Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Cotidiano

Pobreza absoluta atinge 32% dos imigrantes na Itália

Índice é medido a partir do valor de bens e serviços essenciais para famílias

Pobreza absoluta italia
Pobreza absoluta atinge 32% dos estrangeiros na Itália | Foto: Siena News

Nem tudo são flores para estrangeiros na Itália. E a situação ficou ainda pior na pandemia.

Segundo números divulgados nesta quarta-feira (15) pelo Instituto Nacional de Estatística (Istat), 1,6 milhão de estrangeiros, ou 32,4% do imigrantes, vivem em situação de pobreza absoluta. Uma alta de 3,1 pontos em relação a 2020.

Ainda de acordo com órgão, a Itália encerrou o ano de 2021 com 1,9 milhão de famílias e 5,6 milhões de pessoas, 9,4% da população nacional, nessa condição devido à pandemia de covid-19.

Com isso, a taxa de pobreza absoluta na Itália continua no pico da série histórica iniciada em 2005.

Segundo a organização, essas estatísticas estão em linha com os dados de 2020, em que o índice de pobreza teve um crescimento de quase dois pontos.

Considerando apenas os menores de idade, 1,4 milhão de pessoas estão em pobreza absoluta, o que representa 14,2% da população dessa faixa etária.

Uma das causas desse cenário é o crescimento da inflação, que fechou 2021 em 1,9%, valor bastante acima da média dos anos anteriores no país.

Para famílias de duas pessoas, a pobreza absoluta caiu de 5,7% para 5,0% do total; para famílias de três pessoas, de 8,5% para 7,1%.

No entanto, para famílias com quatro e cinco membros, os índices subiram de 11,3% para 11,6% e de 20,7% para 22,6%, respectivamente.

Como a pobreza absoluta é medida

Para calcular os índices, o Istat define o valor monetário, em preços correntes, do “conjunto de bens e serviços considerados essenciais para uma família”, sendo que essa cifra varia de acordo com o tamanho do núcleo, a idade dos seus componentes e o local de residência.

Uma família é considerada em situação de “pobreza absoluta” quando tem uma renda mensal inferior ao custo dessa cesta básica de bens e serviços.

Para um núcleo formado por dois adultos e dois filhos adolescentes e residente em uma área metropolitana do norte da Itália, por exemplo, o índice de pobreza absoluta é de 1.801,28 euros (considerando a renda total da família), o que equivale a R$ 9,6 mil pela cotação atual.

Já para uma família de composição idêntica, mas moradora de uma pequena cidade do sul, o limiar da pobreza absoluta é uma renda de 1.334,32 euros (R$ 7,1 mil). (Com informações da Ansa Brasil)

Siga o Italianismo no Instagram

Deixa o seu comentário:

Destaques do editor

Itália no Brasil

Programa percorre cidades brasileiras para mostrar a influência e o legado do povo italiano no país.

Cidadania Italiana

Projeto de Lei no Senado Italiano gera debate sobre possíveis mudanças na cidadania italiana.

Cidadania Italiana

Val di Zoldo: Desafios administrativos, protestos e o embate com a cidadania ítalo-brasileira.

Cotidiano

Facilite sua vida na Itália em 2024 com esses 16 aplicativos essenciais.

Cotidiano

Itália desafia limites: Quer a construção da ponte suspensa mais longa do mundo.

Cidadania Italiana

Subsecretário italiano afirma que a Lei 91 de 92, que rege a cidadania no país, está adequada e não deve ser alterada.

Cidadania Italiana

As regras para obtenção de cidadania italiana por meio de ascendência vão mudar em 2024? O que dizem os profetas do medo?

Arte & Cultura

Russell Crowe revela orgulho por suas raízes italianas durante o Festival de Sanremo.

Destinos

Preparando o terreno: estratégias inteligentes para economizar nas reservas de voos para a Itália.

Cidadania Italiana

A italianidade que corre nas veias: por que limitar o direito à cidadania?

Estilo de vida

Descubra as razões por trás da diferença entre o Dia dos Namorados no Brasil e na Itália.

Cotidiano

Deputado Fabio Porta insta governo italiano a agir com urgência no acordo de conversão de CNH com o Brasil.