Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

Italianismo

História

A chuva de bombas sobre Turim em 13 de julho de 1943

Capital do Piemonte sofreu o pior bombardeio durante toda a Segunda Guerra Mundial

TURiM 13 DE JULHO
A chuva de bombas de 13 de julho de 1943 sobre Turim

Pelo menos 250 aeronaves incursoras. Dezenas de milhares de veículos incendiários e mais de 400 bombas lançadas, totalizando 760 toneladas; 914 feridos e 792 mortos. Uma hora e dez minutos foi a duração do bombardeio, entre 1h35 a 2h45 da noite.

Este é o balanço 13 de julho de 1943, o mais violento bombardeio já sofrido pela cidade de Turim e qualquer cidade italiana.

Turim e os atentados na Segunda Guerra Mundial

Por sua natureza de cidade industrial, Turim (Torino, em italiano) foi imediatamente, durante a Segunda Guerra Mundial, alvo de bombardeios aliados, tanto que ganhou o triste reconhecimento de cidade mais bombardeada da Itália.

Turim também havia sido a capital da Itália: seu valor estratégico e simbólico era, portanto, alto.

Ataque a Turim

As invasões sofridas pela capital piemontesa podem ser divididas em três fases.

A primeira, de 1940 a 1942, com danos limitados: número modesto de vítimas, abrigos intactos. As medidas de prevenção e antiaérea parecem, pelo menos nesta fase, funcionar.

A segunda, do final de 1942 até o verão de 1943: formações maciças de aviões britânicos lançam centenas de bombas explosivas em Torino e só posteriormente nos veículos incendiários. 

Bombas de grande calibre, explosivos de fósforo e lixeiras incendiárias cheias de gasolina e fósforo rasgam o ventre da cidade, causando muitas vítimas, destruindo centenas de edifícios e causando grandes incêndios.

A terceira fase, a partir do outono de 1943, inclui as incursões diurnas (os aviões britânicos não partem mais da Inglaterra, mas da África e do sul da Itália, sem avisar e cobertos pelo mar). Dano massivo aos edifícios, mas proporcionalmente poucas vítimas.

A noite de 13 de julho

A noite de 13 de julho de 1943 pertence à segunda das fases que acabamos de descrever. 

O pior bombardeio sofrido pela cidade durante toda a guerra, também graças ao grave atraso das sirenes de alarme, que só entraram em funcionamento após o início dos bombardeios. 

O som das bombas foi ouvido a dezenas de quilômetros de distância.

O que aconteceu naquela noite só pode ser definido como um bombardeio terrorista, e não apenas pela metodologia. 

Locais sagrados e históricos foram afetados (desprovida de qualquer relevância bélica).

A Igreja da Madonna di Campagna foi pulverizada (totalmente atingida por uma bomba, que matou todos aqueles que procuraram em vão abrigo em seu porão).

Ataque a Turim

A Catedral, as igrejas de Santa Teresa, Santissima Trinità, Sacro Cuore di Maria, Sant’Agostino, Corpus Domini, San Domenico, San Filippo, San Giovanni, San Lorenzo foram danificadas. 

Foram atingidos ainda o Palácio Real, a Câmara Municipal e o Teatro Carignano.

Muitas partes do Cemitério Monumental foram destruídas: sepulturas e lápides devastadas, caixões abertos, áreas inteiras soterradas por escombros.

Aqueles que sobreviveram graças aos abrigos – e nem todos resistiram ao impacto daquele bombardeio – saíram de seus esconderijos incrédulos, muitas vezes encontrando sua casa transformada em uma pilha de pedras.

Nos dias seguintes, 460 mil pessoas deixaram a cidade. Muitos buscaram refúgio no campo, temendo novas invasões.

Deixa o seu comentário:

Mais de Italianismo

Cotidiano

Hundred Days, o jogo para aprender a fazer vinho do Langhe piemontês

Cotidiano

A difusão da rede móvel de nova geração está em constante evolução e as ofertas tornam-se cada vez mais atraentes na Itália

Esporte

Time aplica goleada histórica na equipe de Turim. Vaga na Champions pode ser confirmada no fim de semana.

Cotidiano

Homenagem aos profissionais de saúde que ajudaram os feridos de guerra em 1944.

Cotidiano

Veja 6 cidades onde você pode comprar um imóvel por 500 euros por mês.

Negócios

Inspirado no Romi-Isetta, Microlino mantém design mas adota motorização elétrica

Destinos

Hoje vamos te levar para descobrir as cidades mais elegantes da Itália. Lugares onde maravilhar-se está na ordem do dia. Deixa o seu comentário:

Cotidiano

Paramédicos insultados: “ambulâncias andam em círculos pela cidade para assustar a população” Deixa o seu comentário:

Vida & Estilo

Tenente Cordeiro pertencia ao Primeiro Grupo de Aviação de Caça Deixa o seu comentário:

História

Em Nápoles, veículos e motocicletas dos anos 1940 são abandonados em galeria subterrânea Deixa o seu comentário:

Destinos

Qual é a maior cidade italiana? Quais as mais populosas? Confira o ranking Deixa o seu comentário:

Esporte

Clube de Cristiano Ronaldo revela resultado negativo nas contas Deixa o seu comentário:

2016-2021 – Permitida a reprodução de qualquer conteúdo desde que citado, obrigatoriamente, o Italianismo.