Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Estilo de vida

TV catarinense fará debate hoje sobre referendo italiano

TV catarinense fará debate hoje sobre referendo italiano | Foto: Reprodução TVAL

Debate ao vivo terá a participação políticos e representantes da comunidade italiana no estado

A TVAL vai transmitir nesta quinta-feira (10), às 19h, uma edição especial do programa “Em Discussão” sobre o referendo italiano, que vai decidir pela redução ou não, do número de parlamentares na Itália.

O debate foi proposto pela Câmara de Comércio Italiana de Santa Catarina, por meio do conselheiro Diego Mezzogiorno, e pelo Comites (Comitê dos Italianos no Exterior, circunscrição PR/SC).

O comitê atua na fiscalização do consulado de sua circunscrição, e representa as exigências dos cidadãos italianos no exterior nas relações com as representações diplomático-consulares.

O debate ao vivo, totalmente virtual, será mediado pelo jornalista Marcelo Espinoza e terá três blocos, com a participação políticos e representantes da comunidade italiana.

A TVAL é a emissora da Assembleia Legislativa de Santa Catarina.

ASSISTA AQUI:

Conheça os debatedores:

  • Luis Molossi, presidente do Comites. Natural de Nova Bassano (RS). É advogado. Foi candidato ao Parlamento italiano em 2013 e 2018 e ficou na primeira suplência em ambas.
  • Walter Petruzziello, ex-presidente do Comites. Natural da província de Avellino, região italiana Campania. É advogado e economista. Disputou eleições de deputado e senador no Parlamento italiano.
  • Fabio Porta, ex-deputado representante do Colégio Eleitoral da America do Sul (maior colégio eleitoral fora da Itália). Natural de Caltagirone, na Sicília. Formado em Sociologia Econômica na Universidade La Sapienza em Roma. É diretor da Escola de Formação Política do Centro Cultural “W.Tobagi”, de Roma. Professor de Sociologia da Comunicação na Universidade Popular de Roma. Foi deputado do Parlamento italiano pela circunscrição da América Meridional entre 2008 e 2017. Em 2018 disputou uma vaga ao Senado.
  • Alessandro de Rose Guilardi, advogado Ítalo-brasileiro, presidente da Comissão de Direitos Humanos e Secretário Geral licenciado da 100ª  Subseção da OAB/SP.
  • Rita Blasioli, conselheira do Conselho Geral dos Italianos no Exterior, coordenadora do Patronato Acli do Brasil. Natural de Manoppello Scalo, na província de Pescara.
  • Giorgio Grassi, membro do Movimento 5 Stelle, partido que propôs o referendo na Itália. É analista financeiro e psicólogo. Concorreu a uma vaga de deputado no Parlamento italiano. É membro da associação da Associação Itália- Porto Alegre.
  • Mauro Bresolin, presidente Circolo Ítalo-Brasileiro.

LEIA TAMBÉM:

Corte de parlamentares na Itália: 71% dizem “sim” ao referendo, diz pesquisa

Referendo 2020: razões para SIM e NÃO ao corte parlamentar na Itália

Siga o Italianismo no Instagram

Deixa o seu comentário:

Destaques do editor

Cotidiano

Pontremoli lança programa “Residentes do Futuro” para estimular novos moradores.

Cidadania Italiana

Congresso terá presença de figuras relevantes do judiciário italiano, do Ministério do Interior e da Procuradoria Geral do Estado

Cidadania Italiana

Especialistas se reúnem em Padova para discutir os desafios e implicações da cidadania italiana para descendentes.

Cidadania Italiana

Da Itália à Espanha: A jornada de Riccardo Consoli em busca de um futuro mais acolhedor.

Cidadania Italiana

Brasil destaca-se como o 4º país com mais cidadãos adquirindo nacionalidade italiana.

Cidadania Italiana

O ius soli é um problema falso, não é necessário: os números desconstroem a narrativa da esquerda, segundo jornalista.

Cotidiano

Enel mancha a reputação italiana no Brasil devido a constantes falhas no fornecimento de energia em São Paulo

Cotidiano

Porta critica atuação governamental na demora e ineficácia das negociações do Acordo de Conversão de CNH entre o Brasil e a Itália

Variedades

A idade média em que os italianos se tornam pais tem aumentado ao longo dos anos.

Economia

Tesla explora potencial da fabricação de veículos elétricos na Itália: Caminhões e vans na pauta, dizem jornais

Cidadania Italiana

Quase 214.000 pessoas tornaram-se cidadãos italianos em 2022, tornando a Itália o país da UE com o maior número de pedidos de cidadania concedidos.

Cotidiano

A União Europeia flexibilizará regras em torno do 'permissão única' para trabalhadores não pertencentes à UE