Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Cotidiano

Nascimentos na Itália: 22% são de pais estrangeiros

Nascimentos na Itália
Nascimentos na Itália: 22% são de estrangeiros

Uma em cada 5 crianças é de famílias estrangeiras ou mistas, na Itália

Taxa de natalidade na Itália mostra que 22% dos recém-nascidos são filhos de famílias estrangeiras ou mistas. Os dados são do último relatório do Istat, o instituto oficial do país, sobre nascimento e fertilidade na Itália.

O estudo mostra que os filhos de pais mistos ou estrangeiros nascem sobretudo no Centro-Norte do país, na Emilia Romagna, Lombardia, Veneto, Ligúria e Toscana. 

Em primeiro lugar estão os romenos (13.530 nascidos em 2018), seguidos dos marroquinos (9.193), dos albaneses (6.944) e dos chineses (3.362).

Na Emilia-Romagna, por exemplo, a taxa é ainda maior. Em 2018, um em cada quatro recém-nascidos na Região era de nacionalidade estrangeira: 24,3%. 

Quase 22%, entretanto, na Lombardia, e uma em cada cinco crianças no Vêneto, Ligúria, Toscana e Piemonte.

O número poderia ser ainda maior se não fosse pela aquisição da cidadania italiana, que consequentemente não inclui os filhos na lista de filhos estrangeiros nascidos na Itália.

Números em baixa

Pela primeira vez, de fato, os nascimentos de pais estrangeiros em 2016 caíram para 70 mil (69.379), e pararam em 65.444 em 2018, 14,9% do total de nascimentos. 

Isso também ocorre porque as mulheres estrangeiras residentes estão, como as italianas, “envelhecendo”: a proporção de 35-49 anos no total de cidadãos estrangeiros em idade reprodutiva passou de 42,7% em 1º de janeiro de 2008 para 52,7% em 1 Janeiro de 2019.

Os filhos de pais estrangeiros na Itália, portanto, diminuíram 14.500 unidades de 2012 a 2018. Conforme relata a análise, “o crescente grau de“ maturidade ”da imigração em nosso país, também atestado pelo notável aumento na aquisição da cidadania italiana

Cada vez é mais complexo medir o comportamento familiar dos cidadãos de origem estrangeira. Na verdade, há um número significativo de aquisições de cidadania por parte das comunidades que mais contribuem para a taxa de natalidade da população residente”, diz o estudo.

Com efeito, a partir de 1 de janeiro de 2018, residiam na Itália cerca de 1 milhão e 345 mil estrangeiros que adquiriram a cidadania italiana. 

Destas, são quase 757 mil mulheres, cerca de 56,3% do total. Cerca de 389.000 têm entre 15 e 49 anos. 

Existem 84 mil mulheres de origem marroquina, as de origem albanesa somam mais de 82 mil e as de origem romena quase 53 mil. 

Em geral, essas comunidades representam mais ou menos 29% do total de cidadãos estrangeiros na Itália.

LEIA TAMBÉM

Siga o Italianismo no Instagram

Deixa o seu comentário:

Destaques do editor

Destaque do Editor

O ranking mostra o posicionamento, o número de famílias e o número de municípios em que os sobrenomes italianos estão espalhados.

Cotidiano

Prefeito perde batalha contra ítalo-brasileiros: A lei falou mais alto. Parece que o jogo virou, não é mesmo, senhor prefeito?

Destaque do Editor

A transmissão da cidadania italiana jure sanguinis pode ser comprovada por qualquer meio, diz a Corte de Cassação da Itália

Cidadania Italiana

Ao contratar um advogado para processo de cidadania italiana, opte por um que mantenha representante no Brasil.

Cidadania Italiana

Cidadania italiana irregular: 92 cidades da província de Nápoles entram em investigação.

Cidadania Italiana

Silmara Fabotti, líder de esquema de cidadania italiana falsa, planejava fugir da Itália, relata juiz.

Cidadania Italiana

Descaso com o Codice Fiscale: Conselheiro do CGIE denuncia "Gaming the System" nos consulados.

Cidadania Italiana

A crescente diáspora italiana: Migração em massa em busca de melhores oportunidades e realização pessoal.

Cidadania Italiana

Passaporte em todo lugar: A partir de julho, correios italianos facilitam renovação e emissão

Itália no Brasil

Um voo histórico de solidariedade: A ajuda humanitária da Itália ao Rio Grande do Sul.

Itália no Brasil

Aviso por correio convoca os eleitores para participarem das eleições do Parlamento Europeu de 2024.

Cidadania Italiana

Investigação revela esquema de corrupção envolvendo falsos certificados de residência em troca de dinheiro e favores sexuais.