Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Turismo

Sardenha renova seus 8 caminhos de turismo ‘slow’ a pé

Região recebeu um investimento significativo em infraestrutura, totalizando 3,5 milhões de euros.

Região recebeu um investimento significativo em infraestrutura, totalizando 3,5 milhões de euros.
Sardenha, Itália | Foto: Folha - UOL

A partir de outubro de 2024, será possível descobrir a Sardenha a pé, lentamente, das costas ao interior, do norte ao sul e ao centro através de oito caminhos: o minerário de Santa Bárbara, 100 Torres, Santu Jacu, Sant’Efisio, São Jorge, Franciscano, dos Beatos, e a Via dos Santuários.

Os caminhos permitirão ao turista admirar nuragues (construções típicas da região na Idade do Bronze), eremitérios (onde vivem ou viveram eremitas, pessoas “isoladas do mundo”), igrejas, sítios mineiros e arqueológicos, enseadas, bosques, aldeias, paisagens de beleza extraordinária; e a ilha com sua identidade, seu patrimônio natural, arquitetônico, enogastronômico, histórico, religioso e cultural.

Para tornar os percursos acessíveis para caminhadas confortáveis e seguras, a região da Sardenha destinou 3,5 milhões de euros, provenientes do Fundo Único Nacional para o Turismo (Funt) do Ministério do Turismo.

Os recursos foram investidos em infraestrutura para a rede dos oito caminhos já existentes na Sardenha, totalizando 3,5 mil quilômetros, 180 etapas, oito destinos de peregrinação, 16 locais franciscanos e 220 comunidades.

Renovados e equipados, os caminhos serão inaugurados entre 1º e 5 de outubro, por ocasião da terceira edição do projeto “Nós Caminhamos na Sardenha”, um plano de rede de “turismo lento”. Um dos objetivos é fomentar uma estadia em todas as estações do ano, respeitando princípios da sustentabilidade tanto quanto possível.

Mais de 100 estruturas de hospedagem estão envolvidas na hospitalidade dos caminhantes: B&Bs, hotéis, pensões, e espaços dentro de conventos estão estrategicamente posicionados ao redor das etapas dos caminhos, custando, em média, 40 euros por noite (R$ 216).

Há também facilidades no que diz respeito à alimentação, com bares, restaurantes, e estabelecimentos para valorizar também o setor agroalimentar.

A iniciativa também está voltada para o Jubileu 2025, que deverá atrair à Itália 30 milhões de peregrinos de todo o mundo. (ANSA)

Siga o Italianismo no Instagram

Deixa o seu comentário:

Destaques do editor

Cidadania Italiana

Congresso terá presença de figuras relevantes do judiciário italiano, do Ministério do Interior e da Procuradoria Geral do Estado

Cidadania Italiana

Especialistas se reúnem em Padova para discutir os desafios e implicações da cidadania italiana para descendentes.

Cotidiano

Enel mancha a reputação italiana no Brasil devido a constantes falhas no fornecimento de energia em São Paulo

Economia

Tesla explora potencial da fabricação de veículos elétricos na Itália: Caminhões e vans na pauta, dizem jornais

Cidadania Italiana

A cidadania italiana de Giovanna Ewbank: uma narrativa de rápido sucesso ou marketing disfarçado?

Viagem e Turismo

Prefeito também justificou nova taxa de acesso à cidade.

Arte & Cultura

Cônsul Caruso destacou que 'criar valor está no DNA da cidade'

Arte & Cultura

Público terá acesso a relíquias da cultura Daunia

Arte & Cultura

A música desempenha um papel fundamental na preservação das identidades culturais e dialetos na Itália

Notícias

Cúpula será realizada em Capri entre 17 e 19 de abril

Economia

Romenos, chineses e marroquinos lideram a estatística.

Política

Proposta do governo precisa do apoio de 2/3 dos parlamentares