Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Esporte

Morre Paolo Rossi, herói italiano do Mundial de 1982

Morre Paolo Rossi, herói italiano do Mundial de 1982
Morre Paolo Rossi, herói italiano do Mundial de 1982

Ex-atacante italiano foi algoz do Brasil na Copa de 82

Eternamente associado à história da seleção brasileira por ter feito os três gols que eliminaram o Brasil da Copa de 82, o ex-atacante italiano Paolo Rossi morreu nesta quarta-feira, aos 64 anos. 

Segundo o jornal “Gazzetta dello Sport”, o ídolo da Azzurra foi vítima de um câncer de pulmão descoberto há pouco tempo.

Rossi morreu exatamente duas semanas depois de outro ícone do futebol mundial nos anos 80, o argentino Diego Maradona, campeão e principal nome da Copa do México, em 1986.

O ex-jogador da Juventus foi campeão e artilheiro do Mundial da Espanha-1982, com seis gols.

Até a segunda fase, ainda não tinha marcado nenhum, mas desencantou na vitória da Itália por 3 a 2 sobre a seleção dirigida por Telê Santana, que marcou época com craques como Zico, Falcão, Júnior e Sócrates.

Títulos na Juventus e escândalo antes da Copa de 82

Paolo Rossi nasceu na cidade de Prato, em Florença. Começou a jogar na Juventus, onde viveu os melhores momentos da carreira. Pelo clube de Turim, conquistou duas vezes o Campeonato Italiano (1981/82 e 1983/84), a Copa Europeia (atual Liga dos Campeões da Uefa), em 1984/85, a Supercopa da Uefa em 1984, a extinta Recopa Europeia, em 1983/84, e a Copa da Itália, em 1982/83. Também foi campeão da Série B italiana em 1976/77 pelo Vicenza.

Em 1978, disputou pela seleção italiana sua primeira Copa do Mundo, na Argentina, marcando três gols na campanha que terminou com um quarto lugar – a Itália perdeu para o Brasil por 2 a 1 na disputa pelo terceiro posto. Já reconhecido como um dos principais jogadores do país, Paolo Rossi foi suspenso por três anos em 1980, quando atuava pelo Perugia, acusado de envolvimento em um escândalo de manipulação de resultados conhecido como “Totonero”. Posteriormente, sua pena foi reduzida a dois anos, o que permitiu sua convocação para a Copa da Espanha.

Rossi jogou somente em clubes italianos, com passagens também por Como, Vicenza, Milan e Hellas Verona, onde encerrou a carreira, em 1987. Em 2002, o ex-atacante lançou um livro sobre sua trajetória nos campos, com inegável destaque para o marcante jogo contra a seleção brasileira em 1982, possivelmente o mais importante da sua carreira: “Ho fatto piangere il Brasile” (Eu fiz chorar o Brasil, em português). Rossi também trabalhou como comentarista em emissoras de TV italianas, como RAI e Mediaset. (por GE)

LEIA TAMBÉM
200

Deixa o seu comentário:

Publicidade

Série

Rádio e TV italiana

Siga o Italianismo

Destaques do editor

Cotidiano

Rafaela Pimenta tocará a empresa do italiano a partir de agora

Esporte

Itália na Copa? Tapetão que excluiria o Irã não passa de boato, diz Fifa

Cotidiano

Uma delas tem o design da bola usada na Copa do Mundo de 1978

Esporte

Treinador agradeceu o apoio dos que desejam que ele continue no comando da Itália

Esporte

Campeões europeus, italianos estão eliminados do Mundial pela segunda edição seguida

Esporte

Em longa entrevista ao Il Sole 24 Ore, Giuseppe Marotta disse que governo abandonou os clubes

Itália no Brasil

AlmavivA aguarda assembleia de conselheiros para efetuar compra de 90% do Juventus, time de futebol tradicional de SP

Esporte

Vamos ter na Seleção Italiana jogadores que não são realmente italianos, diz Legrottaglie

Esporte

Treinador divulga lista de atletas chamados para período de treinos em CT de Coverciano, em meio a Data Fifa sem partidas

Esporte

Centroavante formado na base do Atlético-MG e com passagem pelo Santos recebe aval da Fifa

Cotidiano

Como a Azzurra vai começar 2022: "Vamos enfrentar Portugal. O Ronaldo vai marcar, mas depois o Mancini vai festejar"

Esporte

Roberto Mancini acredita que a Itália estará na Copa do Mundo do Catar. Deixa o seu comentário: