Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Itália no Brasil

Pronunciamentos de Bolsonaro repercutem na imprensa italiana

Pronunciamentos de Bolsonaro repercutem na imprensa italiana

Bolsonaro: na contramão de tudo que as autoridades de saúde têm recomendado

As constantes críticas do presidente Jair Bolsonaro às medidas de isolamento que visam evitar o contágio do novo coronavírus repercutiram na imprensa da Itália, o país mais afetado pela pandemia.

As palavras dele chamaram a atenção da imprensa italiana por irem na contramão de tudo que as autoridades de saúde e os demais líderes mundiais têm pregado em seus países.

O Corriere Della Sera, o maior jornal da Itália e sediado no norte italiano, a região mais abalada pelo coronavírus, disse que “Bolsonaro sempre se destacou por suas posições negacionista em relação ao meio ambiente e ciência, mas com o coronavírus ele está puxando a corda ao máximo, e o choque interno é muito forte”.

Segundo o tradicional jornal, de linha editorial centrista, as teorias de Bolsonaro são uma mistura da “economia em primeiro lugar” de Donald Trump, da qual ele é um fã leal, e de reivindicações não comprovadas, como aquela segundo a qual o Brasil será menos afetado pela epidemia graças ao clima tropical e por que a população é mais jovem “ao contrário da Itália”. Além disso, “outros vírus mataram mais e não houve toda essa comoção”.

Clique na imagem para acessar a reportagem do Corriere

Na edição de terça-feira (24), O Mensageiro, o jornal mais vendido na capital Roma, destacou que “os protestos com o som de panelas não cessam”. O diário – fundado em 1878 – ressaltou ainda que Bolsonaro, em vez de dar o exemplo, evitando possíveis contágios, participou de um evento organizado por partidos e movimentos de direita e cumprimentou seus simpatizantes em Brasília, se referindo ao evento de 15 de março.

Já o La Repubblica, o mais influente jornal de Roma e o que mais apresenta conteúdo sobre a situação da pandemia no Brasil, chamou Bolsonaro de “o último cético“, por ele considerar o coronavírus uma influência, de fato, “um pequeno resfriado”.

Nesta quinta (26), em seu portal, o Repubblica trouxe em destaque o video – legendado – com o pronunciamento de Bolsonaro, e cita que o presidente pediu um “retorno ao normal” depois que as maiores cidades do Brasil foram bloqueadas para impedir a propagação do coronavírus. “Na terça-feira, em mensagem ao país, Bolsonaro novamente descreveu o coronavírus como “uma gripe”, dizendo que, devido à sua história atlética, ele não seria seriamente afetado pelo vírus”, publicou.

 

Siga o Italianismo no Facebook e fique por dentro de tudo sobre a nossa Itália. Clique no botão “Curtir Página” abaixo:

 

Siga o Italianismo no Instagram

Deixa o seu comentário:

Destaques do editor

Cotidiano

CNH brasileira volta a valer na Itália: novo acordo facilita vida de milhares pessoas

Variedades

Iniciativa quer combater despovoamento de áreas montanhosas.

Variedades

Cidade foi devastada pela erupção do Vesúvio, assim como Pompeia.

Arte & Cultura

Lançado no fim de outubro e exibido em preto e branco, foi o filme que mais faturou com bilheteria na Itália em 2023

Notícias

Grupo de 8 companhias participa de feira de fundição em SP.

Cotidiano

Imperia ocupa 1ª posição de ranking elaborado pelo iLMeteo.it

Turismo

Alta temporada no país vai de junho a setembro.

Arte & Cultura

Exposição 'Life as a Scientist' será aberta no dia 21 de junho.

Cultura

Mostra 'Oltreoceano' ocorre no Salão Negro do Congresso Nacional.

Gastronomia

Referência da gastronomia, TasteAtlas partilha os seus rankings com base na experiência do consumidor.

Esporte

O ítalo-brasileiro assumiu o cargo de técnico da Juventus, firmando um contrato de três temporadas, válido até meados de 2027.

Notícias

Atualmente, 15% da pesquisa colaborativa é realizada por cientistas paulistas e italianos.