Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Cotidiano

Itália ilumina monumentos em solidariedade à Ucrânia

Monumentos da Itália foram iluminados em solidariedade ao povo ucraniano

italia monumento ucrania
Coliseu, em Roma, na Itália iluminado de azul e amarelo, as cores da Ucrânia | FILIPPO MONTEFORTE / AFP

Diversos monumentos da Itália, incluindo o Coliseu, em Roma, foram iluminados com as cores da bandeira da Ucrânia, em um apelo pela paz no território invadido por militares russos.

Ação Contra as filasAção Contra as filas

O prefeito da capital italiana, Roberto Gualtieri, classificou a homenagem como “um sinal de proximidade com o povo ucraniano“, porque “Roma está comprometida com a paz”.

O político italiano convocou ainda uma procissão com tochas pela paz, que começou na Piazza del Campidoglio e foi até o Coliseu para demonstrar o “apoio ao povo ucraniano contra uma guerra absurda e perigosa para o futuro da Europa”.

Mole Antonelliana em Turim foi “pintada” de Amarelo e Azul | AR Tribune

Além do Coliseu, a Mole Antonelliana também foi tingida de amarelo e azul, em um gesto para expressar a solidariedade da cidade de Turim para Kiev, assim como a estátua de David, em Florença.

Em Milão e Nápoles, uma multidão se reuniu para abrir uma “bandeira da paz” em solidariedade à Ucrânia.

Manifestação em Milão | Repubblica

Já em Bergamo, a bandeira ucraniana foi erguida na Câmara Municipal. As cores da Ucrânia também podem ser vistas em Palermo.

Espaço público em Bérgamo com a bandeira da Ucrânia | Corriere

* Com informações da Ansa

200

Deixa o seu comentário:

Publicidade

Série

Rádio e TV italiana

Siga o Italianismo

Destaques do editor

Cotidiano

Segundo Putin, exportação de cereais volta ao normal apenas se Ocidente retirar embargos impostos à Russia

Arte & Cultura

Ucrânia dispara com voto do público e vence o Eurovision 2022

Una buona notizia!

42 menores se mudaram para a pequena Fosciandora, na Toscana

Cotidiano

Os trinta diplomatas russos expulsos da Itália são "pessoas indesejáveis". Moscou: nós responderemos

Cotidiano

Durante o diálogo, o premiê cobrou a instituição de um cessar-fogo “o quanto antes”

Comer e beber

Além de armas, Itália enviou milhares de pacotes ultracompactos para apoiar os combatentes contra a Rússia

Cotidiano

Confisco de iates e contas bancárias feito pelo ministério da Economia e das Finanças italiano já chegou aos 140 milhões de euros

Cotidiano

Morto há 141 anos, o escritor Fiódor Dostoiévski (1821-1881) virou alvo na Itália por causa da invasão da Ucrânia pela Rússia. Deixa o seu...

Cotidiano

Senador sempre criticou as sanções econômicas da União Europeia contra a Rússia

Cotidiano

Crise ucraniana: mil refugiados já estão na Itália, mas pelo menos 900 mil podem chegar. Aqui está o plano de acolhimento

Cotidiano

O primeiro-ministro da Itália, Mario Draghi, disse que ataque russo é virada decisiva na história europeia.

Cotidiano

Salvini se opôs, após o anúncio da União Europeia, sobre o envio de ajuda militar à Ucrânia