Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Cotidiano

Itália prende 3 pessoas por tragédia em teleférico; Conheciam o problema

Detidos disseram que o equipamento estava com problema há cerca de um mês e meio e eles falharam em evitar acidente.

tragédia em teleférico
Itália prende 3 pessoas por tragédia em teleférico

A Itália prendeu três pessoas nesta quarta-feira (26) envolvidas na trágica queda de uma cabine do teleférico de Stresa, localizado na região do Piemonte, no último domingo (23) e que causou a morte de 14 pessoas.

Entre os detidos, está Luigi Nerini, gestor da empresa Ferrovia do Mottarone, que tinha a administração do teleférico, e o engenheiro Enrico Perocchio.

A Procuradoria de Verbânia descobriu durante as investigações que o freio de emergência, chamado de “garfo” e que fica na cabine, não foi ativado propositalmente para evitar que toda a estrutura do teleférico ficasse paralisada por muito tempo.

As procuradoras Olimpia Bossi e Laura Carrera e o comandante provincial da Arma dos Carabineiros de Verbânia, tenente coronel Alberto Cicognani, informaram que os três detidos confirmaram a ação deliberada e disseram que o equipamento estava com problema há cerca de um mês e meio.

Havia um mal funcionamento no teleférico, foi chamada a manutenção, que não resolveu o problema ou o resolveu em parte. Para evitar novas interrupções do serviço, eles escolheram não ativar o ‘garfo’, o que impediu que o freio de emergência entrasse em funcionamento”, disse Cicognani à “RAI Tre”.

Como o sistema de freios de emergência não foi ativado no momento em que um dos cabos da estrutura se rompeu, a cabine acabou descendo a mais de 100km/h e, ao chegar no primeiro poste que segurava a estrutura, foi lançada ao ar por 54 metros, caindo próxima a um bosque após rolar no chão por alguns metros.

As investigações ainda constataram que o freio que ficava dentro da cabine foi adulterado. Bossi explicou que o “garfo”, ou seja o distribuidor que mantém as sapatas do freio em uma distância que conseguem frear o cabo de transporte em caso de alguma quebra, “não foi removido e ativado”.

Bossi ainda afirmou que o “desenvolvimento da investigação” chegou em um ponto “muito grave e inquietante” e que agora os demais funcionários do teleférico serão investigados para saber quem mais sabia de um problema tão grave.

O chefe da Secretaria Nacional para os Entes Locais, Francesco Boccia, afirmou que “se as hipóteses da Procuradoria forem verdadeiras, nós estaremos perante a um caso gravíssimo, deplorável e imperdoável”.

A segurança nunca pode ser considerada um custo pesado, uma perda de tempo ou uma chatice burocrática que atrapalha o negócio. Sem segurança não há negócios e, quem não aceita isso, não merece ter uma empresa”, acrescentou.

Queda do teleférico

A tragédia no teleférico Stresa-Mottarone ocorreu no início da tarde do domingo, por volta das 13h. Segundo o que foi apurado, a cabine chegou na área de desembarque, teve um solavanco e começou a descer de ré.

Dos 15 passageiros a bordo, que eram de cinco famílias, apenas um menino de 5 anos sobreviveu. Eitan está em estado grave na UTI do hospital da Cidade da Saúde de Turim.

A boa notícia é que o pequeno foi retirado do coma induzido nesta quarta-feira e está respondendo bem ao tratamento. Segundo o diretor-geral da unidade hospitalar, Giovanni La Valle, uma tia da criança está ao lado dele.

No incidente, Eitan perdeu os pais e os dois irmãos. (Ansa)

Siga o Italianismo no Instagram

Deixa o seu comentário:

Destaques do editor

Destaque do Editor

O ranking mostra o posicionamento, o número de famílias e o número de municípios em que os sobrenomes italianos estão espalhados.

Cotidiano

Prefeito perde batalha contra ítalo-brasileiros: A lei falou mais alto. Parece que o jogo virou, não é mesmo, senhor prefeito?

Destaque do Editor

A transmissão da cidadania italiana jure sanguinis pode ser comprovada por qualquer meio, diz a Corte de Cassação da Itália

Cidadania Italiana

Ao contratar um advogado para processo de cidadania italiana, opte por um que mantenha representante no Brasil.

Cidadania Italiana

Cidadania italiana irregular: 92 cidades da província de Nápoles entram em investigação.

Cidadania Italiana

Silmara Fabotti, líder de esquema de cidadania italiana falsa, planejava fugir da Itália, relata juiz.

Cidadania Italiana

Descaso com o Codice Fiscale: Conselheiro do CGIE denuncia "Gaming the System" nos consulados.

Cidadania Italiana

A crescente diáspora italiana: Migração em massa em busca de melhores oportunidades e realização pessoal.

Cidadania Italiana

Passaporte em todo lugar: A partir de julho, correios italianos facilitam renovação e emissão

Itália no Brasil

Um voo histórico de solidariedade: A ajuda humanitária da Itália ao Rio Grande do Sul.

Itália no Brasil

Aviso por correio convoca os eleitores para participarem das eleições do Parlamento Europeu de 2024.

Cidadania Italiana

Investigação revela esquema de corrupção envolvendo falsos certificados de residência em troca de dinheiro e favores sexuais.