Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Cotidiano

Itália investiga aplicação de vacinas em parentes de funcionários

País teme que doses da vacina acabem nas mãos da máfia.

Itália investiga vacinas
Itália investiga aplicação de vacinas em parentes de funcionários | Foto: TV Qui

A polícia da Itália investiga a aplicação ilegal de vacinas anti-Covid em filhos e parentes de operadores da saúde. O caso ocorreu em Modena, na região Emilia-Romagna.

Segundo fontes da ASL (Agência Sanitária Local) disseram ao jornal Gazzetta di Modena, os operadores de saúde cometeram “um erro grave” no incidente ocorrido na noite de quarta-feira (06), no centro de vacinação de Baggiovara. 

Alguns dos trabalhadores da saúde que deveriam ter recebido a vacina não compareceram para a imunização.

Por conta disso, os funcionários que estavam aplicando as doses ligaram para seus filhos ou parentes para tomar a BNT 162b, da Pfizer/BioNTech.

O protocolo determina que, caso ocorra “sobra”, é preciso localizar outros profissionais de saúde ou mesmo funcionários de hospitais que estejam atuando na linha de frente do combate à pandemia do coronavírus.

Os frascos já abertos precisam ser aplicados, já que perdem efetividade se ficarem por muito tempo sem serem aplicados.   

O vazamento

Os holofotes foram ligados depois que filha de um agente de saúde de Modena publicou uma foto nas mídias sociais, sendo vacinada.

O núcleo especializado em crimes da área de saúde da Arma dos Carabineiros, uma das quatro forças armadas da Itália, abriu investigação.

Para o comissário delegado para a gestão da emergência do Coronavírus na Itália, Domenico Arcuri, o caso de Modena é um “crime contra a saúde“, e deve ser investigado.

País teme que doses da vacina acabem nas mãos da máfia

Um relatório divulgado nesta semana pelo Ministério do Interior da Itália alerta para o risco dos grupos mafiosos tentarem se apropriar das vacinas contra a Covid-19.

O documento foi produzido por uma entidade de monitoramento da Polícia, a pedido do Ministério, sobre o risco de infiltração dos mafiosos na economia.

O temor é que a “elevada demanda” e “da baixa oferta inicial”, doses das vacina acabem nas mãos da máfia.

Leia também

E aí, gostou do artigo? Então compartilhe nas suas redes sociais e traga seus amigos, colegas e seguidores para a discussão. Em caso de dúvidas a respeito do assunto, não hesite em deixar seu comentário.

Deixa o seu comentário:

Publicidade

Série

Rádio e TV italiana

Siga o Italianismo

Mais de Italianismo

Cotidiano

Poderão entrar no país europeu os turistas que receberam os imunizantes da Janssen, AstraZeneca, Moderna e Pfizer.

Cotidiano

Medida pode beneficiar milhares de cidadãos italianos residentes no Brasil, e que receberam a Coronavac

Cotidiano

Autoridades buscam alternativas para estimular o público. Principalmente os Antivax

Cotidiano

Lazio ficou sem acesso ao portal de saúde e à rede de vacinação local; autoridades dizem que ataque pode atrasar imunização

Cotidiano

Itália criou um "Passe verde" para locais fechados, que entra em vigor a partir de 6 de agosto

Cotidiano

98,8% das mortes desde fevereiro não haviam concluído o ciclo de vacinação

Cotidiano

Matteo Salvini, tomou um imunizante contra a Covid-19 nesta sexta-feira (23), em Milão

Cotidiano

Vacina italiana contra a covid-19 em desenvolvimento cria anticorpos em 93% dos casos com uma dose

Comer e beber

Os doces italianos fazem parte da fama da gastronomia do país. Confira receitas famosas para celebrar o Dia do Chocolate, comemorado em 7 de...

Cotidiano

A declaração se deu durante coletiva de imprensa em Bruxelas, na Bélgica, depois de dois dias de reuniões entre os líderes da União Europeia

Cotidiano

País vacinou ao menos parcialmente mais da metade da população e quase 30% das pessoas já concluíram ciclo de imunização

Cotidiano

Os dados foram contabilizados até 7 de junho, quando 38.178.684 doses haviam sido administradas no país.