Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Negócios

Empresa italiana cria tecido anti-Covid para hotéis e restaurantes

Um tecido que protege contra a transmissão do Coronavírus através de superfícies: é ideia de uma empresa italiana

tecido anti covid

Um tecido anti-coronavírus para fazer uniformes para camareiras, chefs, garçons e faxineiros. Essa é a proposta de uma empresa italiana para permitir que as operadoras do setor de hotelaria trabalhem com mais segurança, protegendo-se da transmissão do vírus.

O novo tecido antibacteriano e antiviral se chama Virkill, e foi criado pela Italtex, uma tradicional empresa fabricante de tecidos de seda para roupas femininas. 

Tecido anti-vírus: o mercado

Não é a primeira vez que produtos desse tipo são apresentados no mercado. A pandemia, de fato, forçou muitas empresas a repensarem seus parâmetros de produção. E abriu caminho para novas tecnologias que, mesmo na área têxtil, podem representar um auxílio para a prevenção da Covid-19.

Não surpreendentemente, o mercado de tecidos antimicrobianos e antivirais é promissor. 

A Global Market Insights, empresa norte americana e de consultoria, estima um crescimento de 10,48 bilhões de dólares em 2019 para 20,5 bilhões em 2026.

E a indústria têxtil italiana, que sempre foi uma das líderes europeias e internacionais do setor, certamente não está apenas olhando esse crescimento.

Tecido antivírus Coronavirus: os precedentes

Outro exemplo totalmente italiano, apresentado recentemente, foi o desenvolvido pela Anemotech, que criou “The Breath”, um tecido tecnológico com função antibacteriana e antiviral. Mas há também a fiorentina Texe, ou a tecnologia AvirTex proposta pela empresa Argar, de Varese.

Nomes conhecidos também entraram no boom dos tecidos antivirais, como a fabricante padovana de malas Roncato, que colocou as máscaras ViralOff no mercado.

E a Diesel, que criou uma coleção de cápsulas em tecidos antimicrobianos.

Como funciona o Virkill

As propriedades do Virkill são garantidas pelas nanopartículas de cobre “fundidas” no fio, característica que distingue o tecido de um simples tratamento antiviral de superfície que pode deteriorar com a lavagem. 

As nanopartículas de cobre apresentaram atividade antibacteriana de longa duração e recentemente se mostraram eficazes até mesmo contra fungos e vírus.

As certificações de eficácia

De fato, uma série de testes laboratoriais efetuados e certificados – segundo parâmetros internacionais – demonstram uma certa eficácia antibacteriana e antiviral do tecido. 

Segundo o jornal Corriere della Sera, o tecido obteve a certificação da International Standards Organization ISO 18184: 2019, que reconhece a atividade antiviral dos produtos têxteis especificamente contra Covid-19 (vírus Sars-CoV-2) com excelentes resultados. 

Leia também

Refúgio nas Dolomitas busca um novo gerente

O “passaporte” mais poderoso do mundo em 2021? A vacinação

Lua de mel: a Itália no Top como destino mais procurado

E aí, gostou do artigo? Então compartilhe nas suas redes sociais e traga seus amigos, colegas e seguidores para a discussão. Em caso de dúvidas a respeito do assunto, não hesite em deixar seu comentário.

Deixa o seu comentário:

Publicidade

Série

Rádio e TV italiana

Siga o Italianismo

Mais de Italianismo

Destinos

Os 100 melhores hotéis do mundo: aqui estão as premiadas estruturas italianas

Herança italiana

Lupo: a família trentina que escolheu o Brasil para viver e fazer crescer seus sonhos de empreendedorismo.

Cotidiano

Oficial: primeiro supercarro totalmente elétrico da Ferrari vai chegar em 2025

Cotidiano

Ranking revela a reputação corporativa das empresas líderes mundiais. Ferrari está no pódio

Negócios

O ranking de bilionários da Forbes revela que Giovanni Ferrero não é mais o homem mais rico da Itália.

Arte & Cultura

Bônus pode dobrar e triplicar se o colaborador ler e apresentar duas ou três obras.

Destinos

Sem turismo, as aldeias da Itália também estão em risco. E, junto com eles, também os produtos típicos desses lugares.

Negócios

Um século de história do motociclismo, com a capacidade de olhar para a frente e inovar, mantendo-se fiel aos seus valores.

Itália no Brasil

O Brasil importou da Itália em 2020 cerca de US$ 231 milhões em vinhos, massas e outros produtos do Made in Italy. Um aumento...

Destinos

A Itália é o país preferido na Europa para quem deseja levar animais de estimação durante as férias. Deixa o seu comentário:

Cotidiano

Quais são as comidas preferidas pelos italianos? Antes de tudo é preciso dizer que a comida para nós é um assunto sério. Deixa o...

Cotidiano

A panela de barro conquistou os milaneses. Isso porque um capixaba se tornou referência em moqueca na capital mundial da moda.