Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Destinos

Veneto: um novo destino para as férias dos brasileiros na Itália

Bassano, Vicenza

Paisagens de tirar o fôlego, cidades históricas e praias são os destaques da região mais visitada da Itália.

Formada por sete províncias e localizada no nordeste da Itália, a região do Veneto reúne em uma área de mais de 18 mil km² atrações para todos os gostos e tipos de viajantes. Montanhas, águas termais, cidades históricas e praias integram o universo de belezas naturais e paisagens cinematográficas que fazem da região a mais visitada do país.

O Veneto é formado pelas províncias de Veneza (cidade única no mundo e admirada por todos), Belluno (porta de entrada do mundo mágico das Dolomitas), Padova (reconhecida pela Basílica de Santo Antonio), Rovigo (famosa pelo Delta do Pó), Treviso (local das colinas do Prosecco), Verona (palco da Arena de Verona e de Romeu e Julieta) e Vicenza (onde é imperdível visitar o Teatro Olímpico).

Todos os anos a região recebe cerca de 15 milhões de visitantes, sendo o quarto destino europeu na preferência dos viajantes. Já as empresas do setor de turismo faturam cerca de 15 bilhões de euros por ano.

As cidades do Veneto se fixam nos pilares da singularidade e preservação da história, além de paisagens de tirar o fôlego. A arquitetura heterogênea contém uma herança histórica significativa para seus cidadãos, e também para aqueles que as visitam.

Os lagos e as paisagens magníficas fazem com que o turista escape da sua rotina, aproveitando momentos de serenidade, além da possibilidade de praticar diversos esportes de aventura. A região dispõe ainda de praias concorridas, com direito a águas cristalinas, areias finíssimas e resorts luxuosos. Em 2010, o litoral do Veneto foi certificado com seis “Bandeiras Azuis”, comprovando a qualidade das águas e de suas praias.

A gastronomia da região remete aos produtos típicos e às receitas tradicionais com um toque de modernidade. Vale ressaltar o acompanhamento de muitos vinhos excelentes, entre eles, os mais conhecidos no mundo: o Prosecco e o Amarone.

A fascinante mistura de arte, memória e cenários paradisíacos faz com que a região do Veneto seja um ícone italiano, recebendo turistas do mundo inteiro, em seus hotéis, resorts e spas, com muito conforto e excelência. A região remete à uma atmosfera de bem-estar, ideal para as próximas férias dos brasileiros.

* Via Assessoria de Comunicação

E aí, gostou do artigo? Então compartilhe nas suas redes sociais e traga seus amigos, colegas e seguidores para a discussão. Em caso de dúvidas a respeito do assunto, não hesite em deixar seu comentário.

Deixa o seu comentário:
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais de Italianismo

Destinos

Esta pequena aldeia no Tirol do Sul torna-se protagonista de um dos fenômenos mais bonitos e extraordinários do mundo: a folhagem de outono

Destinos

Objetivo é tornar o turismo mais sustentável. Cidade recebe cerca de 25 milhões de turistas por ano

Cotidiano

Navios de cruzeiro estão proibidos de navegar pelo centro histórico de Veneza

Destinos

Oscar do Ciclismo de 2021: aqui está o pódio escolhido pelo júri da nova edição do prêmio

Destinos

Veneza em risco de inundação. É o que diz o alerta da Organização das Nações Unidas. Deixa o seu comentário:

Destinos

Depois de 18 meses sem navios circulando na Lagoa de Veneza, retorno reacendeu o movimento anticruzeiro na cidade turística

Cotidiano

Escultura ‘invisível’ é vendida por R$93 mil por artista italiano. Ele afirmou que a obra é feita de “ar e espírito”

Cotidiano

O café no bar é um ritual para muitos italianos: aqui estão as cidades onde uma xícara custa mais e aquelas onde o preço...

Arte & Cultura

"Eu amo tanto a Itália que minha filha se chama Aviana, por causa da cidade de Aviano"

Destinos

Um estudo realizado pela Omio revelou quais são as 20 estações mais movimentadas e as 10 melhores da Itália. Deixa o seu comentário:

Destinos

Região planeja fazer seguro contra Covid aos que desejam fazer turismo.

Cotidiano

Há quem o acha cômico e quem o afirma ser mais um símbolo da difícil convivência entre o homem e a natureza