Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

Italianismo

Cotidiano

Itália aplica 2 milhões de doses de vacinas em uma semana

Os dados foram atualizados nesta sexta-feira e incluem também o fim de semana da Páscoa.

Itália aplica doses
Itália aplica 2 milhões de doses de vacinas em uma semana

A Itália aplicou mais de 2 milhões de doses de vacinas contra o novo coronavírus Sars-CoV-2 na última semana, segundo o relatório do governo italiano divulgado neste sábado (10).   

Os dados foram atualizados às 8h da manhã da sexta-feira (9) e incluem também o fim de semana da Páscoa. Ao todo, foram administrados 2.008.057 imunizantes nos últimos sete dias.   

Este é um dos melhores resultados já registrados desde o início da campanha de vacinação em toda a Itália. A semana ainda ficou marcada pela chegada de um volume substancial de doses, equivalente a 3.284.930. 

De acordo com o relatório, 38,79% dos cidadãos maiores de 80 anos já foram totalmente imunizados, enquanto 68,20% receberam apenas a primeira dose da vacina anti-Covid.   

Para estimular a vacinação para este grupo, o comissário extraordinário para a pandemia, Francesco Figliuolo, assinou uma portaria recomendando que a prioridade da campanha de vacinação será idosos acima de 80 anos e pessoas frágeis.   

Atualmente, os percentuais relativos aos italianos entre 70 e 79 anos são muito mais baixos do que os de 80. Nesta faixa etária, de fato, apenas 2,48% foram vacinados com as duas doses e 19,89% com uma.   

Por outro lado, os números são maiores quando envolvem os idosos de residências sanitárias assistenciais (RSA): são 75,53% completamente imunizados e 91,25% parcialmente. Já em relação aos profissionais de saúde, a taxa é de 75,29% e 91,63%, respectivamente.   

Leia também: Lei que flexibiliza vacinação gera polêmica na Itália

Atualmente, a Itália aplica três vacinas anti-Covid diferentes: a da Pfizer/BioNTech, a da Moderna e a da Universidade de Oxford/AstraZeneca.   

Hoje, inclusive, a Agência Italiana de Medicamentos (Aifa) alertou que a segunda dose dos imunizantes da Pfizer e Moderna deve ser aplicada com um intervalo máximo de até 42 dias.   

Segundo o órgão, o ideal é 21 dias para a vacina da Pfizer e 28 dias para a da Moderna. Caso seja necessário atrasar a segunda dose em alguns dias, não se deve, em nenhum caso, ultrapassar o intervalo de 42 dias para ambos os imunizantes.   

A Aifa ainda reiterou que para obter a proteção ideal é necessário completar o ciclo de vacinação com a segunda dose. (Ansa)

Deixa o seu comentário:

Mais de Italianismo

Cotidiano

Mais de 25 milhões de doses aplicadas. Até o final do mês, a decisão de imunizar jovens entre 12 e 15 anos.

Cotidiano

Com mais 50 milhões de doses, Itália deve ter 60% dos italianos vacinados até julho.

Cotidiano

Cidade com cerca de 80 mil habitantes será escolhida para a fase 3 de testes da vacina italiana

Cotidiano

Itália abre exceção para brasileiros entrarem no país em meio à pandemia de Covid-19.

Cotidiano

Balanço da vacinação contra Covid-19 deste domingo (28), às 15h31, mostra que 9.258.640 pessoas já receberam pelo menos uma dose da vacina na Itália....

Cotidiano

As regiões mais populosas do norte da península, entre elas Lombardia com Milão, e Lazio com Roma, serão classificadas como “áreas vermelhas” para tentar...

Cotidiano

A Comissão Europeia anunciou nesta quarta-feira a compra de 150 milhões de novas doses da vacina da farmacêutica Moderna contra a covid-19 este ano....

Cotidiano

Magrini: "Vamos vacinar 10 milhões de italianos por mês, na Páscoa"

2016-2021 – Permitida a reprodução de qualquer conteúdo desde que citado, obrigatoriamente, o Italianismo.