Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Destinos

Ascoli Piceno, a cidade italiana que brilha à noite

Ascoli é a única cidade no mundo feita inteiramente com travertino, material extremamente precioso

Ascoli Piceno
Ascoli Piceno, a cidade italiana que brilha à noite | Itinari

Ascoli Piceno, na região das Marcas, parece ser, de certa forma, apenas mais uma cidade italiana. Há duas grandes praças onde os locais veem os dias passar, sentam-se em cafés para ver as pessoas transitarem e fazem a sua passeggiata noturna. Há igrejas seculares e até ruínas antigas que datam do período romano.

Ação Contra as filasAção Contra as filas

Tal como em muitas cidades italianas, o centro foi construído no período medieval. E, tal como nas outras, foi lindamente preservada.

Mas dê uma volta, sobretudo à noite, e irá reparar numa grande diferença: Ascoli Piceno parece brilhar.

A Piazza del Popolo de Ascoli Piceno é inteiramente feita de travertino | Alamy

De dia, os edifícios e até as pedras das calçadas parecem brilhar com a luz do sol. E à noite, elas brilham sob a luz da lua. As torres, os pórticos e os postes de rua refletem perfeitamente no chão, fazendo com que o centro da cidade pareça uma miragem.

Isto deve-se ao fato de a pedra local de Ascoli, com a qual todo o centro histórico foi construído, ser o travertino: uma pedra preciosa, parecida com o mármore, que reluz uma cor bege à luz do meio-dia, tons de rosa ao pôr do sol e brilha sob as luzes da rua à noite.

Hoje, o travertino – e o travertino italiano em particular – é caro. É comum serem usados em banheiros e em pavimentos, em vez de usado em toda a casa.

A cidade é cercada por colinas, algumas das quais contêm travertino | Alamy

Mas o travertino dos edifícios e das pedras das calçadas de Ascoli foi posto muito antes de se tornar um material extremamente precioso. Muitos dos grandes edifícios que se vê hoje em dia datam do período romano.

Inclusive, muitos foram reciclados de edifícios romanos.

“É tudo reciclado, desmontámos os monumentos romanos para construir a cidade medieval”, diz Lella Palumbi, uma guia turística em Ascoli, à CNN.

Uma forma sedimentar de calcário, o travertino é formado quando as fontes termais depositam minerais de carbonato de cálcio. É notoriamente poroso, quase elástico, graças a organismos externos, como algas, musgo, bactérias, e muitas vezes, fósseis.

O travertino é macio quando cortado pela primeira vez, mas endurece em uma pedra altamente resistente | DeAgostini/Getty Images

Os romanos já o usavam para a maior parte dos seus edifícios e monumentos importantes em Roma. Usando pedreiras em Tivoli, perto da cidade, eles até apelidavam a pedra de “lapis tiburtinus”, ou “pedra de Tivoli”, que foi mais tarde transformado em “travertino”.

“Ascoli é a única cidade no mundo feita inteiramente com travertino”, diz Stefano Papetti, diretor dos cinco museus da cidade na sua função de consultor científico das coleções da cidade.

“É diferente das outras cidades artísticas italianas que foram construídas, na maioria, em tijolo e depois revestidas com travertino ou mármore. Mas aqui, quer seja dos períodos romano, medieval, renascentistas, ou outros, todos os edifícios são feitos com blocos sólidos de travertino, extraídos das montanhas ao redor de Ascoli”, conta orgulhoso.

Uma ponte romana ainda é uma das rotas para Ascoli | Adobe Stock

A pedra que salvou a cidade

O travertino tem outra qualidade particular que dá a Ascoli a sua beleza. Quando extraído inicialmente é relativamente suave, permitindo que seja esculpido – uma das razões por que os edifícios de Ascoli têm portas e fachadas com ornamentos talhados – muitas casas renascentistas têm até lemas talhados nas portas.

Depois, através do processo químico da oxidação, solidifica em pedra tão resistente que os edifícios de Ascoli aguentaram vários terremotos ao longo dos séculos.

Não foi destruída por um enorme terremoto em 1703 nem gravemente atingida pelo terremoto de 2016 que destruiu Amatrice, a uma hora de distância.

Claro que Amatrice estava mais próxima do epicentro de ambas as vezes – também foi destruída em 1703. Mas o terreno também é diferente – Ascoli é mais estável do que outras áreas próximas. Mas, diz Papetti, “a pedra ajuda a tornar os edifícios mais estáveis”.

Palumbi concorda: “Os romanos tinham noção dos terremotos e construíram Ascoli para ser resistente. Eles tinham melhores engenheiros do que hoje em dia.

200

Deixa o seu comentário:

Publicidade

Série

Rádio e TV italiana

Siga o Italianismo

Destaques do editor

Destinos

Oscar do Ciclismo de 2021: aqui está o pódio escolhido pelo júri da nova edição do prêmio

Turismo

Após o anúncio da reabertura, há um boom de reservas para o verão na Itália: "33% em poucos dias".

Comer e beber

O New York Times selecionou os melhores vinhos baratos do mundo abaixo de 20 euros: na lista estão cinco rótulos italianos

Comer e beber

Qual é o melhor molho de tomate italiano? Com a palavra a Associação de Defesa do Consumidor Italiana. Deixa o seu comentário:

Cotidiano

Explosões atingem galpões do porto de Ancona; não há vítimas Deixa o seu comentário:

Vida & Estilo

Região foi fortemente afetada em 2016; na época, terremoto provocou mais de 280 mortes Deixa o seu comentário:

Vida & Estilo

Associação de consumidores apresenta estudo sobre preços e tarifas das 18 maiores cidades da Itália Deixa o seu comentário:

Cotidiano

Das 321 novas infecções, 237 foram registradas na Lombardia Deixa o seu comentário:

Vida & Estilo

Idosos fazem caminhada ao som de música italiana. Vídeo viralizou Deixa o seu comentário:

Cotidiano

14 das 20 regiões da Itália somaram, juntas, 15 mortes nas últimas 24 horas

Vida & Estilo

Balanço foi divulgado neste sábado – Contagiados: 1.128; mortos: 29 Deixa o seu comentário:

Comer e beber

Agora, os valores variam de mil euros a 2,5 mil euros o quilo, dependendo do tipo.  Deixa o seu comentário: