Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

Italianismo

História

Os mistérios do Conde Drácula no Sul da Itália

conde dracula italia
Os mistérios do Conde Drácula no Sul da Itália

Lenda diz que a catedral no Sul da Itália, abriga o corpo da filha do conde Vlad III di Valacchia, famoso como Conde Drácula. 

A história que liga Acerenza, na Região da Basilicata, ao Conde Drácula desperta uma curiosidade particular. 


Bendita Cidadania


Bendita Cidadania

Sim, a província de Potenza teria a ver com o “vampiro” da Transilvânia. 

No livro de Giusy Tolve e Roberto Lacava há um capítulo inteiro dedicado ao tema. 


PUBLICIDADE

Os autores escrevem: “Viveu no final de 1400, Maria Balsa, esposa do conde Giacomo Alfonso Ferrillo, era filha do príncipe herdeiro de um território localizado entre a Romênia e a Sérvia, Vlad III da Valáquia, mais conhecido como Conde Drácula”.

Segundo o livro, ela chegou órfã à Itália e, em virtude de seu status social, foi adotada pelo rei de Nápoles, Alfonso d’Aragona, que posteriormente a deu em casamento para seu sobrinho Alfonso Ferrillo. 

Mas como pode ter certeza de que é a filha do Conde Drácula?

Na Catedral de Acerenza, renovada em 1520-1524 pelos cônjuges Ferrillo, no canto superior esquerdo é possível ver o brasão da família Balsa que domina, em classificação, o da família Ferrillo. 

Não surpreendentemente, existe um dragão: o mesmo que aparece no brasão de Vlad III pertencente à Ordem do Dragão. Uma coalizão de nobres guerreiros nascidos durante as Cruzadas para conter o avanço dos muçulmanos.

Dragão na Catedral de Acerenza

Fundada por Vlad III e Sigismundo de Luxemburgo, pai de Alfonso de Aragão, a Ordem do Dragão espalhou-se rapidamente e, em particular, foi representada por Balbo, embaixador da República de Veneza, e pelo líder Filippo Scolari que fez parte dos primeiros 24 cavaleiros fundadores da própria ordem.

As curiosidades não param por aí, pois a catedral está repleta de referências ao vampirismo.

Logo na entrada, criaturas monstruosas que mordem no pescoço duas vítimas inocentes. 

Na cripta é possível ver, em baixo-relevo, uma representação estranha que reproduz a deusa Lilith, conhecida – segundo a lenda – por aparecer apenas à noite para sugar o sangue dos homens, em particular dos recém-nascidos. 

Nos afrescos, o homem que deveria representar o Drácula é colocado de costas para o altar, como se quisesse virar as costas para Deus.

 Baixo-relevo na cripta de Acerenza em que alguns estudiosos identificaram um retrato de Vlad III

A Madona e o Menino, ao lado, fazem a mesma coisa. Um pouco como Vlad fez quando, segundo a lenda, para ver sua esposa, morta pelos turcos, ele assinou um pacto com o Diabo, que o tornaria um morto-vivo.

Os autores do livro lembram que até o famoso diretor ítalo-norte-americano, Francis Ford Coppola, ficou fascinado por essa história quando decidiu rodar o filme “Drácula” em 1992.

Deixa o seu comentário:

Mais de Italianismo

Cidadania Italiana

Como montar a árvore genealógica para cidadania italiana? Conheça serviços e novas tecnologias para realizar pesquisas genealógicas e encontrar dados sobre a história da...

Destinos

Uma viagem pelas obras-primas arquitetônicas mais fotografadas do mundo.

Cotidiano

Xuxa Meneghel mostra sua mansão no Rio e revela planos para morar na Toscana, na Itália.

Cotidiano

Casa da Moeda faz homenagem a profissionais de saúde em moeda especial de 2 euros

Cotidiano

Ministro da Saúde assinou ordem que proíbe voos do Brasil e entrada de quem tenha transitado pelo país nos últimos 14 dias.

Cidadania Italiana

A nova carta de identidade italiana não usará mais termos como “pai” ou “mãe”, mas sim o gênero neutro. Deixa o seu comentário:

Destinos

Empresa quer ocupar espaço deixado pela Air Italy, que faliu em 2020.

Cotidiano

Tudo o que você precisa saber, se pretende embarcar para a Itália: o guia completo