Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Itália no Brasil

Brasil importou da Itália R$ 1,2 bi em alimentos e bebidas em 2020

Brasil importou da Itália
Brasil importou da Itália R$ 1,2 bi em alimentos e bebidas em 2020

O Brasil importou da Itália em 2020 cerca de US$ 231 milhões em vinhos, massas e outros produtos do Made in Italy. Um aumento de 1,06% no ano passado em relação a 2019.

Os dados são da Italian Trade Agency, a agência do governo italiano que tem como missão promover o intercâmbio comercial e tecnológico entre a Itália e os demais países.

Em valores totais, as importações brasileiras de alimentos e bebidas provenientes da Itália somaram US$ 231.266,310, em 2020 – cerca de R$ 1,283 bilhão –, alta de 1,06% ante 2019, que totalizou US$ 228.847,181.

Os alimentos Made in Italy mais importados pelo Brasil no ano passado foram massas (23,5 mil toneladas), tomates e molhos (21,4 mil toneladas), kiwi (11,2 mil toneladas), azeite de oliva (4,6 mil toneladas) e farinhas (4,4 mil toneladas).

Outras importantes categorias incluem chocolate (2,9 mil toneladas), pães, doces e biscoitos (2,8 mil toneladas) e vinagres (912,3 mil litros).

Já entre os produtos que registraram maior crescimento das importações em valor, na comparação com 2019, figuram os pães, doces e biscoitos, que somaram US$ 14.781.507, com aumento de 54,8%; presuntos e embutidos, US$ 1.667.747(31,4%); arroz e preparações para risoto, US$ 7.888.148 (28,9%); farinhas, US$ 2.913.592 (20,3%); azeites de oliva, US$ 19.667.608 (10,39%).

Mas foram os vinhos italianos, a bebida da pandemia, cujo consumo cresceu mais de 30% em 2020. O Brasil importou da Itália mais de 11 milhões de litros, totalizando US$ 36.023.547.

Leia também

Itália é o 9° país mais valioso do mundo, aponta ranking

Bebam muito vinho. Os sóbrios não vão para o céu, diz padre na Itália

Melhores vinhos da Itália: as 200 vinícolas escolhidas

E aí, gostou do artigo? Então compartilhe nas suas redes sociais e traga seus amigos, colegas e seguidores para a discussão. Em caso de dúvidas a respeito do assunto, não hesite em deixar seu comentário.

Deixa o seu comentário:

Mais de Italianismo

Comer e beber

O ranking dos 100 melhores chefs do mundo conta com 11 italianos presentes no ranking. Em 2019 eram 9

Comer e beber

Pandemia colocou em risco excelentes alimentos italianos. Associações e produtores correm para salvá-los

Cotidiano

Robô submarino tira fotos do navio e da carga de ânforas que datam do século II a.C.

Comer e beber

A data homenageia uma das invenções culinárias mais apreciadas por todo o mundo, em especial pelos brasileiros

Comer e beber

A Altroconsumo elaborou o ranking das melhores massas da Itália, analisando as amostras de 25 tipos de penne: aqui estão os resultados da análise

Comer e beber

Descubra como uma taça de vinho pode trazer uma boa dose de saúde e bem-estar para o seu dia a dia.

Comer e beber

O estudo foi realizado em maio de 2021 em uma amostra nacional de 1.000 italianos, entre 18 e 74 anos.

Comer e beber

Beber um bom vinho durante as refeições ou no fim do dia é o capricho de muita gente, sem contar as pessoas que acham...

Negócios

O setor produtivo corre o risco de ficar sem latas: o aumento dos preços das matérias-primas repercute nos custos.

Herança italiana

Lupo: a família trentina que escolheu o Brasil para viver e fazer crescer seus sonhos de empreendedorismo.

Cotidiano

Oficial: primeiro supercarro totalmente elétrico da Ferrari vai chegar em 2025

Agenda

A Câmara Ítalo-Brasileira de Comércio, Indústria e Agricultura promove o webinar sobre sustentabilidade.