Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

Italianismo

Destinos

O “passaporte” mais poderoso do mundo em 2021? A vacinação

passaporte de vacinação
A vacinação contra o covid-19 será o passaporte mais poderoso do mundo em 2021 | Foto: ROQU Group

A vacinação contra o covid-19 será o passaporte mais poderoso do mundo em 2021.

Quase um mês após a aprovação da primeira vacina contra o novo coronavírus pela Agência Europeia de Medicamentos, milhares de cidadãos da União Europeia já receberam a injeção


Bendita Cidadania


Bendita Cidadania

De acordo com as estimativas iniciais, com as milhões de vacinas já adquiridas, o mundo pode se tornar imune à Covid-19 até 2023.

As economias da maioria dos países do mundo estão de joelhos e o setor mais penalizado é o de viagens e turismo, que para muitos países é o pilar que os sustenta. Principalmente na Itália, onde o turismo representa 13% do PIB.

Como escreve o site SchengenVisaInfo, essas indústrias não podem esperar que o mundo inteiro se torne imune à Covid-19 para reiniciar seus negócios

É por isso que muitos países já estão trabalhando em “passaportes de vacinação” para permitir a retomada das viagens e do turismo. 

Um funcionário da UE também disse ao site no ano passado que, no caso de descoberta de uma vacina, a prova da vacinação também seria necessária para o pedido de visto Schengen e para a entrada sem visto.

SIGA O ITALIANISMO


Agora, dez meses depois, o mais recente país a anunciar seus planos de reintroduzir um documento mostrando que seu titular foi vacinado contra COVID-19 é a Dinamarca. 

Países trabalham para introduzir “passaporte de vacinação”

O Ministério da Saúde e Idosos dinamarquês anunciou no início de janeiro que está trabalhando em um “passaporte de vacinação” para viajantes dinamarqueses, que em breve estará disponível para todos os cidadãos dinamarqueses que forem vacinados. 

Já o primeiro-ministro grego, Kyriakos Mitsotakis, chegou a enviar uma carta à presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, instando a Comissão a apresentar um certificado de vacinação contra o Coronavírus para facilitar as viagens entre o bloco. 

Outros países, como Islândia e Hungria, já estão aplicando a exigência dos chamados “passaportes de imunidade”, que, em essência, é a prova de que o viajante já estava infectado com COVID-19 (mas não está mais), e agora ele tem anticorpos em seu corpo.

OMS (ainda) não recomenda

A Organização Mundial da Saúde (OMS) não recomenda “no momento” a introdução de um passaporte de saúde que certifique o status de vacinação da Covid. É o que se lê no site da agência da ONU, no documento aprovado ao final da sexta reunião do Comitê de Emergência. 

“No momento” é aconselhável não introduzir requisitos de vacinação ou prova de imunidade para viagens internacionais como uma condição de entrada, pois ainda existem incógnitas críticas sobre a eficácia da vacinação na redução da transmissão “junto com” disponibilidade limitada de vacinas”, lê-se. 

“A evidência de vacinação não deve isentar os viajantes internacionais de cumprir outras medidas de redução de risco de viagem”, completa.

Uma coalizão de empresas de tecnologia e organizações de saúde anunciou que está trabalhando em um certificado de vacinação digital, que pode ser usado em smartphones para mostrar evidências de ter recebido o soro anti-Covid-19. 

A Vaccination Credential Initiative (Vci), este é o nome da fundação, inclui a Mayo Clinic, Microsoft, Oracle e Salesforce. 

As empresas estão planejando uma solução para obter credenciais digitais – que alguns chamam de “passaportes” de vacinação – para ajudar as pessoas a voltarem a seus empregos, escolas, eventos e viagens. 

O grupo disse que desenvolveu padrões para cópias digitais criptografadas de credenciais de vacinação, que podem ser armazenadas em uma carteira digital em smartphones. 

Já na Irlanda, o Grupo ROQU lançou a plataforma digital “Health Passport”, que fornece resultados de teste para que as empresas possam operar em um ambiente controlado e com segurança.

Leia também

Deixa o seu comentário:

Mais de Italianismo

Destinos

A Itália é o país preferido na Europa para quem deseja levar animais de estimação durante as férias. Deixa o seu comentário:

Cotidiano

A Latam decidiu estender a suspensão até outubro de algumas rotas internacionais, incluindo Milão, na Itália. Deixa o seu comentário:

Turismo

Mais da metade dos italianos está planejando suas férias de verão. Aqui estão as tendências deste ano

Cotidiano

Grupo busca apoio para pressionar as autoridades italianas. Governo ainda não respondeu

Cotidiano

Uma ciclovia suspensa e projetada para ser a mais bela da Itália: é o que promete Veneza, na Itália. Deixa o seu comentário:

Destinos

As igrejas da Itália são verdadeiras obras de arte. Aqui está um passeio entre as mais evocativas de toda a bota.

Cotidiano

Regiões com maior percentual de doses aplicadas são Lazio, Toscana e Vêneto.

Cotidiano

Em 2021, o Brexit será uma realidade, mas o que muda para os italianos que querem viajar, estudar ou trabalhar no Reino Unido? Deixa...