Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

Italianismo

História

Lenda de Azzurrina, o curioso caso da menina italiana albina

Azzurrina é a protagonista de uma antiga lenda popular da Emilia-Romanha, mas conhecida em toda a Itália.

Azzurrina
Lenda de Azzurrina, o curioso caso da menina italiana albina

A Lenda de Azzurrina faz parte do lado sombrio da cultura italiana. Todos no país conhecem a história do fantasma da menina albina de cabelos azuis.

Essas histórias passam de pais para filhos e permanecem ao longo dos anos, como herança cultural de uma comunidade. A Itália, com suas construções com séculos de história, é um país fértil para a criação de diversas lendas.

A Lenda da Azzurrina surgiu no Castelo di Montebello, que fica na cidade de Torriana, região da Emilia-Romanha. A cidade e o castelo, construído pelos romanos no Século III, são abertos até hoje para visitação por causa dessa lenda.

Lenda de Azzurrina e a menina escondida

A história conta que, no Século XIV, a menina Guandelina Malatesta, filha do senhor feudal Uguccione, nasceu albina. Naquela época, os albinos eram considerados diabólicos e acabavam condenados à morte por bruxaria.

Interior do Castelo di Montebello, que fica na cidade de Torriana

Como o albinismo é uma doença que atinge principalmente a pigmentação dos cabelos, sua mãe tentou tingir os cabelos de Guandelina de pretos com uma tintura feita a base de ervas.

O que sua mãe não sabia é que os cabelos das crianças albinas não seguram a tinta preta e, por esse motivo, Guandelina acabou ficando com os cabelos com a coloração azul claro.

Assim, a família trancou a menina em um dos aposentos do castelo, longe dos olhos da população. Além disso, ela era vigiada constantemente por dois soldados.

Certo dia, ela brincava com uma bola de pano, que acabou rolando as escadas para o porão. A menina correu para buscar a bola, mas não retornou e jamais foi encontrada. Foi procurada até nas aldeias vizinhas, mas sem sucesso.

Vista aérea do Castelo di Montebello, na região de Emilia-Romanha

Gemidos nos corredores do castelo

O episódio teria ocorrido no dia 21 de junho de 1375, durante o solstício de verão. Desde então, o Castelo de Montebello ficou conhecido como um dos pontos mais assombrados da Itália.

A Lenda de Azzurrina conta que a cada cinco anos, sempre no solstício de verão, é possível ouvir na escuridão do castelo os gemidos e choros de Azzurrina (azulada), que recebeu esse nome pela cor de seus cabelos e de seus olhos.

Há outras lendas sobre assombrações e até mesmo duendes que habitariam o Castelo de Montebello. Durante a noite, não seria incomum ouvir gritos e pancadas provocados por espíritos atormentados.

São histórias que sempre irão povoar a imaginação das pessoas. E muitas aproveitarão sua passagem pela Itália para visitar o castelo.

Deixa o seu comentário:

Mais de Italianismo

Destinos

A cidade de Poggio Torriana, na Itália, é conhecida pelo Castelo de Montebello, que seria mal-assombrado. Mas suas atrações vão muito além dessa lenda....

Destinos

Capital da Emília-Romanha foi eleita pelos leitores da Condé Nast Traveller uma das mais receptivas da Europa

Arte & Cultura

O Ministério das Relações Exteriores da Itália lançou nesta semana um portal para promover a língua, a cultura e a criatividade italiana no mundo.   ...

Cotidiano

País teme que doses da vacina acabem nas mãos da máfia.

Cotidiano

Numerosas histórias e mitos estão ligados ao Etna, entre estes também lendas dos gigantes e a do submundo. Deixa o seu comentário:

Arte & Cultura

O presépio foi feito com cerca de sete mil rolhas. Ideia foi usar materiais sustentáveis Deixa o seu comentário:

Cotidiano

Uma em cada 5 crianças é de famílias estrangeiras ou mistas, na Itália Deixa o seu comentário:

Vida & Estilo

Stefano Bozzini, de 81 anos, toca acordeão para Carla Sacchi, com quem é casado há 47 anos Deixa o seu comentário:

2016-2021 – Permitida a reprodução de qualquer conteúdo desde que citado, obrigatoriamente, o Italianismo.