Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Estilo de vida

O ranking das cidades ‘mais educadas’ (ou não) da Itália

O ranking foi elaborado pela Praply: a nota foi calculada em uma escala de 1 a 10, onde dez é o máximo de grosseria

cidades mais educadas itália
O ranking das cidades 'mais educadas' (ou não) da Itália

Embora a Itália seja maravilhosa de norte a sul, há cidades onde a vida é sem dúvida melhor do que em outras: desde a segurança ao bom funcionamento das instituições da cidade. 

E o que podemos dizer sobre o comportamento grosseiro dos habitantes? E quais são as cidades consideradas mais educadas da Itália?

A Preply, uma plataforma global de aprendizado de idiomas, que entrevistou mais de 1.558 habitantes, elaborou um curioso ranking tendo em conta os bons hábitos mais difundidos e, ao mesmo tempo, o comportamento grosseiro dos cidadãos. 

Numa escala de 1 a 10 (onde 10 é o nível máximo de grosseria), os especialistas atribuíram a cada uma das 19 cidades italianas participantes uma pontuação em 12 comportamentos diferentes, como passar muito tempo ao celular em público, furar filas, não diminuir a velocidade com o carro perto de pedestres, falar alto em público, não cumprimentar, não dar gorjeta, por exemplo. 

Segundo o ranking, entre as 10 cidades mais rudes sete estão no norte da Itália: na maioria dos casos, são locais onde os espaços habitacionais são reduzidos ao mínimo e o trânsito é um problema real. 

A mais grosseira é Veneza, a capital da região de Vêneto, e uma das cidades mais visitadas da Itália – 13 milhões de turistas anuais – e que ficou em 17º lugar.

Confira o ranking das 10 cidades mais educadas (ou não) da Itália

10. Taranto

Começamos imediatamente por uma cidade do sul da Itália: Taranto, na região da Apúlia, está em décimo lugar no ranking, que obteve nota 6,03 – o índice médio de grosseria na Itália é de 6,10.

9. Palermo

Na nona posição encontramos Palermo, que tem um índice de 6,02: curiosamente, esta é uma das poucas cidades onde, segundo os dados obtidos pela Preply, os habitantes são considerados mais grosseiros do que os estrangeiros.

8. Bari

Oitavo lugar para Bari, que obteve nota total de 5,94: o comportamento grosseiro em que mais perduram seus cidadãos é o mau hábito de usar o celular em locais públicos.

7. Nápoles

A cidade de Nápoles brilha entre as mais educadas, conquistando o sétimo lugar com nota 5,90: também neste caso, o ponto fraco parece ser o uso inadequado do celular.

6. Messina

A sexta posição vai para Messina, com índice de grosseria de 5,89: a cidade siciliana é particularmente virtuosa em deixar gorjetas, tanto que já conquistou o título de mais generosa da Itália.

5. Bolonha

Bolonha (que foi a província com melhor qualidade de vida em 2022) pode ostentar um bom quinto lugar entre as cidades mais educadas da Itália, com uma pontuação total de 5,87. Seus habitantes estão entre os que mais respeitam a coletividade e têm uma atitude calorosa com os outros.

4. Verona

Em quarto lugar encontramos a cidade de Verona, que somou nota 5,66. O comportamento em que seus habitantes se saíram melhor? Aparentemente, é tudo sobre o bom hábito de esperar na fila.

3. Modena

E agora chegamos ao pódio: Modena está em terceiro lugar, com nota 5,60. Esta é a cidade em que os estrangeiros são considerados mais grosseiros do que os habitantes.

2. Florença

Pontuação de 5,60 também para Florença, que conquistou a medalha de prata: seus cidadãos são particularmente respeitosos com os outros e são corteses com o pessoal de serviço.

1. Pádua

Por último, a cidade mais educada da Itália é Pádua (ou Padova, em italiano), com nota 5,18: entre seus habitantes há respeito pelos espaços pessoais e pouco barulho é feito em público. Curioso notar como a mais virtuosa da Itália se encontra no Veneto, que também tem a cidade mais rude (Veneza).

Siga o Italianismo no Instagram

Deixa o seu comentário:

Destaques do editor

Destaque do Editor

A cidadania italiana pode abrir portas em diversas situações, como a facilidade em trabalhar e estudar no Exterior

Cotidiano

CNH brasileira volta a valer na Itália: novo acordo facilita vida de milhares pessoas

Cotidiano

Brasileiros residentes no país europeu há menos de seis anos podem solicitar habilitação italiana sem necessidade de novos exames

Esporte

O ítalo-brasileiro assumiu o cargo de técnico da Juventus, firmando um contrato de três temporadas, válido até meados de 2027.

Variedades

Agente de Registro Civil e intermediador são suspeitos

Turismo

Iniciativa é feita no aniversário dos 150 anos da imigração.

Cultura

Evento reúne o melhor da produção contemporânea do país europeu.

Variedades

Mostra e degustação contam história da iguaria desde as origens.

Economia

Dados registrados pela agência são do 1º trimestre de 2024

Cultura

O Sequestro do Papa' chegará aos cinemas do Brasil em 18/7

Notícias

Sace apontou potencial no país latino para empresas italianas

Economia

Meloni enviou mensagem para assembleia de associação de seguros.