Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Esporte

Convocação de ítalo-brasileiros causa polêmica: “não são italianos”

Vamos ter na Seleção Italiana jogadores que não são realmente italianos, diz Legrottaglie

polemica ítalo-brasileiros não são italianos
Para Nicola Legrottaglie, os ítalo-brasileiros não deveriam ser convocados | forzaitalianfootball

Entre os 35 nomes convocados por Roberto Mancini para o estágio que dá ao técnico da Itália a última chance de ver de perto os jogadores que serão convocados para a repescagem em março, há outros dois ítalo-brasileiros: João Pedro, do Cagliari, e Luiz Felipe, da Lazio.

Com eles chega a cinco o total de ítalo-brasileiros na gestão de Mancini, incluindo Jorginho, Emerson Palmieri e Toloi; os três campeões europeus no ano passado em Wembley.

Uma escolha que não agrada outro jogadorque vestiu a camisa azul por17 vezes entre 2002 e 2008, marcando também um gol:Nicola Legrottaglie.

O ex-zagueiro de 45 anos da Juventus, Bologna e Milan, entre outros, atualmente técnico do Pescara, explica por que, segundo ele, os dois não não deveriam ser convocados para a seleção.

“Conheço o João Pedro, um menino muito bom, até o Luiz Felipe com certeza será um menino muito bom, nada contra, mas nesse assunto discordo totalmente das escolhas. Mas não pelos jogadores, pelo conceito, pelo princípio.Porque vamos ter jogadores que não são realmente italianos”, diz oex-zagueiro.

“Uma coisa é falar de jogadores que nasceram na Itália e sempre viveram na Itália, mas aqui estamos falando de dois brasileiros, na verdade”, argumenta o homem de Bari, segundo o portal Fanpage.

ParaLegrottaglie, os ítalo-brasileiros aceitam a convocação para a Seleção Italiana porpuro oportunismo: “Não há sentimento de pertencimento”.

Fala muito

O próprio João Pedro, aliás, mudou radicalmente de opinião sobre a questão.

Há alguns meses, o atleta disse em entrevista ao Calciopedia que tinha excluído completamente a ideia de poder vestir a camisa da Itália por motivos de coração e sentimento de pátria.

“Tenho cidadania italiana, mas nunca pensei em jogar pela seleção italiana. Eu especificamente não poderia. Primeiro porque sou brasileiro. Ponto. Comparo com ir à guerra: se tiver que ir, irei pelo Brasil porque sou brasileiro e estou morrendo pelo meu país. Já joguei mais de 50 jogos pela seleção brasileira de base, sei como é diferente vestir essa camisa, é indescritível. Prefiro nunca mais ir para a seleção, o que pode acontecer, do que ir para a seleção italiana, por mais que eu tenha cidadania”.

A partir desta terça-feira (25),João Pedro – que é casado com uma italiana – estará em Coverciano para defender a Seleção Italiana.

200

Deixa o seu comentário:

Publicidade

Série

Rádio e TV italiana

Siga o Italianismo

Destaques do editor

Esporte

Itália na Copa? Tapetão que excluiria o Irã não passa de boato, diz Fifa

Esporte

Treinador agradeceu o apoio dos que desejam que ele continue no comando da Itália

Esporte

Treinador divulga lista de atletas chamados para período de treinos em CT de Coverciano, em meio a Data Fifa sem partidas

Esporte

A imprensa italiana garante que Mario Balotelli, atacante atualmente no Adana Demirspor, da Turquia, será convocado por Roberto Mancini, treinador da Squadra Azzura, para...

Esporte

Centroavante formado na base do Atlético-MG e com passagem pelo Santos recebe aval da Fifa

Cotidiano

Como a Azzurra vai começar 2022: "Vamos enfrentar Portugal. O Ronaldo vai marcar, mas depois o Mancini vai festejar"

Esporte

Roberto Mancini acredita que a Itália estará na Copa do Mundo do Catar. Deixa o seu comentário:

Cotidiano

Primeiro avião com a nova pintura azul levará o nome do ex-jogador italiano Paolo Rossi

Cotidiano

Neta do compositor Paulo Vanzolini, Patricia foi eleita presidente da maior seccional da Ordem dos Advogados do Brasil

Cotidiano

Com o ítalo-brasileiro Jorginho, Fifa anuncia indicados ao prêmio de melhores do ano

Esporte

A partida entre Itália e Suíça será exibida pelo canal TNT e pelo Estádio TNT Sports

Cotidiano

Município da Itália está recrutando descendentes de italianos. Cidade tem pouco mais de 4 mil habitantes