Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Cidadania Italiana

Itália volta a discutir mudança na Lei de Cidadania Italiana

Itália deve rediscutir Lei de Cidadania em 2019. Subsecretário diz que tema deve entrar na pauta Congresso

 

O debate sobre a mudança na Lei de Cidadania italiana voltará ao Parlamento, afirma o senador e subsecretário de Relações Exteriores da Itália, Ricardo Merlo.

Desta vez, segundo ele, a discussão é por um bom motivo: corrigir o preconceito da Lei, que discrimina as mulheres por não as colocar em condição de igualdade com os homens para transmissão de cidadania. Atualmente, o direito é garantido somente àquelas que tiverem nascido após 1948.

“Vamos enfrentar o debate porque o tinham como tabu e isso eu não vou esconder. Primeiro, discutirão os membros do CGIE e dos Comitês (grupos que reúnem italianos no exterior) e, logo, levaremos o tema ao Parlamento para atualizar uma lei de 1912″, afirmou o politico à agência italiana de notícias ANSA.

Os debates devem começar em março e Merlo admite que talvez os requisitos “tenham de ser atualizados”, dependendo do que decidirem “o Parlamento e as bases”. E este é o perigo.

Limitar as regras da cidadania italiana é um desejo dos aliados do governo de Salvini, comandado pelos ultranacionalistas Lega e Movimento Cinque Stelle.

“Não vamos permitir que acabem com o ‘jus sanguinis'”, disse ele, referindo-se ao princípio pelo qual se concede cidadania a descendentes de italianos nascidos fora do país pelo chamado “direito de sangue”.

No final do ano passado, o rascunho de um decreto-lei atribuído ao ministro do Interior da Itália, Matteo Salvini, previa a imposição de limites à concessão de cidadania jus sanguinis (direito de sangue) para descendentes de italianos. Apesar do susto, a suposta alteração foi retirada do texto que seguiu para aprovação, com algumas alterações .

As mudanças mais relevantes do decreto-lei para cidadania aprovadas foram: a exigência no conhecimento prévio do idioma por meio de um teste de proficiência para os cônjuges que desejam solicitar a naturalização italiana, aumento na taxa cobrada pelo governo italiano para executar a naturalização, que subiu de 200 para 250 euros, e o prazo que o Estado tem para finalizar o processo aumentou para um máximo de quatro anos; antes, eram dois.

Atualizada às 20h16, de 03/01/19

Leia também
200

Deixa o seu comentário:

Publicidade

Série

Rádio e TV italiana

Siga o Italianismo

Destaques do editor

Cidadania Italiana

Requerente não precisa ficar na Itália até o fim do processo de cidadania, diz sentença

Cidadania Italiana

Consulado divulgou nota com instruções e os prazos para a confirmação de agendamento para entrega da documentação

Cidadania Italiana

O “codice fiscale” pode ser gerado a partir de informações básicas em um site na internet

Cidadania Italiana

24.100 brasileiros se tornaram cidadãos europeus em 2020, segundo dados do Eurostat

Cidadania Italiana

Qual é a importância do tradutor juramentado

Cidadania Italiana

Os custos para pedir a sua cidadania italiana podem variar de acordo com a linha genealógica da sua família e a modalidade escolhida

Cidadania Italiana

Funcionário público estava na folha de pagamento da assessoria, confirmou a polícia italiana

Cidadania Italiana

Itália criará grupo de trabalho para facilitar o reconhecimento da cidadania italiana aos argentinos

Cidadania Italiana

É o que prevê algumas das alterações propostas contidas nas 728 emendas à lei de reforma da cidadania

Cidadania Italiana

Proposta de mudanças na comissão da Câmara prevê a cidadania ius scholae

Cidadania Italiana

Proposta de Lei prevê o "Ius scholae": cidadania para menores estrangeiros após 5 anos de escola na Itália

Cidadania Italiana

Deputado quer que Parlamento Italiano inicie a discussão para uma reforma da lei de cidadania