Siga-nos

Olá, o que você está buscando?

Vida & Estilo

Sob pressão, Itália quer antecipar reabertura em regiões após 17 de maio

Itália quer antecipar reabertura em regiões após 17 de maio

Premier italiano informou, no entanto, que retomada pós-pandemia será longa

O primeiro-ministro da Itália, Giuseppe Conte, afirmou nesta terça-feira (05) que conversará com os governadores das regiões italianas e que poderá antecipar algumas reaberturas específicas após o dia 17 de maio.

“As regiões, a cada dia, fornecerão os dados atualizados. Com o respeito às regras, estou confiante de que a curva epidemiológica poderá, posteriormente, diminuir em alguns territórios. Não ignoro os pedidos de algumas regiões e de algumas categorias em particular para antecipar a abertura das respectivas atividades. Estamos trabalhando também para isso”, disse o premier em uma entrevista ao “Affaritaliani.it”.

Leia também: Onde comer comida típica em cidades italianas

A fala do chefe do governo italiano vem após os inúmeros pedidos e críticas, feitos por parte dos governadores e de setores empresariais, para um relaxamento mais amplo do isolamento nos locais em que o número de casos do novo coronavírus (Sars-CoV-2) estão mais controlados.

Segundo Conte, as decisões serão tomadas sempre com o “interesse geral da tutela da saúde de todos os cidadãos”. No entanto, o primeiro-ministro alertou que a estrada da recuperação ainda “será longa”, mas celebrou os resultados obtidos desde o início do afrouxamento do lockdown, que começou nesta segunda-feira (04) por todo o país.

“Os italianos mostraram, completamente, um grande senso de responsabilidade. Na reação dos cidadãos, eu vi grande vontade de recomeçar, mas também a consciência de que é preciso fazer isso respeitando as regras. Os deslocamentos no transporte público e a volta ao trabalho de milhões de pessoas estão ocorrendo sem grandes problemas. É um primeiro passo encorajador, mas não esqueçamos que a estrada é longa e não podemos baixar a guarda”, destacou ainda.

Nesta segunda, a Defesa Civil informou que o número de casos ativos da Covid-19 ficou abaixo de 100 mil pela primeira vez desde o dia 10 de abril. Ao todo, 211.938 pessoas foram infectadas pelo novo vírus e 29.079 faleceram em decorrência da doença.

Por Agência Ansa

Deixa o seu comentário:
Click to comment

Deixe uma resposta

Publicidade

Facebook

Leia também:

Cotidiano

Número é o menor desde o início da pandemia no país Deixa o seu comentário:

Destinos

Bloco lista 14 países que terão entrada permitida após 1º de julho. Brasil, EUA, Rússia e Turquia estão fora Deixa o seu comentário:

Cotidiano

Sul baixa a guarda por causa do menor impacto na população. A volta do turismo pode alterar a situação Deixa o seu comentário:

Destinos

Apesar da ideia ser inusitada, ela não não é nova. Implantação da lona térmica começou em 2008 Deixa o seu comentário: