Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Destinos

6 viagens de carro na Itália para fazer neste verão

Atrani, Costa Amalfitana. Foto: Andrey Trifonov / 500px

País proporciona experiências únicas para quem gosta de viagens de carro

A Itália é um país de paisagens inconfundíveis que oferece de tudo um pouco: cidades com história, uma costa exuberante onde se encontram pequenas cidades inigualáveis, montanhas com neve e enormes lagos.

Sugerimos seis road trips para fazer neste verão:

Costa Amalfitana

Reza a lenda que era aqui, na Costa Amalfitana, que os deuses romanos passavam férias. Ravello, Amalfi e Positano são as três principais cidades e paragens obrigatórias. Não se esqueça de provar o famoso Limocello de Amalfi – os limões de Amalfi são certificados pela União Europeia com indicação geográfica protegida (indicazione geografica protetta). Foto: Shutterstock

Montanhas Dolomitas

As Dolomitas formam uma cadeia montanhosa nos Alpes Italianos e são Patrimônio Mundial da UNESCO. A «Grande Strada delle Dolomiti» (Grande Estrada das Dolomitas), com 186 quilômetros, começa na Cortina d’Ampezzo (que fica a duas horas de carro de Veneza), sobe até ao Passo de Falzarego e termina em Bolzano, no Trentino-Alto Ádige. No Passo de Falzarego, poderá parar e pegar o teleférico que o levará até ao topo do Monte Lagazuoi. Foto: Shutterstock

Lagos Italianos

As paisagens da Lombardia, com os lagos italianos de águas cristalinas, são dignas de um postal. Se tiver tempo, reserve um dia inteiro para descobrir cada um dos lagos de Iseo, Como, Lugano, e Maggiore. Natureza, história, gastronomia e religião fazem com que estes lugares mereçam uma visita. Foto: Shutterstock

Sicília

Com uma costa bastante diversificada – areias brancas no norte e praias com pequenas pedras no sul -, a viagem de carro pela ilha da Sicília é perfeita para os apaixonados por praia e mar. Comece em Palermo e dirija até à Reserva Natural do Zingaro, onde encontrará algumas das praias mais bonitas de Itália. Foto: Shutterstock

Toscana

A paisagem bucólica da Toscana, pintada pelas suas vinhas, é perfeita para uma viagem de carro. Comece por Florença, passe por Pisa e Lucca, e vá até ao coração da região vinícola de Chianti. Não deixe de visitar Siena e Val d’Orcia. Foto: Shutterstock

Úmbria

Chamam-lhe o «coração verde de Itália». A sua região, repleta de aldeias sossegadas, igrejas românicas e castelos renascentistas, é selvagem, exuberante e parece estar ainda por descobrir (pela maioria dos turistas). Comece a viagem na cênica cidade de Spoleto e vá, depois, até à cidade de Norcia, cercada por muralhas. A seguir, dirija até à região vinícola de Montefalco. Não deixe de passar em Assis e Perugia, e termine a «road trip» em Orvieto. Foto: Shutterstock

200

Deixa o seu comentário:

Publicidade

Série

Rádio e TV italiana

Siga o Italianismo

Destaques do editor

Cotidiano

Concerto na Universidade de Pisa tratará do Diálogo entre Música e Paz

Comer e beber

Conheça receitas típicas de Páscoa na Itália, de norte a sul.

Una buona notizia!

42 menores se mudaram para a pequena Fosciandora, na Toscana

Vida & Estilo

A mimosa é uma planta popular, acessível e facilmente encontrada na Itália

História

Jill Biden se tornou a primeira ítalo-americana no papel de primeira-dama dos EUA

Cotidiano

Cidade na Toscana abriga a maior chinatown europeia. Comissão bicameral discute o fenômeno migratório

Cotidiano

Pesquisa Codacons sobre o custo de vida nas principais cidades italianas: bens e serviços custam mais na capital lombarda

Cotidiano

O “aventureiro” escolhido pode levar companhia e não paga aluguel por um ano

Una buona notizia!

Munzir e Mustafa protagonizam uma premiada foto que retrata as cicatrizes da guerra civil de mais de 10 anos na Síria

Destinos

Centuripe, uma pequena cidade escondida nas colinas da Sicília, na Itália, oferece uma vista única dos ares. Deixa o seu comentário:

Comer e beber

A nova classificação dos vinhos italianos mais pesquisados ​​na web: aqui está o Top 100

Cotidiano

Religioso alegou que a Igreja precisa de um tempo maior para preparar pais e padrinhos