Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Cotidiano

Itália prende 3 pessoas por tragédia em teleférico; Conheciam o problema

Detidos disseram que o equipamento estava com problema há cerca de um mês e meio e eles falharam em evitar acidente.

tragédia em teleférico
Itália prende 3 pessoas por tragédia em teleférico

A Itália prendeu três pessoas nesta quarta-feira (26) envolvidas na trágica queda de uma cabine do teleférico de Stresa, localizado na região do Piemonte, no último domingo (23) e que causou a morte de 14 pessoas.

Entre os detidos, está Luigi Nerini, gestor da empresa Ferrovia do Mottarone, que tinha a administração do teleférico, e o engenheiro Enrico Perocchio.

A Procuradoria de Verbânia descobriu durante as investigações que o freio de emergência, chamado de “garfo” e que fica na cabine, não foi ativado propositalmente para evitar que toda a estrutura do teleférico ficasse paralisada por muito tempo.

As procuradoras Olimpia Bossi e Laura Carrera e o comandante provincial da Arma dos Carabineiros de Verbânia, tenente coronel Alberto Cicognani, informaram que os três detidos confirmaram a ação deliberada e disseram que o equipamento estava com problema há cerca de um mês e meio.

Havia um mal funcionamento no teleférico, foi chamada a manutenção, que não resolveu o problema ou o resolveu em parte. Para evitar novas interrupções do serviço, eles escolheram não ativar o ‘garfo’, o que impediu que o freio de emergência entrasse em funcionamento”, disse Cicognani à “RAI Tre”.

Como o sistema de freios de emergência não foi ativado no momento em que um dos cabos da estrutura se rompeu, a cabine acabou descendo a mais de 100km/h e, ao chegar no primeiro poste que segurava a estrutura, foi lançada ao ar por 54 metros, caindo próxima a um bosque após rolar no chão por alguns metros.

As investigações ainda constataram que o freio que ficava dentro da cabine foi adulterado. Bossi explicou que o “garfo”, ou seja o distribuidor que mantém as sapatas do freio em uma distância que conseguem frear o cabo de transporte em caso de alguma quebra, “não foi removido e ativado”.

Bossi ainda afirmou que o “desenvolvimento da investigação” chegou em um ponto “muito grave e inquietante” e que agora os demais funcionários do teleférico serão investigados para saber quem mais sabia de um problema tão grave.

O chefe da Secretaria Nacional para os Entes Locais, Francesco Boccia, afirmou que “se as hipóteses da Procuradoria forem verdadeiras, nós estaremos perante a um caso gravíssimo, deplorável e imperdoável”.

A segurança nunca pode ser considerada um custo pesado, uma perda de tempo ou uma chatice burocrática que atrapalha o negócio. Sem segurança não há negócios e, quem não aceita isso, não merece ter uma empresa”, acrescentou.

Queda do teleférico

A tragédia no teleférico Stresa-Mottarone ocorreu no início da tarde do domingo, por volta das 13h. Segundo o que foi apurado, a cabine chegou na área de desembarque, teve um solavanco e começou a descer de ré.

Dos 15 passageiros a bordo, que eram de cinco famílias, apenas um menino de 5 anos sobreviveu. Eitan está em estado grave na UTI do hospital da Cidade da Saúde de Turim.

A boa notícia é que o pequeno foi retirado do coma induzido nesta quarta-feira e está respondendo bem ao tratamento. Segundo o diretor-geral da unidade hospitalar, Giovanni La Valle, uma tia da criança está ao lado dele.

No incidente, Eitan perdeu os pais e os dois irmãos. (Ansa)

E aí, gostou do artigo? Então compartilhe nas suas redes sociais e traga seus amigos, colegas e seguidores para a discussão. Em caso de dúvidas a respeito do assunto, não hesite em deixar seu comentário.

Deixa o seu comentário:

Mais de Italianismo

Cotidiano

Hundred Days, o jogo para aprender a fazer vinho do Langhe piemontês

Comer e beber

Os doces italianos fazem parte da fama da gastronomia do país. Confira receitas famosas para celebrar o Dia do Chocolate, comemorado em 7 de...

Cotidiano

Nas redes sociais, franceses se regozijam com a tragédia em teleférico em Mottarone, no norte da Itália, que matou 14 pessoas.

Cotidiano

Cabine transportava 15 pessoas, 12 adultos e três menores. Um bebê de dois anos teve morte imediata.

Cotidiano

Tragédia no Lago Maggiore. O acidente foi causado pela falha de um cabo de reboque quando a cabine estava quase no topo.

Cotidiano

Calábria, Lombardia, Emilia-Romagna, Friuli Venezia Giulia, Piemonte e Toscana voltam para a zona menos restritiva.

Comer e beber

Conheça receitas típicas de Páscoa na Itália, de norte a sul.

Comer e beber

O New York Times selecionou os melhores vinhos baratos do mundo abaixo de 20 euros: na lista estão cinco rótulos italianos

Arte & Cultura

Das impressionantes Dolomitas à vila de contos de fadas de Alberobello, descubra o caminho menos percorrido da Itália.

Cotidiano

Olfato apurado provou ser mais eficaz do que um teste rápido. E muito mais eficaz.

Cotidiano

A maior queda de neve das últimas décadas está causando sérios problemas na Itália. Deixa o seu comentário:

Cotidiano

Um relatório em tempo real mostra o número de quantos já foram vacinados na Itália contra o Covid-19. Deixa o seu comentário: