Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Cotidiano

‘Bônus bicicleta’: o decreto da Itália para incentivar a mobilidade sustentável

“Vale da mobilidade” foi pensado para facilitar a mobilidade sustentável na Itália, e reaquecer a economia

Bônus bicicleta
'Bônus bicicleta': o decreto da Itália para incentivar a mobilidade sustentável | Foto: ImageBank

“Vale da mobilidade” foi pensado para facilitar a mobilidade sustentável na Itália, e reaquecer a economia

120 milhões de euros. Este é o valor que o governo italiano vai disponibilizar para o cidadão que desejar comprar uma bicicleta.

A medida faz parte do decreto anunciado nesta quarta-feira (13), e que visa reaquecer a economia da Itália após a pandemia do coronavírus – o covid-19. Ao todo, o governo italiano vai injetar 55 bilhões de euros – cerca de 368 bilhões de reais – em ações para o comércio, indústria e turismo.

O vale da mobilidade” no valor de até 500 euros, já renomeado pelos meios de comunicação como “bônus de bicicleta”, cobre 60% das despesas com a compra de “veículos de mobilidade pessoal movidos principalmente a eletricidade”, como bicicletas e patinetes elétricos, scooters, segways, hoverboards, monowheels, entre outros, e pode ​​ser solicitado apenas uma vez pelo cidadão e será válido até 31 de dezembro de 2020.

O objetivo da proposta é facilitar a mobilidade sustentável (com foco especial na mobilidade sobre duas rodas) e uma alternativa ao transporte público, especialmente nos horários de pico, por conta do risco de contaminação.

Quem tem direito?

O bônus – de até 500 euros – pode ser usado por todos os cidadãos adultos residentes em municípios com população superior a 50 mil habitantes, incluindo os que moram nos municípios da região metropolitana das grandes cidades, como Roma e Milão, por exemplo.

Como o bônus é pago?

Ainda não foi esclarecido como o bônus será pago. Provavelmente haverá uma plataforma on-line onde o comprador e o vendedor poderão acessar, segundo publicação do Corriere.

De fato, após a compra, carregando o recibo que certifica a compra, o bônus seria creditado em uma conta virtual para ser gasto em outros produtos relacionados à mobilidade, incluindo bilhetes de temporada para transporte público. 

Como alternativa, o comerciante faz o desconto diretamente ao comprador e recupera a diferença através dos documentos de vendas.

Siga o Italianismo no Instagram

Deixa o seu comentário:

Destaques do editor

Estilo de vida

Por que não adotar o sobrenome do seu marido na Itália: Entenda os motivos.

Cotidiano

Pontremoli lança programa “Residentes do Futuro” para estimular novos moradores.

Cidadania Italiana

Congresso terá presença de figuras relevantes do judiciário italiano, do Ministério do Interior e da Procuradoria Geral do Estado

Comer e beber

Verdade ou mito: Os italianos realmente comem pasta todos os dias?

Cidadania Italiana

Da Itália à Espanha: A jornada de Riccardo Consoli em busca de um futuro mais acolhedor.

Cidadania Italiana

Cidadania por descendência: Novos procedimentos em Brasília a partir de 1º de abril através do Prenot@mi

Cidadania Italiana

Os brasileiros estão entre as dez nacionalidades que mais obtiveram uma cidadania da União Europeia em 2022.

Turismo

Iniciativa conta com 28 municípios divididos em 10 regiões

Cidadania Italiana

Brasil destaca-se como o 4º país com mais cidadãos adquirindo nacionalidade italiana.

Cidadania Italiana

O ius soli é um problema falso, não é necessário: os números desconstroem a narrativa da esquerda, segundo jornalista.

Arte & Cultura

Russell Crowe se apresentará no anfiteatro de Pompeia.

Cinema italiano

Massimiliano Narciso trabalhou como designer de ‘War is Over’ no curta-metragem de animação inspirado na música de John e Yoko.