Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Cotidiano

Deputado Lorenzato comemora ascensão dos conservadores em Portugal

Em Portugal, partido populista se torna a 3ª força no Parlamento

Deputado Lorenzato portugal
Deputado Lorenzato comemora ascensão dos conservadores em Portugal | Arquivo Roberto Lorenzato

Se na Itáliao bloco de direitafracassou na tentativa de eleger um chefe de Estado do campo conservador, a ascensão dos nacionalistas em Portugal foi comemorada na Itália. É o que revela o deputado Luis Roberto Lorenzato, ítalo-brasileiro e representante da Liga no parlamento italiano.

“Tive a honra de apresentá-lo ao líder da Liga, Matteo Salvini, na Itália, e ao deputado federalEduardo Bolsonaro, no Brasil. Desejo muita união e intercâmbio internacional entre nossos países”, disseLorenzato.

Ele se refere aAndré Ventura, jurista, ex-comentarista esportivo e líder da legenda do partido conservador Chega, que se tornou neste domingo (30) o terceiro maior partido no Parlamento português – conseguiu eleger 12 deputados (em 2019 elegeu apenas 1). 

O presidente da Liga, Matteo Salvini chegou a participar doCongresso do Chega, em Coimbra, em maio de 2021.

Deputado Lorenzato em encontro comMatteo Salvini (centro) eAndréVentura | Arquivo Lorenzato

Bloco de direita rachada na Itália

Por outro lado, a reeleição de Sergio Mattarella como presidente da Itália, confirmada pelo Parlamento no sábado (29), parece ter rachado o bloco de direita, que fracassou na tentativa de eleger um chefe de Estado do campo conservador.

Ao longo das últimas semanas, a coalizão – que contava com a Liga, Irmãos da Itália e Força Itália (FI) – tentou emplacar diversos nomes do campo conservador, como o ex-premiê Silvio Berlusconi, o jurista Carlo Nordio, a vice-governadora da Lombardia, Letizia Moratti, e o ex-senador Marcello Pera.

Essa aliança governa a maioria das regiões italianas e detinha o maior número de votos no colégio eleitoral que escolhe o presidente da República (cerca de 450 de um total de 1.009), porém não se mostrou unida nos momentos decisivos que levaram à reeleição de Mattarella.

“A direita parlamentar não existe mais, é preciso recriá-la do zero, por respeito às pessoas que querem mudar”, disse a deputada Giorgia Meloni, do partido Irmãos da Itália (FdI).

Segundo a deputada, a “única coisa” sobre a qual o bloco de direita concordava na noite de sexta era o “não” a Mattarella.

Segundo a imprensa italiana, Salvini aceitou a reeleição de Mattarella para não correr o risco de ficar isolado dentro da coalizão de união nacional que sustenta o governo de Mario Draghi.

Siga o Italianismo no Instagram

Deixa o seu comentário:

Destaques do editor

Itália no Brasil

Programa percorre cidades brasileiras para mostrar a influência e o legado do povo italiano no país.

Cidadania Italiana

Projeto de Lei no Senado Italiano gera debate sobre possíveis mudanças na cidadania italiana.

Cidadania Italiana

Val di Zoldo: Desafios administrativos, protestos e o embate com a cidadania ítalo-brasileira.

Cotidiano

Facilite sua vida na Itália em 2024 com esses 16 aplicativos essenciais.

Cotidiano

Itália desafia limites: Quer a construção da ponte suspensa mais longa do mundo.

Cidadania Italiana

Subsecretário italiano afirma que a Lei 91 de 92, que rege a cidadania no país, está adequada e não deve ser alterada.

Destinos

Preparando o terreno: estratégias inteligentes para economizar nas reservas de voos para a Itália.

Arte & Cultura

Russell Crowe revela orgulho por suas raízes italianas durante o Festival de Sanremo.

Cidadania Italiana

A italianidade que corre nas veias: por que limitar o direito à cidadania?

Estilo de vida

Descubra as razões por trás da diferença entre o Dia dos Namorados no Brasil e na Itália.

Cotidiano

Deputado Fabio Porta insta governo italiano a agir com urgência no acordo de conversão de CNH com o Brasil.

Itália no Brasil

Estação 'Nova Vicenza', símbolo intocado da imigração italiana, ganha destaque nas páginas do Il Giornale di Vicenza