Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo
italianos crise
Italianos não entendem motivos da atual crise política| Foto: La Stampa

Cotidiano

Italianos não entendem motivos da atual crise política

Perplexa, Itália vive dias decisivos para futuro do governo.

Quase um em cada dois italianos (46%) não entendeu as razões da crise política que vive o governo da Itália

Uma grande perplexidade, provavelmente agravada pelo momento dramático que a Itália e o resto do mundo estão enfrentando na luta contra a pandemia. 

Esse é o ponto principal que aparece na pesquisa realizada pela Ipsos, para o canal La7

Mas se um país praticamente dividido ao meio pensa sobre essa questão, a opinião dos italianos se reagrupa, rejeitando decisivamente a estratégia política do líder da Itália Viva Matteo Renzi.

Ele está engajado por quase três semanas em um duro e cansativo cabo de guerra contra o Palazzo Chigi e os aliados do Movimento 5 Stelle e o Partido Democrata.

Italianos: Renzi busca seus interesses pessoais com a crise

Na crise, segundo 73% dos entrevistados, Renzi busca principalmente seus “interesses pessoais ou seu lado político”. 

Apenas uma parte residual dos italianos (13% para ser preciso), em vez disso, argumenta que o ex-primeiro-ministro está colocando os interesses do país em primeiro lugar; enquanto 14% responderam que não tinham uma opinião clara sobre o assunto. 

No caso de eventuais eleições antecipadas, não é certo que o partido de Renzi conseguiria manter seus assentos na Câmara (30) e no Senado (17).

O partido, no entanto, aparece nas pesquisas de intenção de voto abaixo da cláusula de barreira de 3% para entrar no Parlamento. 

Conte tem 55% de preferência

O primeiro-ministro Giuseppe Conte, embora em menor grau em comparação com o período da primeira onda da pandemia, goza de um amplo consenso em comparação com seus concorrentes políticos. 

E também neste caso, em confronto direto com o líder do Italia Viva, o levantamento da Ipsos mostra que o premiê é preferido por 55%, enquanto Renzi é preferido por apenas 10% da amostra examinada; 35% não opinaram. 

A valorização de Conte, o professor que caiu na política, continua alta (51% contra 27%) até na comparação com o secretário da Lega, Matteo Salvini.

* * * * *

Gostou do artigo? Então comente ou compartilhe nas suas redes sociais.

Deixa o seu comentário:

Destaques do editor

Cotidiano

Terminou sem vencedor a primeira votação no Parlamento da Itália para eleger o próximo presidente da República, realizada nesta segunda-feira (24).    Deixa o seu...

Cotidiano

Bloco de centro-direita da Itália apoia candidatura de Berlusconi à Presidência, diz Salvini

Cotidiano

Atualmente, o cargo é ocupado por Sergio Mattarella, que está na reta final de seu mandato de sete anos

Cotidiano

Italianos não querem ir às urnas por temores relacionados ao covid e plano de recuperação econômica

Cotidiano

Giuseppe Conte, primeiro-ministro da Itália, renunciou nesta terça-feira (26) em uma manobra arriscada. Deixa o seu comentário:

Cotidiano

Por 321 a 259 votos, a Câmara dos Deputados da Itália decidiu nesta segunda-feira, 18, manter o primeiro-ministro Giuseppe Conte no cargo. Deixa o...

Cotidiano

A Eurasia estima 55% de chance de o governo da Itália ser reformulado nos próximos dias. Deixa o seu comentário:

Cotidiano

O premiê da Itália, Giuseppe Conte, desejou nesta quinta-feira (31) um feliz Ano Novo para todos os italianos. Deixa o seu comentário:

Negócios

Números foram apresentados em resposta à Salvini, que declarou guerra contra a gigante da web Deixa o seu comentário:

Negócios

Presidente eleito americano disse que “está ansioso” para trabalhar com Conte Deixa o seu comentário:

Cotidiano

Primeiro-ministro recebe carta de criança e tenta tranquilizá-lo: Sim, vai ter Papai Noel em 2020 Deixa o seu comentário:

Vida & Estilo

Mesmo sem provas, ex-ministro italiano denunciou fraudes Deixa o seu comentário: