Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Cotidiano

Itália é o país da UE com mais jovens ‘nem-nem’

Proporção de jovens que não estudam nem trabalham sobe para 25% na Itália

neet italia
Itália é o país da UE com mais 'nem-nem'

Entre as muitas emergências italianas, há uma que está tomando dimensões nunca antes vistas. É o caso dos Neets, ou seja, jovens que não estudam, não trabalham e não estão incluídos em cursos de formação.

Ação Contra as filasAção Contra as filas

No Brasil, o termo é conhecido como “nem-nem”. Em inglês, Neet quer dizer “not in education, employment, or training” (“jovens desconectados”, como se diz nos Estados Unidos).

Entre os 27 países da União Europeia, a Itália ocupa a lanterna, de acordo com estudo produzido pelo Eurostat, o Gabinete de Estatísticas da União Europeia. Por outro lado, Holanda, Suécia e Luxemburgo ocupam as três melhores colocações. Portugal é o 11º.

Dados em % da população de 15-34 anos. Ano 2020

Fonte: Eurostat

Jovens na Itália

Segundo o estudo, com base nos dados de 2020, três milhões de Neets representam 25,1% dos jovens italianos entre 15 e 34 anos, exatamente 1 em cada 4. Nos últimos meses de 2020, a pandemia agravou o quadro.

Os dados mostraram ainda que na Itália uma em cada duas mulheres não trabalha e 25% das meninas com menos de 30 anos são Neets. Das 8,6 milhões de mulheres nessa condição na Europa, um terço pertence à Itália. A taxa de abandono escolar precoce também é elevada. 

A geração perdida

A identidade desta “geração perdida”, como o primeiro-ministro Mario Draghi a definiu recentemente, é bastante clara: na faixa etária escolar (15-19 anos) os Neets italianos são 75% mais do que a média da UE; na faixa universitária (20-24) são 70% mais. 

A situação é pior para as mulheres. A parcela “rosa” entre os Neets passa de 45% na faixa etária de 15 a 19 anos para 66% na mais madura (30 a 34). 

No sul da Itália, o abismo é ainda mais acentuado. A Sicília conta com 30,3% dos Neets entre 15-24 anos, na Calábria são 28,4% e Campânia, 27,3%.

200

Deixa o seu comentário:

Publicidade

Série

Rádio e TV italiana

Siga o Italianismo

Destaques do editor

Cotidiano

Projeto de lei quer facilitar a entrada na Itália para os nômades digitais de fora da União Europeia

Vida & Estilo

Os videogames são o pesadelo dos pais. No entanto, de acordo com um novo estudo italiano, o problema também pode ser a solução

Economia

Em 2019 a Itália contava com dois milhões e meio de não italianos trabalhando no país, ou seja, 10,7% da força de trabalho

Estudar na Itália

A Itália é um país com uma forte e antiga tradição no ensino universitário

Cotidiano

As estatísticas falam de uma população que ainda está diminuindo. Mais mortes do que nascimentos e a idade média aumenta

Estudar na Itália

O prazo para se candidatar segue até o dia 31 de maio.

Cotidiano

Itália vê salto tecnológico evolutivo de 10 anos em 1 mês. Smart working é um fenômeno crescente na Itália

Economia

A pesquisa foi realizada nos meses de verão deste ano, logo após o lockdown Deixa o seu comentário:

Itália no Brasil

É descendente de italiano? Vai viajar para a Itália? Quer aprender uma nova língua e crescer na carreira? Ou é um curioso nato? Selecionamos...

Economia

“Made in Italy” está crescendo no mundo e vale cerca de R$ 270 bilhões Deixa o seu comentário:

Cotidiano

Se aprovado, “efeito dominó” pode se transformar em uma espécie de “Brexit suíço” Deixa o seu comentário:

Vida & Estilo

Ranking internacional usou critérios como disponibilidade de trabalho e qualidade de vida Deixa o seu comentário: