Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Cotidiano

“Robinson Crusoé da Itália” deixará ilha onde viveu por 32 anos

Já faz 20 anos que luto contra quem quer me expulsar, ainda que eu tenha o apoio de todos vocês, disse o ilustre morador.

Robinson Crusoé da Itália
"Robinson Crusoé da Itália" deixará ilha onde viveu por 32 anos | Mauro Morandi Imagem: Reprodução/Facebook

Apelidado de “Robinson Crusoé da Itália“, o eremita Mauro Morandi, guardião de uma paradisíaca e desabitada ilha italiana no Mar Tirreno, vai deixar aquele que foi seu lar durante os últimos 32 anos.

O anúncio foi feito no último domingo (25), em sua página no Facebook. Ele disse que se cansou de lutar para permanecer na ilha de Budelli, onde habita desde 1989.

A ilha fica entre a Sardenha e a Córsega e é conhecida por sua inconfundível “praia rosa“, cuja coloração se deve à presença na areia de um micro-organismo chamado Miniacina miniacea.

“Já faz 20 anos que luto contra quem quer me expulsar, ainda que eu tenha o apoio de todos vocês, mas agora realmente fiquei de saco cheio e irei embora, esperando que, no futuro, Budelli seja protegida da mesma forma que eu faço há 32 anos”, escreveu Morandi no Facebook.

O eremita teria de deixar a casa onde vive porque a administração do Parque Nacional do Arquipélago La Maddalena, onde fica Budelli, quer reformar o local.

“Espero que, após as obras, me deixem voltar aqui, mas não sei se farão isso”, disse Morandi ao jornal Il Resto del Carlino. Segundo o eremita, ele vai assinar no próximo fim de semana o contrato de aluguel de um apartamento na cidade de La Maddalena, que fica no mesmo arquipélago.

“Obviamente, encontrei uma casa de frente para o mar”, contou.

Robinson Crusoé

Personagem criado por Daniel Defoe (1660-1731), Robinson Crusoé protagoniza um romance homônimo que relata a vida de um náufrago em uma remota ilha tropical.

Morandi chegou a Budelli por acaso, após alugar um catamarã com amigos e sua então namorada para viajar até a Polinésia. Logo no início da viagem, o grupo decidiu parar no arquipélago La Maddalena para explorar o bom momento do turismo na região.

Ao descobrir que o guardião de Budelli estava para ir embora, Morandi decidiu abandonar a viagem e assumir a função informalmente, passando a morar em uma antiga estação de rádio militar da Segunda Guerra Mundial.

Ele já havia recebido um aviso para deixar a ilha em 2017, após a aquisição de Budelli pelo Estado, mas sempre contou com mobilizações populares por meio de abaixo-assinados para impedir o despejo.

A administração do Parque Nacional do Arquipélago La Maddalena pretende demolir todas as construções abusivas na ilha e construir um observatório ambiental. (Ansa)

Siga o Italianismo no Instagram

Deixa o seu comentário:

Destaques do editor

Destaque do Editor

Descubra como obter a cidadania italiana de forma segura e eficiente!

Estilo de vida

A Festa della Mamma foi introduzida no calendário na década de 1950

Cidadania Italiana

A cidadania italiana de Giovanna Ewbank: uma narrativa de rápido sucesso ou marketing disfarçado?

Cidadania Italiana

Senador Roberto Menia reforça críticas sobre reconhecimento da cidadania italiana no Brasil.

Cidadania Italiana

Cidadania negada: Quando a sobriedade é muito mais que uma questão de etiqueta.

Itália no Brasil

Consulado Geral da Itália em São Paulo: Uma pequena itália na maior metrópole brasileira.

História

Roma: a cidade imponente, erguida sobre os alicerces da história, celebra seu aniversário em 21 de abril

Economia

Consultoria fez estudo sobre taxa de sobrevivência de companhias.

Turismo

Viajantes vão desfrutar de 266 milhões de pernoites.

Esporte

Eventos em memória do brasileiro vão durar até o início de junho.

Viagem e Turismo

Ciclovias passam por Vêneto, Lombardia, Toscana e Puglia

Cidadania Italiana

Cidadania Italiana: quem tem direito e como fazer