basílica de San Marco, que hoje fica no “coração” do centro histórico da cidade. Para evitar aglomerações, a homilia terá transmissão ao vivo pela TV e internet.

Já às 16h, todas as igrejas venezianos tocarão seus sinos simultaneamente. Os eventos de aniversário devem prosseguir até 2022, e a Prefeitura espera que o calendário seja um sinal de renascimento de Veneza após a pandemia do novo coronavírus, que deixou a cidade sem turistas durante boa parte do último ano.

Após 1600 anos de história, Veneza se tornou uma das cidades mais icônicas do mundo e é capital da região do Vêneto, no nordeste da Itália. O município também avança para terra firme, cujos distritos abrigam 70% de sua população de 256 mil habitantes.

No entanto, Veneza convive com o aumento do nível da água devido ao assoreamento do solo lagunar e ao aquecimento global e com o esvaziamento populacional de seu centro histórico, que viu seu número de habitantes passar de 174,8 mil em 1951 para 52,1 mil no fim de 2019.

Isso se deve à pressão do turismo de massa, que eleva os preços dos aluguéis no centro histórico e força antigos moradores a buscarem moradias em terra firme, onde o custo de vida é mais barato. Por Ansa

E aí, gostou do artigo? Então compartilhe nas suas redes sociais e traga seus amigos, colegas e seguidores para a discussão. Em caso de dúvidas a respeito do assunto, não hesite em deixar seu comentário.

Deixa o seu comentário:

Mais de Italianismo

Destinos

Objetivo é tornar o turismo mais sustentável. Cidade recebe cerca de 25 milhões de turistas por ano

Destinos

Veneza em risco de inundação. É o que diz o alerta da Organização das Nações Unidas. Deixa o seu comentário:

Destinos

Depois de 18 meses sem navios circulando na Lagoa de Veneza, retorno reacendeu o movimento anticruzeiro na cidade turística

Cotidiano

Escultura ‘invisível’ é vendida por R$93 mil por artista italiano. Ele afirmou que a obra é feita de “ar e espírito”

Cotidiano

O café no bar é um ritual para muitos italianos: aqui estão as cidades onde uma xícara custa mais e aquelas onde o preço...

Arte & Cultura

"Eu amo tanto a Itália que minha filha se chama Aviana, por causa da cidade de Aviano"

Destinos

Um estudo realizado pela Omio revelou quais são as 20 estações mais movimentadas e as 10 melhores da Itália. Deixa o seu comentário:

Comer e beber

Conheça receitas típicas de Páscoa na Itália, de norte a sul.

Cotidiano

Golfinhos são flagrados nadando no Grande Canal de Veneza: "aparição foi muito incomum"

Cotidiano

Água chegou a 55 centímetros de altura, impossibilitando o transporte por gôndolas e barcos

Itália no Brasil

21 DE FEVEREIRO: DIA DE CELEBRAR A IMIGRAÇÃO ITALIANA NO BRASIL

Cotidiano

Carnaval Virtual de Veneza 2021: sem desfiles de máscaras, sem multidões e danças nos palácios