Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Comer e beber

‘Mapa gourmert’ promove gastronomia de cidades da Itália

A ano de 2018 será o "ano da comida italiana"

Os Ministérios das Políticas Agrícolas e dos Bens Culturais e Turismo da Itália proclamaram o ano de 2018 como “o ano da comida italiana”. 

A Confederação Nacional dos Cultivadores Diretos (Coldiretti) anunciou que o primeiro evento ligado ao “ano da comida italiana” será a realização do “mapa gourmet” dos “tesouros escondidos” das 5.567 pequenas cidades espalhadas pela Itália.

A ideia é apresentar e promover, também com fins turísticos, as paisagens rurais históricas de regiões com menos de cinco mil habitantes, que contam a história de um patrimônio cultural e artístico. O projeto inclui locais diferentes dos tradicionais circuitos turísticos que agora podem ser finalmente protegidos graças à nova lei n.158/17, que contém medidas para apoiar e realçar o patrimônio enogastronômico das pequenas cidades.

Entre os principais destinos gourmet estão Vigoleno, aldeia no município de Vernasca, na província de Piacenza, onde se encontra a produção de mais de 5 mil garrafas por ano do vinho “Vin Santo di Vigoleno”; Loazzolo (358 habitantes), construída na aldeia de Asti, que também entra na disputa no quesito “melhor vinho”.

Nas zonas do terremoto, o mapa destaca Montelupone (3.584 habitantes), em Marcas, local de origem da alcachofra roxa, também conhecida como “scarciofeno”, além de Campotosto, na província de L’Áquila, onde é produzida a mortadela de mesmo nome.

Mesmo as ilhas mais pequenas, como a Ústica (1308 habitantes), na Sicília, tem cultivo e produção de produtos exclusivos, como lentilhas. Outras regiões também estão ligadas às antigas tradições religiosas, como em Santa Croce di Magliano (4.387 habitantes), na região de Molise, que a população consome um queijo por ocasião das festas da santa. No dia 30 de dezembro, os Ministérios das Políticas Agrícolas e dos Bens Culturais e Turismo da Itália proclamaram o ano de 2018 como “o ano da comida italiana”. De acordo com o governo, o foco da ação será na valorização dos reconhecimentos dados pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) em relação à gastronomia do país europeu.

Por Isto é

Siga o Italianismo no Instagram

Deixa o seu comentário:
1 Comment

1 Comments

  1. auto detailing overland park

    12 de março de 2022 at 12:28

    Thanks a lot for the blog post.Much thanks again. Really Cool.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaques do editor

Destaque do Editor

O ranking mostra o posicionamento, o número de famílias e o número de municípios em que os sobrenomes italianos estão espalhados.

Cotidiano

Prefeito perde batalha contra ítalo-brasileiros: A lei falou mais alto. Parece que o jogo virou, não é mesmo, senhor prefeito?

Destaque do Editor

A transmissão da cidadania italiana jure sanguinis pode ser comprovada por qualquer meio, diz a Corte de Cassação da Itália

Cidadania Italiana

Ao contratar um advogado para processo de cidadania italiana, opte por um que mantenha representante no Brasil.

Cidadania Italiana

Cidadania italiana irregular: 92 cidades da província de Nápoles entram em investigação.

Cidadania Italiana

Silmara Fabotti, líder de esquema de cidadania italiana falsa, planejava fugir da Itália, relata juiz.

Cidadania Italiana

Descaso com o Codice Fiscale: Conselheiro do CGIE denuncia "Gaming the System" nos consulados.

Cidadania Italiana

Passaporte em todo lugar: A partir de julho, correios italianos facilitam renovação e emissão

Cidadania Italiana

A crescente diáspora italiana: Migração em massa em busca de melhores oportunidades e realização pessoal.

Itália no Brasil

Um voo histórico de solidariedade: A ajuda humanitária da Itália ao Rio Grande do Sul.

Itália no Brasil

Aviso por correio convoca os eleitores para participarem das eleições do Parlamento Europeu de 2024.

Cidadania Italiana

Investigação revela esquema de corrupção envolvendo falsos certificados de residência em troca de dinheiro e favores sexuais.