Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Estudar na Itália

Itália reabre escolas com passe sanitário para professores

Obrigatória a apresentação de certificado sanitário para professores e funcionários escolares

italia passe sanitário
Itália reabre escolas com passe sanitário para professores

Começou nesta segunda-feira (13) o ano letivo 2021/22 para quase 4 milhões de estudantes da Itália, cujo governo tornou obrigatória a apresentação de um passe sanitário por professores e outros funcionários escolares.   

A volta às aulas envolve 3,9 milhões de alunos das regiões de Abruzzo, Basilicata, Emilia-Romagna, Lazio, Lombardia, Piemonte, Úmbria, Vale de Aosta e Vêneto, além da província autônoma de Trento.   

Crianças e adolescentes já haviam voltado às escolas em 6 de setembro na província autônoma de Bolzano. Já na Sardenha, o ano letivo começa nesta terça (14); e nas regiões de Campânia, Ligúria, Marcas, Molise e Toscana, na quarta (15).   

O Friuli Veneza Giulia e a Sicília reabrem os colégios em 16 de setembro, enquanto as últimas regiões a voltar às aulas serão Calábria e Puglia, na próxima segunda (20).   

Passe sanitário obrigatório para professores na Itália

Professores e funcionários das escolas são obrigados a apresentar o chamado “passe verde”, certificado do governo italiano concedido a pessoas totalmente vacinadas contra a Covid-19 ou que tenham tomado a primeira dose há pelo menos 15 dias; curados da doença há no máximo seis meses; ou indivíduos que tenham testado negativo em exames PCR ou de antígeno há no máximo 48 horas.   

Docentes que não levarem o certificado poderão ter o salário suspenso ou pagar multas de até mil euros (R$ 6,2 mil).   

Pais de alunos e outros adultos que tenham acesso aos colégios também precisam mostrar o passe, que, por outro lado, não é exigido de estudantes, mesmo aqueles que já podem tomar vacinas anti-Covid (12 anos ou mais).   

Segundo o ministro da Educação da Itália, Patrizio Bianchi, mais de 900 mil verificações foram feitas na plataforma do “passe verde” apenas entre 7h e 8h da manhã desta segunda.   

“93% do pessoal escolástico está vacinado. Se houver riscos, vamos intervir de forma mirada, seremos cirúrgicos nas medidas”, acrescentou Bianchi, descartando a hipótese de fazer regiões inteiras voltarem ao ensino a distância que vigorou durante quase toda a pandemia.   

O uso de máscaras nas salas de aula é obrigatório para crianças com seis anos ou mais, porém o governo estuda relaxar a medida caso todos os alunos da mesma classe tenham sido vacinados. (Ansa)

Siga o Italianismo no Instagram

Deixa o seu comentário:

Destaques do editor

Destaque do Editor

A transmissão da cidadania italiana jure sanguinis pode ser comprovada por qualquer meio, diz a Corte de Cassação da Itália

Cotidiano

Prefeito perde batalha contra ítalo-brasileiros: A lei falou mais alto. Parece que o jogo virou, não é mesmo, senhor prefeito?

Cidadania Italiana

Cidadania italiana irregular: 92 cidades da província de Nápoles entram em investigação.

Cidadania Italiana

Silmara Fabotti, líder de esquema de cidadania italiana falsa, planejava fugir da Itália, relata juiz.

Cidadania Italiana

A crescente diáspora italiana: Migração em massa em busca de melhores oportunidades e realização pessoal.

Itália no Brasil

Um voo histórico de solidariedade: A ajuda humanitária da Itália ao Rio Grande do Sul.

Cidadania Italiana

Investigação revela esquema de corrupção envolvendo falsos certificados de residência em troca de dinheiro e favores sexuais.

Cidadania Italiana

Rodrigo Faro se defende de acusações de envolvimento em esquema de falsificação de documentos para cidadania italiana

Cidadania Italiana

Apresentador de TV, empresários e jogadores de futebol têm processos de cidadania italiana cancelados na região de Nápoles.

Itália no Brasil

Diante do público cada vez maior, desafio é garantir boa estrutura para atender bem os visitantes.

Cotidiano

Meloni apresentou queixa antimáfia sobre fluxos migratórios.

Cidadania Italiana

Suspensão temporária das audiências durante o período eleitoral e possível greve dos juízes afeta ítalo-brasileiros.