Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Cotidiano

Depois de salvar o euro, agora Draghi pode salvar a Itália

Salvador da zona do euro em 2012, Mario Draghi aceitou formar governo de unidade na Itália e substituir Giuseppe Conte

Draghi Itália
Depois de salvar o euro, agora Draghi pode salvar a Itália | Foto: Repubblica

“O BCE está pronto para fazer o que for preciso para preservar o euro e, acreditem em mim, isso será o bastante.” Essa frase, dita em 26 de julho de 2012, é o maior símbolo da gestão de Mario Draghi, novo primeiro-ministro encarregado da Itália, à frente do Banco Central Europeu.   

Há oito anos e meio, o italiano enfrentava a crescente desconfiança de investidores em relação ao futuro do maior projeto de integração monetária do planeta. Com Estados endividados empurrando o euro para o abismo, Draghi resolveu deixar claro que não mediria recursos para evitar o colapso da moeda. E evitou.   

Com uma ação decidida, o italiano deixou o BCE em outubro de 2019 como o grande responsável pela salvação do euro e agora assume uma das missões mais delicadas de sua trajetória: formar um novo governo para socorrer a Itália de uma crise política em plena pandemia de Covid-19.   

Ele recebeu nesta quarta-feira (3) a missão de formar um novo governo na Itália e pediu “unidade” para que o país consiga enfrentar um “momento difícil”.

Draghi, que “se reservou o direito de aceitar”, anunciou que iniciará consultas com todos os partidos para examinar se pode contar com uma maioria estável no Parlamento para substituir o governo liderado pelo atual primeiro-ministro Giuseppe Conte.

“Este é um momento difícil. O presidente (Sergio Mattarella) recordou a dramática crise de saúde, com os graves efeitos para a vida das pessoas, a economia e a sociedade”, declarou à imprensa, depois de receber oficialmente o pedido para formar o governo.

“Confio na unidade dos partidos políticos e grupos parlamentares”, completou.

Draghi, de 73 anos, com ampla experiência na gestão da política econômica italiana e europeia, não terá o caminho fácil. (Com informações da Ansa)

E aí, gostou do artigo? Então compartilhe nas suas redes sociais e traga seus amigos, colegas e seguidores para a discussão. Em caso de dúvidas a respeito do assunto, não hesite em deixar seu comentário.

Deixa o seu comentário:

Mais de Italianismo

Cotidiano

A declaração se deu durante coletiva de imprensa em Bruxelas, na Bélgica, depois de dois dias de reuniões entre os líderes da União Europeia

Cotidiano

Para 50,6% dos italianos, o premiê Mario Draghi fez um bom trabalho nos primeiros 100 dias à frente do governo

Cotidiano

Elisabetta Belloni vai chefiar o Departamento de Informação para Segurança.

Cotidiano

Cada vez mais, Mario Draghi parece estar falando por toda a Europa, segundo o NY Times.

Cotidiano

Draghi pede ao Comitê Técnico Científico os protocolos para os setores que podem reabrir primeiro.

Turismo

Ministro anunciou a próxima reabertura do país ao turismo.

Cotidiano

Uma pesquisa de opinião divulgada nesta sexta-feira (19) mostrou que 65,2% dos italianos têm “bastante ou muita confiança” no governo chefiado por Draghi. Deixa...

Cotidiano

Presidente da Comissão Europeia acredita que experiência de Draghi é recurso extraordinário para toda a Europa

Cotidiano

Draghi anuncia novo governo na Itália e encerra crise.

Cotidiano

O pai do primeiro-ministro britânico Boris Johnson anunciou nesta quinta-feira (31) que decidiu solicitar a cidadania francesa. Deixa o seu comentário:

Vida & Estilo

Mesmo sem provas, ex-ministro italiano denunciou fraudes Deixa o seu comentário:

Cotidiano

Membro do governo fez mea culpa sobre otimismo em ‘segunda onda’ Deixa o seu comentário: