Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Estilo de vida

Vila medieval na Toscana procura novos moradores para voltar a ter vida

Abandonada por 60 anos, as casas, reduzidas a ruínas, serão renovadas e doadas para novos moradores

Brento Sanico
Abandonada por 60 anos, casas de Brento Sanico serão renovadas e doadas para novos moradores | Foto: Reprodução

Abandonada por 60 anos, as casas, reduzidas a ruínas, serão renovadas e doadas para novos moradores

Esqueça as casas por 1 euro. Na charmosa Toscana, na Itália, um projeto inovador promete recuperar casas de uma vila medieval, hoje reduzidas a ruínas, e disponibilizar para futuros moradores, de forma gratuita.

Brento Sanico, que em língua germânica significava “protegida do tempo”, está abandonada desde a década de 1960.

Apelidada de “borgo fantasma da Toscana”, a vila está bem escondida dos olhos dos moradores locais. Mas não de Don Antonio Samorì, um padre que decidiu reconstruir a vila com a força de voluntários e com a idéia de disponibilizar suas casas, praticamente gratuitas, para quem quiser adotar um estilo de vida bucólico, e lógico, dar continuidade à tradição local.

“Ao filmar o vilarejo, conheci dois jovens que conversavam com Don Antonio e mostravam interesse em viver na vila. Parece também que o padre está em contato com outros casais, o que seria perfeito, pois seu sonho é recriar um núcleo habitacional”, conta o cineasta Tommaso Tucci, destacando a singularidade deste projeto.

Vista panorâmica de Brento Sanico, na Toscana | Foto: Ad Maiora Bike

Nos últimos anos, algumas pessoas ficaram fascinadas com as peculiaridades do lugar, sua atmosfera e sua história, e estão trabalhando para trazer vida de volta à vila.

Amigos do bem

A primeira foi Anna Boschi, apaixonada por montanhas e guia voluntária para grupos de caminhantes, ela visitou Brento Sanico pela primeira vez em 1998.

Há três anos, ao descobrir que a vila estava ainda mais deteriorada, Boschi entrou em ação para proteger, ao menos, a pequena igreja do século XV. 

Após uma primeira intervenção de um grupo de amigos e conhecidos para libertar a vila dos arbustos, tornando-a mais acessível, ela se uniu à Don Antonio, com a missão de restaurar a Igreja. Portanto, o padre foi mais além: sua intenção era a de reconstruir toda a aldeia, composta por seis casas.

“Os habitantes de Brento Sanico viviam da criação de ovelhas, pequena agricultura e na colheita de castanhas. Eu gostaria de ver a vila renascer. Sou filha de camponeses e me lembro da vida que meus avós viveram, com tanto esforço, mas também com profunda serenidade. Isso me leva a querer dar a alguém a oportunidade de viver dessa maneira”, sonha Anna Boschi.

Cidade dos nobres

O lugar, habitado ao longo da história pelas tribos da Ligúria, Úmbria, etrusca e romana, pertencia à nobre família Ubaldini na Idade Média. Era ponto de passagem conhecida até meados do século XIX, estando localizada próximo a única estrada que ligava a Toscana à Emília Romanha. 

Com a construção de novas estradas e com a chegada da modernidade, no entanto, a vila gradualmente perdeu sua importância, sendo totalmente abandonada na década de 1960.

Por enquanto, o projeto avança devagar graças a voluntários que oferecem seu tempo livre.

Ficou interessado? Quer mais informações, escreva para: [email protected]

Siga o Italianismo no Instagram

Deixa o seu comentário:

Destaques do editor

Estilo de vida

Por que não adotar o sobrenome do seu marido na Itália: Entenda os motivos.

Cotidiano

Pontremoli lança programa “Residentes do Futuro” para estimular novos moradores.

Cidadania Italiana

Congresso terá presença de figuras relevantes do judiciário italiano, do Ministério do Interior e da Procuradoria Geral do Estado

Comer e beber

Verdade ou mito: Os italianos realmente comem pasta todos os dias?

Cidadania Italiana

Especialistas se reúnem em Padova para discutir os desafios e implicações da cidadania italiana para descendentes.

Cidadania Italiana

Da Itália à Espanha: A jornada de Riccardo Consoli em busca de um futuro mais acolhedor.

Cidadania Italiana

Brasil destaca-se como o 4º país com mais cidadãos adquirindo nacionalidade italiana.

Cidadania Italiana

O ius soli é um problema falso, não é necessário: os números desconstroem a narrativa da esquerda, segundo jornalista.

Cotidiano

Enel mancha a reputação italiana no Brasil devido a constantes falhas no fornecimento de energia em São Paulo

Cotidiano

Porta critica atuação governamental na demora e ineficácia das negociações do Acordo de Conversão de CNH entre o Brasil e a Itália

Variedades

A idade média em que os italianos se tornam pais tem aumentado ao longo dos anos.

Economia

Tesla explora potencial da fabricação de veículos elétricos na Itália: Caminhões e vans na pauta, dizem jornais