Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Arte & Cultura

Sophia Loren deixa aposentadoria para estrelar drama da Netflix

Sophia Loren
Sophia Loren não trabalhava em nenhum projeto desde 2014

Sophia Loren não trabalhava em nenhum projeto desde 2014

Sem aparecer no cinema desde o musical Nine (2009), a italiana Sophia Loren voltará a atuar em um longa para a Netflix. Chamado de La Vita Davanti a Sè (A Vida à Frente, em tradução livre), o filme é uma adaptação contemporânea do livro A Vida à Sua Frente (1975), do autor francês Romain Gary (1914-1980).

A direção da La Vita Davanti a Sé é de Edoardo Ponti (de Desejo de Liberade), filho de Sophia, com roteiro de Ugo Chiti (de O Conto dos Contos). Ainda não há previsão de estreia, mas especula-se que a plataforma de streaming deverá lançar o filme em festivais de cinema pelo mundo para conquistar a crítica e iniciar a campanha para as premiações do ano que vem.

Sophia Loren viverá a protagonista, Madame Rosa, uma sobrevivente do Holocausto que tem uma espécie de creche na casa em que mora no litoral da Itália. Sua vida muda quando ela começa a cuidar de Momo (Ibrahima Gueye), um imigrante de 12 anos de Senegal que tinha acabado de roubá-la.

No livro original, Madame Rosa era uma prostituta aposentada que cuidava dos filhos de outras garotas de programa em seu apartamento.

Oscar de melhor filme estrangeiro

A história já foi adaptada para o cinema em 1977, com Madame Rosa – A Vida à Sua Frente, ganhador do Oscar de melhor filme estrangeiro no ano seguinte. Na ocasião, o papel ficou com Simone Signoret (1921-1985), vencedora do prêmio máximo da sétima arte por Almas em Leilão (1959).

“Eu estou muito feliz de trabalhar com a Netflix em um filme tão especial. Ao longo da minha carreira, eu já trabalhei com os maiores estúdios, mas posso dizer com certeza que nenhum deles tinha o alcance e a diversidade cultural da Netflix, e isso é o que eu mais gosto nela”, disse Sophia em um comunicado à imprensa.

Ganhadora do Oscar de melhor atriz por Duas Mulheres (1960), Sophia Loren não trabalhava em nenhum projeto desde 2014, quando fez o curta-metragem Voce Umana (Voz Humana). Antes, ela havia atuado na minissérie La Mia Casa È Piena di Specchi (A Minha Casa Está Cheia de Espelhos), sua própria biografia, na qual ela interpretou sua mãe.

Com carreira bissexta, esse será apenas o oitavo projeto da veterana de 85 anos neste milênio. Na década de 1990, ela também atuou pouco: fez só quatro longas.

LEIA MAIS
200

Deixa o seu comentário:

Publicidade

Série

Rádio e TV italiana

Siga o Italianismo

Destaques do editor

Cotidiano

O cineasta e jornalista brasileiro estava internado desde dezembro, em São Paulo, por conta de um acidente vascular cerebral

Cinema italiano

"Eu estava em guerra, mas não sabia" terá sua sessão de estreia em 24 de janeiro

Cinema italiano

Depois de uma indicação ao Globo de Ouro, o filme de Sorrentino entra na lista de favoritos ao Oscar

Arte & Cultura

Em 2019, a cineasta italiana ganhou um prêmio da academia pelo conjunto da obra

Cinema italiano

Muitos dos filmes italianos falam de mudanças que subvertem a nossa forma de ver e viver a vida Deixa o seu comentário:

Cotidiano

A atriz recebeu as chaves da cidade e inaugurou o restaurante que leva seu nome.

Arte & Cultura

Confira 14 filmes e séries disponíveis na plataforma de streaming Netflix.

Cotidiano

Atriz ganhou o prêmio David di Donatello por sua atuação no filme “Rosa e Momo”.

Itália no Brasil

O documentário brasileiro Legado Italiano ganhou o prêmio RAI do Festival de Cinema de Trento, na categoria “melhor documentário”, nesse domingo (9). Deixa o...

Cinema italiano

Em entrevista ao La Repubblica, a atriz italiana conta como encara a maturidade "com leveza".

Arte & Cultura

Ambientada em Milão, o herói (invisível) é um jovem afro-italiano que luta para vencer o preconceito.

Podcast

Apresentador da NSC TV Florianópolis e na CBN é o convidado deste podcast.